5

Gostaria de saber como usar o path num sistema procedural, a forma correta de definir o/os caminhos, e de acessar os arquivos, e o que mais for importante saber a respeito. Pesquisando encontrei mais exemplos em OOP, e não encontrei nada por aqui sobre este assunto.

Estou usando ../, e às vezes ../../../../ rsrs então acho que já é hora de arrumar isso.

Sei que posso usar define, mas fiquei na dúvida de onde incluir, e não entendi bem o funcionamento dos DIRECTORY_SEPARATOR, e as opções. Nesta pergunta no SO, tem vários caminhos definidos, não apenas a raiz, e quero saber, usando o sistema procedural, como faço pra usar isso. Crio um arquivo com todas estas regras pra cada diretório? Como acesso estes diretórios depois?

Vou postar um exemplo de utilização do path para gerar um log de erro (que foi usado nesta resposta) e se alguém se dispuser a explicar os detalhes, acho que seria interessante para ilustrar o funcionamento.

ini_set('error_log', BASE_DIR . DIRECTORY_SEPARATOR . 'logs' . DS . 'php' . DIRECTORY_SEPARATOR . 'PHP_errors-' . date('Ym') . '.log');
  • Qual versão do php está usando? tem algumas coisas que simplificam – rray 2/10/15 às 0:32
  • versão 5.5.4 @rray – gustavox 2/10/15 às 0:33
  • Minha sugestão é parecida com a do SOen, definir um arquivo com somente constantes, a primeira delas a raiz(ROOT_PATH) do projeto, se precisar pode criar outras como, TEMPLATE_PATH, LIB_PATH etc. – rray 2/10/15 às 0:34
  • 1
  • 1
    Cada arquivo, que vc utilizar vai precisar do include. Ai chama as constantes direto. include 'LIB_PATH/funcoes/data.php';. – rray 2/10/15 às 0:44

1 Resposta 1

1

Geralmente crio um arquivo define.php, com os diretórios, utilizando as definições anteriores, muito parecido com o exemplo do SO, sempre finalizando a definição com barra.

<?php
define('ROOT_DIR', filter_input(INPUT_SERVER, 'DOCUMENT_ROOT') . '/');
  define('TEMPLATE_DIR', ROOT_DIR . 'class/');
  define('CLASS_DIR', ROOT_DIR . 'class/');
  define('LIB_DIR', ROOT_DIR . 'library/');
  // insira outros diretórios de interesse

No código você pode utilizar concatenando sem utilizar barra no começo.

<?php
include TEMPLATE_DIR . 'template.html';
include LIB_DIR . 'foo/foo.php';

No código de exemplo é utilizada uma constante DS que é comumente utilizada em substituição à DIRECTORY_SEPARATOR. Muitos projetos definem após verificar se não existe, por ser uma prática difundida é necessário fazer essa verificação para não gerar erros.

<?php
if (!defined('DS')) {
    define('DS', DIRECTORY_SEPARATOR);
}

Entretanto não é necessário utilizar essas constantes.

No Windows tanto a barra (/) quanto a barra invertida (\) são usadas como caracter de separacao do caminho. Em outros ambientes, somente a barra (/).

Fonte: http://php.net/manual/pt_BR/function.basename.php

Dessa maneira o código poderia ser escrito.

<?php
ini_set('error_log', BASE_DIR . '/logs/php/PHP_errors-' . date('Ym') . '.log');

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.