29

Exemplo de implementação:

 public class MyClass implements Serializable{
     private static final long serialVersionUID = 1L;
 }

3 Respostas 3

44

A serialização significa salvar o estado atual dos objetos em arquivos em formato binário para o seu computador, sendo assim esse estado poderá ser recuperado posteriormente recriando o objeto em memória assim como ele estava no momento da sua serialização.

Veja a ilustração:

inserir a descrição da imagem aqui

Fonte: State of the art - Nuances sobre serialização de objetos com herança em Java

Para que seja possível serializar e desserializar um objeto, é obrigatório que a sua classe implemente a interface Serializable.

Um exemplo de um código que serializa um objeto:

import java.io.*;

public class SerializeDemo
{
   public static void main(String [] args)
   {
      Employee e = new Employee();
      e.name = "Reyan Ali";
      e.address = "Phokka Kuan, Ambehta Peer";
      e.SSN = 11122333;
      e.number = 101;

      try
      {
         FileOutputStream fileOut =
         new FileOutputStream("/tmp/employee.ser");
         ObjectOutputStream out = new ObjectOutputStream(fileOut);
         out.writeObject(e);
         out.close();
         fileOut.close();
         System.out.printf("Serialized data is saved in /tmp/employee.ser");
      }catch(IOException i)
      {
          i.printStackTrace();
      }
   }
}

Desserializando o mesmo objeto:

import java.io.*;
public class DeserializeDemo
{
   public static void main(String [] args)
   {
      Employee e = null;
      try
      {
         FileInputStream fileIn = new FileInputStream("/tmp/employee.ser");
         ObjectInputStream in = new ObjectInputStream(fileIn);
         e = (Employee) in.readObject();
         in.close();
         fileIn.close();
      }catch(IOException i)
      {
         i.printStackTrace();
         return;
      }catch(ClassNotFoundException c)
      {
         System.out.println("Employee class not found");
         c.printStackTrace();
         return;
      }
      System.out.println("Deserialized Employee...");
      System.out.println("Name: " + e.name);
      System.out.println("Address: " + e.address);
      System.out.println("SSN: " + e.SSN);
      System.out.println("Number: " + e.number);
    }
}

Resultado:

Deserialized Employee...
Name: Reyan Ali
Address:Phokka Kuan, Ambehta Peer
SSN: 0
Number:101

Fonte: Tutorials Point

  • 13
    Vim aqui dar +1 só pela foto do bicho inflável. – Leonel Sanches da Silva 22/09/15 às 14:19
  • Que não é muito precisa, por sinal. O bicho deveria ser desmontado em suas partes componentes, que deveriam passar através de um duto, para ser remontado do outro lado. :P – Piovezan 22/09/15 às 16:10
  • É legal citar por exemplo que para colocar objetos em fila, clonar (apache commons) é preciso implementar a interface Serializable – fabiohbarbosa 24/09/15 às 10:50
  • 1
    @Math Talvez ele esteja usando o termo "serializar" de uma forma mais genérica, por exemplo quando você transforma um objeto em string JSON, que também é uma forma de serialização, embora não use o mecanismo fornecido pelo Java. Usando-se o mecanismo do Java não apenas a classe deve implementar Serializable, como você disse, como também as classes de todos os seus atributos, e os atributos dos seus atributos e assim por diante. – Piovezan 25/09/15 às 19:30
  • 1
    @Math existem muitas maneiras de serializar um objeto, particularmente eu utilizo uma solução que consiste em serializar uma instancia de um objeto em um json e recuperar a instancia utilizando reflection; mas isso pode ser implementado na mão. – David Schrammel 28/09/15 às 19:28
11

Ela dá capacidade da classe produzir um formato em que os dados do objeto sejam usados de forma externa ao código, em geral ele é persistido em alguma forma de armazenamento temporário ou permanente ou é transmitido para outro recurso.

Este formato pode ser texto ou binário em diversas variantes padrões ou proprietárias. É muito comum usar JSON ou XML.

A desserialização é o processo oposto. Pega-se dados em um formato conhecido e coloca os dados encontrados no estado serializado dentro dos membros da classe criando ou atualizando um objeto.

Implementar esta interface não é muito trivial, ainda que pareça ser. É comum se usar uma solução pronta que usa reflexão. É comum a serialização expor partes privadas da classe, o que muitas vezes não é desejável, então precisa de cuidado, por outro lado sem as partes privadas pode não ter tudo o que é necessário.

  • json , xml também? – Jose Vieira Neto 22/09/15 às 14:06
  • Estes são os formatos mais comuns quando se serializa para texto. – Maniero 22/09/15 às 14:07
  • blz obrigado pelo retorno :) – Jose Vieira Neto 22/09/15 às 14:11
7

Adicionando a interface serializable será possível transformar o objeto num formato que poderá ser salvo num arquivo. Por exemplo, para utilizar um ObjectOutputStream e salvar um objeto num arquivo do disco será necessário implementar essa interface.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.