3

Em C++ existem diversas maneiras de se criar um construtor e de instanciar um objeto. Porém são tantas maneiras que estou confuso com a diferença de cada uma.

Supondo que eu tenha a seguinte classe:

using namespace std;
class Carro
{
    private:
        string modelo;
        string marca;
    public:
        Carro(){}
        Carro(string x, string y) { modelo = x; marca = y;}
}

Qual seria a diferença entre as seguintes formas de se instanciar o objeto?

Carro carro = new Carro;

Carro carro;

Carro carro();

Carro carro("Astra", "Chevrolet");

Carro *carro = new Carro;    // Usando ponteiro

Carro *carro = new Carro();  // Usando ponteiro

Gostaria também de saber como funciona o : na hora de declarar um construtor, por exemplo:

Carro(string x, string y) : modelo(x), marca(y) {}
3
Carro carro = new Carro;

Não é possível.

Carro carro;

Está declarando a variável do tipo Carro mas nada está sendo atribuído para esta variável. Ela é armazenada no próprio stack.

Carro carro();

Está declarando uma função que retorna um tipo Carro. Não faz muito sentido neste contexto.

Carro carro("Astra", "Chevrolet");

Está chamando um construtor da classe que recebe os parâmetros especificados.

Carro *carro = new Carro;

Muda a forma de inicialização. Na maior parte dos casos não faz diferença. Existem casos que a inicialização poderá ocorrer por padrão ou por valor. Neste exemplo o resultado será o mesmo mas dependendo de como a classe seja declarada, pode inicializar de forma diferente. Não sei de todos os detalhes sobre isto.

Carro *carro = new Carro();

Está alocando no heap, por isto precisa criar uma nova alocação de memória e o endereço desta alocação será atribuído obviamente para um ponteiro e não diretamente o tipo.

Entenda sobre stack e heap.

Saiba mais sobre construtores.

Veja sobre sobrecarga e assinatura do método.

Informações sobre alocação e ponteiros.

Mais informações porque usar ponteiros.

Como decidir se deve usar ponteiro.

Pergunta semelhante com mais alguns detalhes.

A última questão já é outro assunto e deveria ser outra pergunta mas acho que pode entender em pergunta já feita.

  • No caso da terceira, Carro carro(), quando eu chamo algum método, ao compilar eu recebo o seguinte erro: error: request for member 'getModelo' in 'carro', which is of non-class type 'Carro(). Isso teria algo a ver com o stack? – André Sanches 20/09/15 às 16:47
  • Poderia mas não tem como eu saber já que este método não existe na classe que você mostrou. Mas como o erro é outro eu imagino que adicionou ele depois. Então sim, tem situações que a classe no stack pode não funcionar como esperada. – Maniero 20/09/15 às 16:49
  • Encontrei o motivo deste erro. Na verdade, o que acontece nesse caso é que o compilador interpreta carro() como um outro tipo de construtor, e não como o construtor padrão (o construtor padrão começa com maiúscula). O compilador irá interpretar como construtor padrão apenas se os parênteses estiverem omitidos, que é o caso da segunda opção (Carro carro;). Encontrei a solução aqui: stackoverflow.com/questions/877523/… – André Sanches 20/09/15 às 17:15
  • Sim, tem isto também, mas você estava falando de coisas que sequer estão presentas no que você postou. Não é o caso da primeira porque ela está tentando alocar no heap, não havendo está confusão. Mas a primeira está errada porque está tentando jogar um ponteiro como valor da classe. – Maniero 20/09/15 às 17:20
3

Ficaram algumas pequenas nuances por explicar, por isso deixo aqui alguns comentários.

Para o teu exemplo

using namespace std;
class Carro
{
    private:
        string modelo;
        string marca;
    public:
        Carro(){}
        Carro(string x, string y) { modelo = x; marca = y;}
}
  • Carro carro = new Carro;

    • Esta instrução é inválida/a sintaxe não é válida no C++
  • Carro carro;

    • Declara uma variável do tipo Carro no escopo (scope) local, geralmente na stack, que será automaticamente destruida quando o escopo (scope) terminar.
  • Carro carro();

    • Declara não uma variável mas sim uma função sem argumentos, que devolve um objecto do tipo Carro. Esta é a razão pela qual obtens a seguinte mensagem de erro: error: request for member 'getModelo' in 'carro', which is of non-class type 'Carro(). Fica fácil agora perceber o porquê do erro.
  • Carro carro("Astra", "Chevrolet");

    • Declara uma variável do tipo Carro no escopo (scope) local, geralmente na stack, que será automaticamente destruida quando o escopo (scope) terminar. Ao contrário do segundo exemplo, aqui não será executado o construtor default, mas sim o construtor que recebe dois argumentos.
  • Carro *carro = new Carro; // Usando ponteiro

    • Chamada ao construtor por defeito (inicialização por defeito)
  • Carro *carro = new Carro(); // Usando ponteiro

    • Chamada ao construtor por defeito (inicialização por valor)

Nos dois últimos exemplos a diferença prende-se com a inicialização dos membros da classe, mas para o teu exemplo em particular, não existe diferença prática. As instruções alocam um espaço de memória através da chamada ao operador new() e implicitamente efectuam uma chamada ao constructor Carro::Carro(), com o apontador this a apontar para um espaço nessa memória (devolvido pelo new()). Este endereço é depois guardado no apontador carro (stack). Uma vez que a memória alocado não é libertada automaticamente quando o escopo termina, é necessário efectuar a gestão de memória de forma manual através da instrução delete.

Se quiseres ler mais em relação à diferença entre

Carro *carro = new Carro;    // Usando ponteiro
Carro *carro = new Carro();  // Usando ponteiro

Podes ler o próprio standard da linguagem:

To zero-initialize an object of type T means:
— if T is a scalar type (3.9), the object is set to the value of 0 (zero) converted to T;
— if T is a non-union class type, each nonstatic data member and each base-class subobject is zero-initialized;
— if T is a union type, the object’s first named data member is zero-initialized;
— if T is an array type, each element is zero-initialized;
— if T is a reference type, no initialization is performed.

To default-initialize an object of type T means:
— if T is a non-POD class type (clause 9), the default constructor for T is called (and the initialization is ill-formed if T has no accessible default constructor);
— if T is an array type, each element is default-initialized;
— otherwise, the object is zero-initialized.

To value-initialize an object of type T means:
— if T is a class type (clause 9) with a user-declared constructor (12.1), then the default constructor for T is called (and the initialization is ill-formed if T has no accessible default constructor);
— if T is a non-union class type without a user-declared constructor, then every non-static data member and base-class component of T is value-initialized;
— if T is an array type, then each element is value-initialized;
— otherwise, the object is zero-initialized

A program that calls for default-initialization or value-initialization of an entity of reference type is ill-formed. If T is a cv-qualified type, the cv-unqualified version of T is used for these definitions of zero-initialization, default-initialization, and value-initialization.

Esta é mais uma das preciosidades do C++ que todos nós adoramos. :)

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.