12

Em PHP, um array pode ser tanto associativo como ele pode ser uma lista, com números sequenciais.

Existe alguma maneira de detectar essa diferença em PHP?

Exemplo:

$a = array('item 1', 'dois' => 'item 2'); // Associativo

$b = array('item 1', 'item 2'); // Sequencial
4
  • No final vc quer o retorno por exemplo, array x é númerico, ou xé associativo ou x é misto. Vejo zebras hahaha :D – rray 3/10/15 às 18:11
  • @rray acabei respondendo à minha pergunta também. O array no PHP querendo ou não é uma coisa bagunçada! – Wallace Maxters 30/03/17 às 15:38
  • 3
    Provavelmente só olhando o fonte. Pro PHP, aparentemente sempre é associativo: ideone.com/iEDhkz - duvido muito que tenha alguma flag indicando a diferença internamente (e não tou muito afim de olhar o source pra isso). – Bacco 21/04/17 às 19:45
  • Na verdade tô achando que saí mais em conta usar SplFixedArray – Wallace Maxters 23/04/17 às 1:40

7 Respostas 7

5

Considerações

Conforme documentação oficial, um array pode, apenas, ter chaves do tipo inteiro ou strings. O valor pode ser de qualquer tipo.

A chave pode ser um inteiro ou uma string. O valor pode ser de qualquer tipo.

Algumas coerções que podem ocorrer:

  1. Strings contendo inteiros válidos, serão convertidos para o tipo inteiro. Por exemplo, a chave "8" será, na verdade, armazenada como 8. Entretanto, "08" não será convertido, por não ser um inteiro decimal válido.

Portanto, o array ["8" => "foo"] deve ser considerado como array de índices numéricos e não associativo.

  1. Floats também são convertidos para inteiros; isso significa que a parte fracionada será removida. Por exemplo, a chave 8.7 será na verdade armazenada como 8.

Portanto, o array [8.7 => "foo"] deve ser considerado como array de índices numéricos também.

Floats também serão convertidos para inteiros inclusive para valores negativos. A chave -5.6 será na verdade armazenada como -5.

  1. Booleanos são convertidos para inteiros, igualmente; por exemplo, a chave true, será na verdade armazenada como 1 e a chave false como 0.

Portanto, o array [true => "foo", false => "bar] deve ser considerado como array de índices numéricos também.

  1. Null será convertido para uma string vazia; por exemplo, a chave null na verdade será armazenada como "".

Portanto, o array [null => "foo"] deve ser considerado como array associativo.

Outras considerações:

  • Arrays mistos, tal como ["foo", "key" => "bar"] serão considerados como associativos, bem como de índices numéricos.

  • Um array de índices numéricos não deixa de sê-lo quando seus índices não forem sequenciais; portanto o array [1 => "foo", 0 => "bar"] deve ser considerado, ainda, como de índices numéricos.

  • Semelhantemente, um array com índices numéricos que tiver um de seus valores removidos (ou que a sequência dos índices não for natural) também continuará sendo de índices numéricos; portanto o array [0 => "foo", 1 => "bar", 6 => "baz"] deve ser considerado como de índices numéricos.

Contextos a serem testados

Atenção! Para o restante da resposta, adotou-se como padrão que um array dito sequencial é, na verdade, um array de índices numéricos, mas não necessariamente de índices sequenciais.

Dito isso, defini alguns testes que as funções devem ser submetidas:

/**
 * Lista de testes que a função deve ser submetida.
 * 
 * Cada item da lista deve ser um array com três índices.
 * O primeiro, "array", com o array a ser testado pela função.
 * O segundo, "is_sequential", um valor booleano esperado como retorno da função is_sequential.
 * O terceiro, "is_associative", um valor booleano esperado como retorno da função is_associative.
 */

$tests = array();

// Teste 1: Array com índices numéricos sequenciais

$tests[] = [
    "array" => ["a", "b", "c", "d", "e"], 
    "is_sequential" => true,
    "is_associative" => false
];

// Teste 2: Array associativo

$tests[] = [
    "array" => ["name" => "foo", "lastname" => "bar"], 
    "is_sequential" => false,
    "is_associative" => true
];

// Teste 3: Array com chave do tipo string contendo inteiro válido

$tests[] = [
    "array" => ["0" => "foo", "1" => "bar"], 
    "is_sequential" => true,
    "is_associative" => false
];

// Teste 4: Array com índices do tipo float

$tests[] = [
    "array" => [0.5 => "foo", -3.5 => "bar"], 
    "is_sequential" => true,
    "is_associative" => false
];

// Teste 5: Array com índices do tipo booleanos

$tests[] = [
    "array" => [true => "foo", false => "bar"], 
    "is_sequential" => true,
    "is_associative" => false
];

// Teste 6: Array com índice nulo

$tests[] = [
    "array" => [null => "foo"], 
    "is_sequential" => false,
    "is_associative" => true
];

// Teste 7: Array misto

$tests[] = [
    "array" => ["foo", "baz" => "bar"], 
    "is_sequential" => false,
    "is_associative" => false
];

// Teste 8: Array de índices numéricos desordenados

$tests[] = [
    "array" => [1 => "foo", 0 => "bar"], 
    "is_sequential" => true,
    "is_associative" => false
];

// Teste 9: Array de índices numéricos ordenados não sequenciais

$tests[] = [
    "array" => [0 => "foo", 1 => "bar", 6 => "baz"], 
    "is_sequential" => true,
    "is_associative" => false
];

Solução

A solução mais simples que eu consigo ver é verificar o tipo das chaves do array, então:

/**
 * Função que testa se o array é sequencial.
 * 
 * @param array Array a ser testado
 * @return bool True se $array for sequencial, False caso contrário
 */

function is_sequential (array $array) {
    return array_filter($array, "is_int", ARRAY_FILTER_USE_KEY) == true;
}

/**
 * Função que testa se o array é associativo.
 * 
 * @param array Array a ser testado
 * @return bool True se $array for associativo, False caso contrário
 */

function is_associative (array $array) {
    return array_filter($array, "is_string", ARRAY_FILTER_USE_KEY) == true;
}

As soluções acima utilizam a coerção nativa do PHP em considerar um array não vazio como true e um array vazio como false. Portanto, se qualquer chave/valor do array passar pelo filtro definido, o array resultante será não vazio e a função retornará true. Se nenhum par chave/valor passar pelo filtro, o array resultante será vazio e o retorno da função será false.

Testes

A verificação dos testes é feita da seguinte forma:

try {
    foreach ($tests as $i => $test) {
        if ($test["is_sequential"] !== is_sequential($test["array"])) {
            throw new Exception(sprintf("is_sequential: Algo errado não está certo! Teste %d falhou.", $i+1));
        }

        if ($test["is_associative"] !== is_associative($test["array"])) {
            throw new Exception(sprintf("is_associative: Algo errado não está certo! Teste %d falhou.", $i+1));
        }
    }

    echo "Parabéns! Sua função passou em todos os testes.", PHP_EOL;
} catch (Exception $e) {
    echo $e->getMessage(), PHP_EOL;
}

Resultado

O resultado para as funções definidas pode ser encontrado no Repl.it, ou no Ideone.

Inconsistências

A solução apresentada acima funciona de acordo com as especificações do próprio PHP; isto é, se um array possuir pelo menos um valor que possa ser acessado via chave numérica, o array deve ser considerado array de índices numéricos; se o array possuir pelo menos um valor que possa ser acessado via chave do tipo string, o array deve ser considerado array associativo. Por isso, na solução apresentada, um array misto deve retornar verdadeiro para ambas as funções. A inconsistência (semântica) que esta solução gera se faz presente quando considerado o seguinte trecho de código:

if (is_sequential($array)) {
    for ($i = 0; $i < count($array); $i++) {
        echo $array[$i], PHP_EOL;
    }
}

Ou seja, se o array for de índices numéricos, percorra todos os elementos e exiba-os na tela. Se o array for misto, um dos elementos não estará acessível desta forma e em algum momento o índice $i não existirá, resultando no erro Undefined offset.

Uma forma de contornar esta inconsistência é adicionar um novo parâmetro às funções denominado $strict, do tipo booleano, que quando for verdadeiro, a função is_sequential retorne verdadeiro apenas quando o array for estritamente de índices numéricos e a função is_associative retorne verdadeiro apenas quando o array for estritamente associativo. Desta forma, a solução passaria a ser:

/**
 * Função que testa se o array é sequencial.
 * 
 * @param array Array a ser testado
 * @param bool Define se a verificação deve ser de modo rigoroso
 * @return bool True se $array for sequencial, False caso contrário
 */

function is_sequential (array $array, bool $strict = false) {
    return array_filter($array, "is_int", ARRAY_FILTER_USE_KEY) == ($strict ? $array : true);
}

/**
 * Função que testa se o array é associativo.
 * 
 * @param array Array a ser testado
 * @param bool Define se a verificação deve ser de modo rigoroso
 * @return bool True se $array for associativo, False caso contrário
 */

function is_associative (array $array, bool $strict = false) {
    return array_filter($array, "is_string", ARRAY_FILTER_USE_KEY) == ($strict ? $array : true);
}

Desta forma, o exemplo supracitado passaria a ser:

// Array puramente de índices numéricos
$array = ["foo", "baz", "bar"];

// Passará pela condição e será exibido
if (is_sequential($array, true)) {
    for ($i = 0; $i < count($array); $i++) {
        echo $array[$i], PHP_EOL;
    }
}

// Array misto
$array = ["foo", "baz" => "bar"];

// Não passará pela condição e não será exibido
if (is_sequential($array, true)) {
    for ($i = 0; $i < count($array); $i++) {
        echo $array[$i], PHP_EOL;
    }
}

Este exemplo pode ser visto no Repl.it ou no Ideone.


Outras soluções apresentadas

Nota: As verificações abaixo, das outras soluções apresentadas aqui, são apenas para efeito de comparação quando considerado todas as situações previstas pela documentação, através das coerções supracitadas. É esperado que as mesmas falharão em alguns testes, pois estas não levam em consideração todas as situações citadas. Esta comparação não deve ser vista como uma forma de demérito da minha parte, desmerecendo os respectivos autores. Inclusive acredito fielmente que qualquer tipo de conteúdo aqui é aproveitado de alguma forma.

  1. A solução apresentada aqui, por BrunoRB, falharia nos testes 4, 5, 7, 8 e 9. Ver os testes aqui.

  2. A solução apresentada aqui, por Guilherme Nascimento, falharia nos testes 4, 5, 7, 8 e 9. Ver os testes aqui.

  3. A solução apresentada aqui, por Wallace Maxters, falharia nos testes 4, 5, 7, 8 e 9. Ver os testes aqui.

  4. A solução apresentada aqui (adaptada), por Andrei Coelho, falharia nos testes 4, 7 e 9. Ver os testes aqui.

1
  • Muito bom mesmo. Uma nota: no meu primeiro código só falha no item 7. – Guilherme Nascimento 22/04/17 às 22:42
7
+100

Uma coisa legal que pode ser feita pra saber se o array é ou não associativo é convertendo ele para JSON e checando se o primeiro item do mesmo equivale ao caractere [ ao invés de {.

Quando um array em PHP é sequencial, a função json_encode gera um array em formato JSON. Já quando ele não é sequencial (mesmo que todos os índices sejam numéricos)¹, ele gerará um Object em formato JSON.

Veja:

$sequencial = array('bigown', 'bacco', 'gabe');
$nao_sequencial_1 = array(99 => 'bigown', 'bacco', 1 => 'gabe');
$nao_sequencial_2 = array('bigown' => 'moderador', 'bacco' => 'usuario', 'gabe' => 'cm');

Quando chamamos json_encode, as saídas são respectivamente:

["bigown","bacco","gabe"]

{"99":"bigown","100":"bacco","1":"gabe"}

{"bigown":"moderador","bacco":"usuario","gabe":"cm"}

Assim, a verificação do array sequencial poderia ser feita assim:

function array_is_list(array $array) {
     return strpos(json_encode($array), "[") === 0;
}

Nota ¹: Mesmo que todos os índices de um array sejam numéricos, isso não o torna sequencial, já que os números podem ser inseridos manualmente desordenadamente.

Nota ²: Se você definir os valores dos índices do array sequencialmente manualmente, a avaliação de array_is_list seria positiva.

Por exemplo, todos os casos abaixo retornariam TRUE

array_is_list([1, 2, 3]);

array_is_list([0 => 1, 1 => 2, 2 => 3]);

array_is_list([0 => 1, 2, 3]);

Atualização

O PHP está para lançar a versão 8.1. Nessa versão, será incluída a função array_is_list, conforme a RFC (que foi aprovada, por sinal).

Sobre essa proposta, temos o seguinte comentários sobre a função

... Add a new function array_is_list(array $array): bool that will return true if the array keys are 0 .. count($array)-1 in that order. For other arrays, it returns false. For non-arrays, it throws a TypeError.

3
  • 1
    Testei com exemplos de arrays simples e o json_encode foi metade do tempo que array_keys, mas agora efetuei um teste com o um array multidimensional com mais de 5000 itens (sei que é bem raro, só a nivel de teste mesmo) e ele foi 5 vezes mais lento, no entanto em situações normais ainda sim o json_encode pareceu uma boa. +1 – Guilherme Nascimento 20/04/17 às 18:14
  • function is_assoc($var) { return is_array($var) and (array_values($var) !== $var); } – Antonio Alexandre 21/04/17 às 2:50
  • Vide meu comentário na pergunta – Bacco 21/04/17 às 19:34
4

Eu sugiro trabalhar somente as chaves, pois isso pode ser mais performático que trabalhar os valores (itens), pois estes podem ser arrays multidimensionais, então se trabalhar apenas as chaves poderá ter uma leve melhoria.

Usando array_keys

Outra possível solução que encontrei foi sugerida pelo Jesse Jan:

function is_seq($array) {
    $k = array_keys($array);
    return $k === array_keys($k);
}

function is_assoc($array) {
    return !is_seq($array);
}
  • O $k = array_keys($array); pega as chaves dos array, por exemplo:

    • ['a' => 'foo', 'b' => 'bar']['a', 'b']
    • ['foo', 'bar'][0, 1]
    • ['a' => 2, 99 => 'bar']['a', 99]
  • O array_keys($k) "gera" um array com itens que tenham a mesma quantidade de itens que o array original, mas em sequencia començando do 0

    • ['a' => 'foo', 'b' => 'bar']['a', 'b'][0, 1]
    • ['foo', 'bar'][0, 1][0, 1]
    • ['a' => 2, 99 => 'bar']['a', 99][0, 1]

Veja que apenas o exemplo 2 (... => [0, 1] => [0, 1]) teve os resultados iguais, isto faz considerar como "sequencia".

No entanto se deseja que o array tenha apenas alguns indices, como por exemplo: [ 0 => 'foo', 9 => 'bar' ] então pode usar array_filter com is_string, este funcionou quando usado $arr = array(1 => 'bigown', 3 => 'bacco', 2 => 'gabe');, exemplo mantido por questões de testes:

//Checa se é sequencial
function is_seq($array) {
    $result = array_filter(array_keys($array), function ($value) {
        return is_int($value) === false;
    });

    return empty($result);
}

//Checa se é associativa
function is_assoc($array) {
    return !is_seq($array);
}

Ou pode fazer assim:

function is_seq($array) {
    return ctype_digit(implode('', array_keys($array)));
}

Exemplo de uso:

$assoc = array('a' => 1, 2, 3, 4);
$list = array(1, 2, 3, 4);
$arr = array(1 => 'bigown', 3 => 'bacco', 2 => 'gabe');

var_dump('$assoc is_assoc: ', is_assoc($assoc));
var_dump('$assoc is_seq: ', is_seq($assoc));

var_dump('$list is_assoc: ', is_assoc($list));
var_dump('$list is_seq: ', is_seq($list));

var_dump('$list is_assoc: ', is_assoc($arr));
var_dump('$list is_seq: ', is_seq($arr));

ideone: https://ideone.com/WSOKiB


Testes de performance:

  • wallace: 0.0075829029083252ms
  • anderson: 0.037861824035645ms
  • guilherme1: 0.026437997817993ms
  • guilherme2: 0.056728839874268ms

O exemplo do Wallace se saiu melhor e praticamente todos testes, um exemplo:

<?php
$array = range(1, 800);

function guilherme1($array) {
    return ctype_digit(implode('', array_keys($array)));
}

function guilherme2($array) {
    $result = array_filter(array_keys($array), function ($value) {
        return is_int($value) === false;
    });

    return empty($result);
}

function wallace($array) {
     return strpos(json_encode($array), '[') === 0;
}

function anderson($array) {
    return array_filter($array, 'is_int', ARRAY_FILTER_USE_KEY) == true;
}

function test($callback, $arr) {
    $x = microtime(true);

    for ($i=0; $i < 100; $i++) {
        $callback($arr);
    }

    echo $callback, ': ', microtime(true) - $x, 'ms', PHP_EOL;
}

test('wallace', $array);
test('anderson', $array);
test('guilherme1', $array);
test('guilherme2', $array);
2

Com o array_key_exists você consegue fazer isso, veja:

    // array associativo
$arrayAss = array('maçã', 'numero' => 1,  'cor' => 'vermelho');

// array sequencial
$arraySeq = array('maçã', 1, 'vermelho');

// conta quantidades
$quantAss = count($arrayAss);
$quantSeq = count($arraySeq);

$tipo = "sequencial";

// aqui ele vai retornar associativo, pois o for vai passar de forma sequencial e uma hora vai dar "false" no array_key_exists...

for($x = 0; $x < $quantAss; $x ++){

    if(array_key_exists($x, $arrayAss) == false){

        $tipo = "associativo";

        break;

    }

}

echo $tipo;

no caso abaixo ele retornará sequencial pois o valor do array_key_exists nunca será false

   $tipo = "sequencial";

   for($x = 0; $x < $quantSeq; $x ++){

    if(array_key_exists($x, $arraySeq ) == false){

        $tipo = "associativo";

        break;

    }

}

echo $tipo;

fiz o teste aqui e deu certo...

claro que você poderá incrementar a melhor forma para você.

Abraço!

0

Uma solução bem concisa usando as fuções range e array_keys:

// true caso $arrayVar seja uma lista sequencial (indexada de 0 até N, sem gaps)
array_keys($arrayVar) === range(0, count($arrayVar) - 1);

Usando os exemplos da questão:

  • array('item 1', 'dois' => 'item 2'); gera [0, 'dois'] === [0, 1]; // false
  • array('item 1', 'item 2'); gera [0, 1] === [0, 1]; // true

Array vazio daria false já que range(0, -1) gera [0, -1], se esse resultado é certo ou errado eu diria que é uma questao filosófica sem resposta ;) mas caso deseje true basta adicionar $arrayVar && antes da comparação.

5
  • O range e o array_keys do primeiro array_keys (pt.stackoverflow.com/a/199090/3635) tem o mesmo efeito, a diferença é que gerar o range é brevemente mais lento. – Guilherme Nascimento 21/04/17 às 1:22
  • Esta forma também não funciona caso os índices não forem sequenciais ou um dos elementos for excluído do array: repl.it/HTFo/1 – Woss 21/04/17 às 1:26
  • Para indices não sequencias acredito que esteja correto o comportamento já que a própria questão fala "com números sequenciais". Para exclusão (unset) dependendo de como você quiser ver está certo ou errado. – BrunoRB 21/04/17 às 1:34
  • Pode ser que sim, mas eu acredito que o "com números sequenciais" ele quis dizer array de índices numéricos, não necessariamente sequenciais. De qualquer forma, acredito mais ainda que seja interessante uma forma que funcione para qualquer situação. – Woss 21/04/17 às 1:53
  • 1
    Sequencial é sequencial. Todas as respostas foram úteis. O que quis dizer é que queria uma solução pra saber se o array do PHP é uma espécie de Hash ou um List (parecido com array do Javascript) – Wallace Maxters 21/04/17 às 14:37
0

Sempre utilizei a função abaixo para essa verificação:

function is_assoc($array)
{

    $arr_keys  = array_keys($array);
    $arr_shift = array_shift($arr_keys);
    if(is_array($array) && !is_numeric($arr_shift))
    {
        return true;
    }

    return false;
}

Explicação do código:

array_keys — Essa função está presente no php desde o PHP 4. Retorna todas as chaves ou uma parte das chaves de um array.

array_shift - retira o primeiro elemento do array e o retorna. Também reordena os índices dos elementos, começando os índices de zero, enquanto as chaves string permanecem alteradas. Foi utilizado aqui apenas para pegar o primeiro elemento do array retornado por array_keys.

Em seguida no if verifica se a variável passada é um array e se o elemento da array_key não era um número.

Em suma, se for um array e o índice não for numérico, é um array associativo.

Resposta melhorada após o comentário do Guilherme Nascimento:

function is_assoc($array)
{
    if(is_array($array))
    {
        $arr_keys  = array_keys($array);
        $arr_shift = array_shift($arr_keys);

        return !is_numeric($arr_shift); 
    }

    return false;
}
3
  • Sugestão, reduza disto if(is_array($array) && !is_numeric($arr_shift)) { return true; } return false; para isto return is_array($array) && !is_numeric($arr_shift); – Guilherme Nascimento 25/04/17 às 0:50
  • Na verdade olhando bem a verificação is_array esta em uma ordem bem errada :/, vc checa o is_array depois de usar o array_keys e array_shift. – Guilherme Nascimento 25/04/17 às 0:54
  • Verdade Guilherme, vou melhorar isso. – Antonio Alexandre 25/04/17 às 0:56
0

Array associativo ou numérico

Use a função array_filter com a função 'is_string' de callback. Em seguida faça uma contagem.

A função array_filter retornará um array somente com as keys associativas, caso existam.

Exemplo

$array = array('item 1', 'dois' => 'item 2');

$arrayAssociativo = array_filter(array_keys($array), 'is_string');

echo count($arrayAssociativo) > 0 ? 'Associativo' : 'Numérico';
4
  • Entre count e empty não vejo muitas diferenças: pt.stackoverflow.com/a/199090/3635, basicamente é a mesma resposta. – Guilherme Nascimento 22/04/17 às 22:30
  • O teste ainda pode falhar. Se eu determinar que o array seja [1 => 1, 5 => 5, 10 => 10], seu teste vai retornar verdadeiro. É diferente o índice ser sequencial do que ser numérico. – Wallace Maxters 25/04/17 às 0:55
  • @WallaceMaxters, presumi que com "sequencial" você quis dizer não-associativos. Nesse caso o correto seria retorna "numérico". Editado. – Igor Albuquerque 25/04/17 às 1:21
  • @IgorAlbuquerque eu achei que sequencial tava fácil de entender que era um array com índices em sequência... tipo 0, 1, 2, 3.. igual no Javascript... – Wallace Maxters 25/04/17 às 1:27

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.