11

Tenho um código usando jQuery que se baseava nos seletores CSS :first-child e :last-child (e que funcionou por um bom tempo), para obter o primeiro input e o último input dentro de um grupo contendo input + select + input... O primeiro input era o valor inicial de um intervalo, e o último era o valor final do dito intervalo, sendo que no meio está o select com operadores de exclusão/inclusão das extremidades.

Estava assim:

var $inputIni = $("input:first-child", controlDiv),
    $inputFim = $("input:last-child", controlDiv),
    $select = $("select", controlDiv);

jsfiddle

Cheguei à conclusão de que os inputs não tinham o propósito claro para o usuário final, e resolvi colocar labels para os mesmos, assim como para o select do meio. A partir daí o seletor :first-child não funcionou mais. Não consigo mais chegar até os elemento usando o seletor... porque isso?

jsfiddle

Imagino que o mesmo problema, seja qual for, possa também um dia acontecer com o seletor :last-child, então como entender o problema?

18

Pseudo-classes não funcionam assim

É comum fazer esta confusão sobre o significado dos seletores :first-child e :last-child, também chamados de pseudo-classes, além de outras pseudo-classes que denotam posição.

As pseudo-classes, quando usadas em um seletor, não levam em conta o restante do seletor em questão, portanto o seletor input:first-child não se refere ao primeiro input, mas sim ao input que seja o primeiro filho de seu pai.

Isso quer dizer que a pseudo-classe :first-child irá marcar qualquer que seja o primeiro elemento que seja filho de um outro qualquer. O mesmo ocorre com a pseudo-classe :last-child que irá marcar somente o último filho.

Analogamente, input:last-child significa: o input que é o último filho. Outras pseudo-classes de posição também funcionam de forma análoga. Vejamos uma lista com os respectivos significados:

Soluções para o problema

Existem algumas soluções para o problema apresentado:

  • Usar IDs para os inputs especificos ao invés do que está sendo feito, talvez concatenando com o ID da div que agrupa os elementos, como indicado no jsfiddle, assim: <input name="ctl_ini" id="ctl_ini" /> e o seletor assim: $("#ctl_ini")

  • Usar as pseudo-classes :first-of-type e :last-of-type assim: $("#ctl input:first-of-type") e $("#ctl input:last-of-type")

    jsfiddle

    Note que para uso em CSS, o suporte é um pouco limitado. Mas no jQuery pode usar sem preocupação.

Uma nova confusão com o :first-of-type

As pseudo-classes :first-of-type e outras que se baseiam no tipo do elemento, voltam a causar uma certa confusão, pois aparentemente no seletor input:first-of-type a pseudo-classe está se baseando no restante do seletor para obter o resultado, o que não é verdade.

Exemplo:

  • a.cls:first-of-type: elemento do tipo a, com a classe CSS cls que é coincidentemente o primeiro do tipo.

    Como estamos selecionando o tipo do elemento: a, então os únicos "primeiros do tipo" serão coincidentemente do tipo a, mas isso não quer dizer que a pseudo-classe :first-of-type se baseou no que veio antes no seletor. Tanto é verdade que ela ignora a classe do seletor: cls em sua decisão, ou seja, esse seletor não significa o primeiro a com a classe cls.

Solução mantendo :first-child e :last-child

Como antes você selecionava os inputs que eram primeiro e último filhos de seu pai e agora colocou-os dentro de labels, tenha em mente que agora as labels estão no exato mesmo lugar onde os inputs estavam, logo elas são label:first-child/select/label:last-child. Tendo isso em mente podemos resolver a situação simplesmente mudando um pouco os seletores:

var fncDoSomethingWithCtl = function ($ctl) {
    
    var $inputIni = $("label:first-child input", $ctl),
        $inputFim = $("label:last-child input", $ctl),
        $select = $("select", $ctl);
    
    $inputIni.css({"border-color": "#C1E0FF", 
                   "border-width":"4px", 
                   "border-style":"solid"});
    
    $inputFim.css({"border-color": "#E0C1FF", 
                   "border-width":"4px", 
                   "border-style":"solid"});
    
    $select.css({"border-color": "#C1FFE0", 
                 "border-width":"4px", 
                 "border-style":"solid"});
    
}

$(function () {
    
    var $ctlDiv = $("#ctl");
    fncDoSomethingWithCtl($ctlDiv);
    
});
<script src="https://ajax.googleapis.com/ajax/libs/jquery/1.11.1/jquery.min.js"></script>
<div id="ctl">
    <label>
        <span>Início:</span>
        <input type="text"/>
    </label>
    <select>
        <option>inc até inc</option>
        <option>exc até inc</option>
        <option>inc até exc</option>
        <option>exc até exc</option>
    </select>
    <label>
        <span>Fim:</span>
        <input type="text" />
    </label>
</div>

Conclusão

A conclusão, é uma medida de segurança para o desenvolvedor:

pseudo-classes devem ser tratadas sempre como meras coincidências... para saber o que a pseudo-classe realmente significa, basta usá-la sem mais nada no mesmo seletor e então fazer um AND assim:

  • a:first-child vai selecionar os elementos forem selecionados tanto pelo seletor a como pelo seletor :first-child

Então basta testar ambos os seletores separadamente, e depois mesclar os resultados e prestar muita atenção nos níveis de cada elemento dentro de um documento, como nesse caso, a label ocupou o lugar do input e o tornou seu filho, onde o input caiu na hierarquia do arquivo e virou :last-child de uma label onde o :first-child era um span.

Referência:

Informações sobre as pseudo-classes

  • 1
    Excelente esclarecimento. Também descobri isso não há muito tempo atrás quando estava implementando um seletor CSS em java baseado na especificação do W3C. Na minha opinião esses seletores são pouco intuitivos se você não ler a documentação com muita atenção. – utluiz 30/03/15 às 14:35

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.