26

Alguns ensinam que POST é para enviar dados para criação de algo e que PUT é para atualizar, mas achei mal explicado.

Então, afinal, qual é a diferença entre o método PUT e o POST?

Quando devo usar um e outro?

  • 1
    Acho que é mais conceitual, mas sempre quis saber isso também. – LINQ 16/10/15 às 19:39
  • 1
    Quando alguém comentou sobre essas definições, falaram algo sobre rest? – rray 16/10/15 às 19:50
  • A diferença entre os dois é explicada no seguinte link: Method Definitions - PUT (estou com preguiça de traduzir o 3º paragrafo da desta seção). – Tobias Mesquita 16/10/15 às 19:53
  • Pergunta relacionada (que não responde a dúvida): pt.stackoverflow.com/q/49322 – bfavaretto 16/10/15 às 19:53
  • 4
    Tô esperando alguém colocar uma resposta com aquela palavra bonita ;) – bfavaretto 16/10/15 às 19:54
26

Tecnicamente nenhuma. Apenas a semântica muda. Leia a RFC:

A diferença fundamental entre requisições POST e PUT é refletida na diferença de significado da Request-URI. O URI em uma requisição POST identifica o recurso que manipulará a entidade anexa. O recursos pode ser um processo de aceitação de dados, um gateway para outro protocolo, ou uma entidade separada que aceita anotações. Em contraste, o URI na requisção PUT identifica a entidade anexa com a requisição -- o user agent sabe qual URI é intencionado e o servidor NÃO DEVE tentar aplicar a requisição para outro recurso. Se o servidor deseja que a requisição seja aplicada para um URI diferente, ele DEVE enviar uma resposta 301 (Moved Permanently); o user agent PODE então tomar sua própria decisão sobre redirecionar ou não a requisição.

Ou seja, o PUT deveria ser usado em situações mais específicas onde se quer enviar uma informação e não fazer mais nada além de armazená-la de alguma forma. O POST é mais geral, pressupõe que a informação é apenas parte do processo que será realizado. O POST permite ter efeitos colaterais quaisquer, ou pelo menos é esperado que isto possa ocorrer. Espera-se que o PUT não tenha nenhum desconhecido, ou indesejável. Ele é idempotente (homenagem ao bfavaretto).

Em alguns cenários é possível pensar em semânticas mais específicas (REST, estou falando de você) para cada verbo. Mas essencialmente eles funcionam de forma análoga. Em cenários de CRUD, o PUT normalmente é usado para atualizar algo e o POST para criar (ou fazer outras operações que não se encaixa no CRUD básico), assim como o GET é usado para ler, e o DELETE obviamente para apagar.

Claro que a recomendação é seguir o que diz a RFC. Mas é quase seguro dizer que não importa muito. No futuro poderia ser que impusessem alguma restrição ou ter algum efeito baseado no que diz a RFC. E aí tudo o que não seguisse ela, teria problemas. "Legalmente" poderiam fazer isto. Mas como ninguém segue a RFC, quebraria tanta coisa, que isto nunca vai ser mudado.

Na dúvida, todos usam o POST que é mais conhecido e deve funcionar sempre. Tenho minhas dúvidas se não deveria ser o contrário. Mas o estrago já está feito.

Embora não responda diretamente, aconselho fortemente ler a resposta indicada pelo bfavaretto. Tem outra útil também.

15

O post é um verbo HTTP para submissão de dados dentro do pacote em qualquer tipo de requisição, muito similar ao get, mudando apenas o local e tamanho disponível para armazenamento dos dados. Em contra partida o put é um verbo que carrega o significado de criar elementos, como o envio de um arquivo ou entidade.

Update 1

Ao solicitar um recurso, como uma consulta, é usual utilizarmos a passagem de informação usando get.

URI: http://servidor/recurso/consulta/{id}
GET: {id}

Entretanto, utilizar o verbo get gera URI's individuais para cada valor informado, expondo a informação e impossibilitando uma otimização de cache caso a resposta da requisição seja a mesma. Desta maneira temos o verbo post para carregar as informações dentro do pacote sem constar na URI.

URI: http://servidor/recurso/consulta
POST: {id}

Os verbos put e delete são carregados de semântica. Ao se criar ou transferir um recurso o verbo mais adequado é o put. Para excluir um recurso o verbo mais adequado é o delete.

URI: http://servidor/recurso/novo
PUT: {nome,cidade,estado}

URI: http://servidor/recurso/excluir/{id}
DELETE
  • 1
    Gente, se ele está errado na resposta, eu gostaria de saber o por quê pelo menos! Sou leigo nesse assunto! – Wallace Maxters 16/10/15 às 20:01
  • +1 pois não achei que -1 seria justo. Pelo que vi respondeu rápido e com as próprias palavras, e o contexto soa com algumas respostas por ai que já vi que são cópias de posts pela net. – durtto 16/10/15 às 20:05
  • 3
    +1 pois não é uma resposta de todo mal, no entanto nas proximas respostas recomendo fornecer detalhes OU uma fonte, isso ajuda a sua resposta ter uma qualidade maior, não que ela não tenha. – Guilherme Nascimento 18/10/15 às 21:25
  • 1
    Boa noite @MFedatto a sua resposta esta sendo discutida aqui se quiser participar seja bem vindo: meta.pt.stackoverflow.com/q/4446/3635 O meta é um lugar legal pra discutirmos e tentarmos resolver, portanto não leve a mal se algo entoar alguma coisa que não gostar :) – Guilherme Nascimento 18/10/15 às 21:52
  • 1
    A resposta não é de toda ruim, o problema está mais na aplicação "verbal", definir o significado de uma requisição ao significado gramatical "verbo" é uma má definição do comportamento da mesma. Embora as "palavras" put, get e delete sejam verbos de ação, seu comportamento não se tratam de um verbo e sim de requisições. Porém não o negativarei por um detalhe simples desse. – Ivan Ferrer 16/11/15 às 11:45
13

PUT coloca um arquivo ou recurso em um URI específico. Se já existe um arquivo ou recurso nesse URI, o método PUT irá substituir o arquivo (ou recurso). Se não houver nenhum arquivo ou recurso lá, o método PUT cria um.

POST envia dados para um URI específico para manipular a solicitação. O servidor web, neste ponto pode determinar o que fazer com os dados no contexto do recurso especificado.

fonte (inglês)

  • uma revisão no texto seria bacana.. complicado entender pois parece que apenas traduziu com google translate e jogou aqui. Aliás, só para confirmar, copiei os originais e joguei no translate... Deu exatemente igual ... com os mesmos erros gramaticais. – Daniel Omine 16/10/15 às 20:42
  • @DanielOmine foi exatamente isso! Copiei o texto e quando ia alterar apareceu uma tarefa urgente aqui, e tive que deixar pra outra hora, rs. – mauricio caserta 16/10/15 às 20:51
0

PUT é uma operação idempotente para "colocar" (CRIAR OU SUBSTITUIR) um recurso em uma determinada URL, em outras palavras, é usado quando a URL identifica unicamente o recurso a ser criado ou atualizado, e se a operação for bem sucedida vai haver após um recurso naquela URL exatamente como você enviou, independente do que havia antes.

Para os demais casos, use POST.

Por exemplo, vamos supor uma api que permite criar ou atualizar usuários: POST /user retorna um novo usuário com os metadados enviados no corpo da requisição. Normalmente o ID é criado no servidor e retornado na resposta. PUT /user/12345 cria ou substitui o usuário 12345 com as informações enviadas no corpo da requisição

Note que no primeiro caso se repetirmos a mesma requisição teoricamente vamos estar criando outro usuário com os mesmos dados (mas com ids diferentes), ou a segunda requisição retornará algum erro, já no segundo caso vamos estar substituindo o usuário 12345 por outro exatamente igual se os dados no corpo da requisição forem os mesmos.

Obs: PUT é usado quando enviamos um objeto completo. Se você quiser atualizar só uma parte dele e não reenviar tudo, use PATCH.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.