16

No C#, existem duas formas (dentre outras) de se converter outros tipos para int:

Convert.ToInt32(valor) e Int32.Parse(valor).

Qual a principal diferença entre essas duas formas de conversão?

14

O Int32.Parse(valor) só converte conteúdo vindo de string. O Convert.ToInt32() tem sobrecargas para trabalhar com vários tipos. Esta é a principal diferença.

Mas a melhor forma é ver como ele é internamente:

Parse:

public static int Parse(string s)
{
    return System.Number.ParseInt32(s, NumberStyles.Integer, NumberFormatInfo.CurrentInfo);
}

internal static unsafe int ParseInt32(string s, NumberStyles style, NumberFormatInfo info)
{
    byte* stackBuffer = stackalloc byte[1 * 0x72];
    NumberBuffer number = new NumberBuffer(stackBuffer);
    int num = 0;
    StringToNumber(s, style, ref number, info, false);
    if ((style & NumberStyles.AllowHexSpecifier) != NumberStyles.None)
    {
        if (!HexNumberToInt32(ref number, ref num))
        {
            throw new OverflowException(Environment.GetResourceString("Overflow_Int32"));
        }
        return num;
    }
    if (!NumberToInt32(ref number, ref num))
    {
        throw new OverflowException(Environment.GetResourceString("Overflow_Int32"));
    }
    return num;
}

Convert:

public static int ToInt32(string value)
{
    if (value == null)
    {
        return 0;
    }
    return int.Parse(value, CultureInfo.CurrentCulture);
}

Retirado dessa resposta do SO.

Mas você pode ver o código fonte real: Convert e Parse.

Prefira o TryParse()

Relacionada: Qual a diferença entre usar (int)variavel ou Convert.ToInt32(variavel)?

11

Jogando Int32.Parse() no Reflector:

public static int Parse(string s)
{
    return System.Number.ParseInt32(s, NumberStyles.Integer, NumberFormatInfo.CurrentInfo);
}

Que por sua vez, chama:

internal static unsafe int ParseInt32(string s, NumberStyles style, NumberFormatInfo info)
{
    byte* stackBuffer = stackalloc byte[1 * 0x72];
    NumberBuffer number = new NumberBuffer(stackBuffer);
    int num = 0;
    StringToNumber(s, style, ref number, info, false);
    if ((style & NumberStyles.AllowHexSpecifier) != NumberStyles.None)
    {
        if (!HexNumberToInt32(ref number, ref num))
        {
            throw new OverflowException(Environment.GetResourceString("Overflow_Int32"));
        }
        return num;
    }
    if (!NumberToInt32(ref number, ref num))
    {
        throw new OverflowException(Environment.GetResourceString("Overflow_Int32"));
    }
    return num;
}

Jogando Convert.ToInt32() no Reflector:

public static int ToInt32(string value)
{
    if (value == null)
    {
        return 0;
    }
    return int.Parse(value, CultureInfo.CurrentCulture);
}

Uso

  • Int32.Parse() é visivelmente mais rápido que Convert.ToInt32(), mas mais insegura. Você deve usar Int32.Parse() quando tem certeza que o valor de entrada é um inteiro;
  • Há ainda Int32.TryParse(), que é um pouco mais segura. Devolve zero se a conversão falhar e não lança exceção;
  • Convert.ToInt32() é um envelope um pouco mais seguro de Int32.Parse() (dá pra ver pelo código.

Performance

Ainda, a maneira mais rápida de realizar a conversão é por um simples cast:

var inteiro = (int)meuObjeto;

Claro que é bastante inseguro fazer isso, mas compensa se, novamente, você sabe que o que tem dentro do object é um inteiro.

Por esta resposta, é possível ver o assembly deste cast:

.locals init (
    [0] object x,
    [1] int32 Y)
L_0000: ldc.i4.1 
L_0001: box int32
L_0006: stloc.0 
L_0007: ldloc.0 
L_0008: unbox int32
L_000d: ldobj int32
L_0012: stloc.1 
L_0013: ret

Enquanto que Convert.ToInt32() gera:

.locals init (
    [0] object x,
    [1] int32 Y)
L_0000: ldc.i4.1 
L_0001: box int32
L_0006: stloc.0 
L_0007: ldloc.0 
L_0008: call object [mscorlib]System.Runtime.CompilerServices.RuntimeHelpers::GetObjectValue(object)
L_000d: call int32 [mscorlib]System.Convert::ToInt32(object)
L_0012: stloc.1 
L_0013: ret

Esta resposta tem um benchmark completo sobre todos os modos de atribuição possíveis para um inteiro. A diferença é estrondosa.

  • Não é possível fazer cast com string, então a informação está incorreta e a comparação não faz sentido nesta pergunta. – Maniero 6/10/15 às 17:04
  • Tem razão. Mudei para object. Obrigado! – Cigano Morrison Mendez 6/10/15 às 17:08
  • 1
    Não entendi seu pronto. A pergunta é sobre as diferenças entre uma e outra. – Cigano Morrison Mendez 6/10/15 às 17:17
  • 1
    Comparar performance de conversão de numérico com performance de conversão de string não tem significado. Elas fazem coisas distintas. De que adianta um ser mais rápido se ele não serve ao propósito? – Maniero 6/10/15 às 17:19
  • 1
    Por favor, pare de achar defeito na minha resposta. Isto não está sendo produtivo. – Cigano Morrison Mendez 6/10/15 às 17:23

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.