10

Como parte de uma microplataforma ORM que estou desenvolvendo, eu estou definindo uma classe genérica que implementa exclusivamente tight coupling (1 registro x 1 objeto).

public class Course : MicroEntity<Course>
{
    public string fullname { get; set; }
    public string shortname { get; set; }
    public string summary { get; set; }
    public string format { get; set; }
    [...]
}

Para definir o comportamento desta classe, eu tenho um Attribute que contém todas as características de inicialização:

[MicroEntity(
    TableName = "mdl_course",
    IdentifierColumnName = "ID",
    IsReadOnly = true,
    UseDistributedCaching = true)]
public class Course : MicroEntity<Course>
{
    public string fullname { get; set; }
    public string shortname { get; set; }
    public string summary { get; set; }
    public string format { get; set; }
    [...]
}

Recentemente eu implementei um mecanismo de DatabaseAdapter para permitir conexão agnóstica a bases de dados diferentes:

public abstract class BaseAdapter
{
    internal abstract void CheckDatabaseEntities<T>() where T : MicroEntity<T>;
    internal abstract void SetSqlStatements<T>() where T : MicroEntity<T>;
    internal abstract void SetConnectionString<T>() where T : MicroEntity<T>;
    internal abstract void RenderSchemaMicroEntityNames<T>() where T : MicroEntity<T>;
    internal abstract BaseDynamicParameters Parameters<T>(object obj) where T : MicroEntity<T>;
    internal abstract DbConnection Connection(string connectionString);
}

A partir daí, declaro Adaptadores para diferentes bancos. No momento, possuo adaptadores para Oracle e MySql.

Pergunta

Eu gostaria de poder declarar o adaptador como uma propriedade do Attribute:

[MicroEntity(
    TableName = "mdl_course",
    IdentifierColumnName = "ID",
    IsReadOnly = true,
    Adapter = new InternalAdapters.MySql.Adapter();
    UseDistributedCaching = true)]
public class Course : MicroEntity<Course>
{
    [...]

Porém o uso de new() não é permitido. Qual modelo melhor atenderia este tipo de comportamento?

  • Acho que depende um pouco de como vai usar o atributo. precisaria debruçar mais sobre o problema. De qualquer forma, não vejo a hora de poderem publicar essa coisa toda. Parece que vai ficar bem interessante. – Maniero 6/10/15 às 18:00
  • @bigown seria apenas durante o construtor (uma vez inicializado não seria possível trocar o Adapter). eu também pretendo utilizar esse mecanismo para o engine de caching distribuído - por padrão Redis, mas qualquer outro Key/Value storage poderia ser utilizado. Entretanto este seria um setting global. Imagina a zona de 2 ou mais cache engines usados ao mesmo tempo. – OnoSendai 6/10/15 às 18:02
  • Não sei se serviria ao seu propósito mas acho que teria que usar um enum ou outra forma de identificar e ter algum método que trate isto para criar a instância quando necessária. Isto tem algumas dificuldades mas tem como automatizar para não ter que ficar mudando o código sempre que tiver um adaptador novo. Não é uma solução simples e perfeita, mas atende algumas necessidades. Preciso pensar em outras. – Maniero 6/10/15 às 18:05
  • @bigown Para dizer a verdade, no momento estou usando um Enum - internamente eu tenho um switch, e dinamicamento instancio o tipo necessário. Mas minha duvida é exatamente essa, utilização de adaptadores novos sem precisar atualizar o método de construção. – OnoSendai 6/10/15 às 18:07
  • Uma das soluções que penso é anotar esses tipos e com reflexão "descobrir" todos os existentes. Outro jeito é ter uma forma de "registrar" os adaptadores para este método saber onde tem que olhar. Ambos exigem que o adaptador seja escrito de um jeito que informe que ele existe. Obviamente o enum não atende bem isto. pt.stackoverflow.com/q/21997/101 – Maniero 6/10/15 às 18:19
4

O problema é que atributos não aceitam inicialização dinâmica de objetos. Há duas alternativas:

1. Marcar o atributo com o tipo do adaptador

[MicroEntity(
    TableName = "mdl_course",
    IdentifierColumnName = "ID",
    IsReadOnly = true,
    Adapter = typeof(InternalAdapters.MySql.Adapter),
    UseDistributedCaching = true)]

2. Marcar o atributo com uma enumeração

[MicroEntity(
    TableName = "mdl_course",
    IdentifierColumnName = "ID",
    IsReadOnly = true,
    Adapter = Adapter.MySql,
    UseDistributedCaching = true)]

Opinativamente sou favorável ao primeiro, sobretudo porque você virtualmente não possui limites para injetar novos adaptadores na aplicação quando isto for desejado.

Ao ler o atributo, a inicialização seria bastante simples:

var course = new Course();
var atributoMicroEntity = course.GetType().GetAttribute<MicroEntityAttribute>();
if (atributoMicroEntity != null) 
{
    var adaptador = Activator.CreateInstance(atributoMicroEntity.Adapter);
}
  • 1
    Isso... é... perfeito! Nunca me ocorreu guardar o tipo, e ativar dinamicamente. Acabei de implementar; funcionando perfeitamente. – OnoSendai 6/10/15 às 18:46
6

Já vi esse problema ser resolvido usando um Type (não me lembro agora onde, mas tenho a certeza já ter visto mais que uma vez).

public class MicroEntityAttribute : Attribute
{
    public Type Adapter { get; set; }
}

[MicroEntity(Adapter = typeof(InternalAdapters.MySql.Adapter))]
public class SomeClass {}

A expressão new Class() não é uma constante, mas typeof(Class) é - e, portanto, pode ser usada para inicializar um atributo.

O interpretador do atributo deverá então inicializar uma instancia do adapter usando o Activator, e lançando uma excepcão caso nao tenha um constructor público sem parametros.

  • 1
    Excelente solução, chegou apenas com alguns segundos depois do @Cigano. De qualquer maneira, +1 - e obrigado! – OnoSendai 6/10/15 às 18:48

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.