4

Como faço para inserir o objeto ProdutoIngrediente no banco de dados que é composto por um objeto Ingrediente que já existe no banco de dados, sem duplicar o objeto Ingrediente na base de dados. Se eu retirar o cascade e colocar no Ingrediente o ID (primary key auto increment) do objeto, dá erro. O correto não seria o Hibernate não salvar o objeto? Será que no momento da inserção ele menospreza o ID por ser auto increment?

Erro:

Exception in thread "main" org.hibernate.TransientPropertyValueException: Not-null property references a transient value - transient instance must be saved before current operation : entity.ProdutoIngrediente.ingrediente -> entity.Ingrediente

Classes:

@Entity
@Table(name = "produto_ingrediente")
public class ProdutoIngrediente implements java.io.Serializable {
           ......
    @ManyToOne(fetch = FetchType.LAZY)
    @JoinColumn(name = "id_ingrediente", nullable = false)
    public Ingrediente getIngrediente() {
        return this.ingrediente;
    }

    public void setIngrediente(Ingrediente ingrediente) {
        this.ingrediente = ingrediente;
    }
}

@Entity
@Table(name = "produto", catalog = "grupotenkite2")
public class Produto implements java.io.Serializable {
...
    @Id
    @GeneratedValue(strategy = IDENTITY)
    @Column(name = "id_produto", unique = true, nullable = false)
    public Integer getIdProduto() {
        return this.idProduto;
    }
}

Relação entre o produto e ingrediente

4
  • 1
    Erro de projeto. Se existe um atributo que não pode ser duplicado ele deveria ser a chave e não criar um auto-incremento. – user4552 8/03/14 às 22:24
  • 1
    Poste os ids das suas entidades, a modelagem dos relacionamentos, bem como seu esquema de dados. Pelo que entendi a tabela produto_ingrediente é uma tabela de relacionamento many-to-many (provavelmente com atributos extras, o que justifica a decisão de ter uma entidade separada). – Anthony Accioly 8/03/14 às 23:37
  • 1
    Se for esse o caso, modele a entidade com uma chave composta e relacionamentos se valendo de @PrimaryKeyJoinColumns (e reflita isso no banco criando uma PK Composta, o que evita ingredientes duplicados para o mesmo produto). Você poderá persistir a entidade sem problemas. Exemplo - Em Inglês. Pense no addEmployee(Employee employee, boolean teamLead) como, por exemplo adicionarIngrediente(Ingrediente ingrediente, BigDecimal quantidade); – Anthony Accioly 8/03/14 às 23:44
  • @AnthonyAccioly dê uma olhada no diagrama de entidade e relacionamento que eu coloquei, por favor. O que você me recomenda. a intenção é deixar que um produto tenha mais um ingrediente.. No meu programa, primeiro insiro todos os ingredientes do sistema e depois adiciono o produto e faço a conexão através da tabela 'produto_ingrediente' – diegosoaresub 9/03/14 às 0:43

1 Resposta 1

4

Como eu modelaria o problema.

Banco de Dados

  1. Removeria a PK id_produtoIngrediente completamente. Ela permite que o mesmo ingrediente seja repetido para um produto, o que não reflete o seu negócio (cada ingrediente será associado uma única vez ao produto):

    alter table produto_ingrediente drop column id_produtoIngrediente;
    
  2. No lugar da PK artificial usaria um PK composta natural:

    alter table produto_ingrediente add primary key(id_produto, id_ingrediente);
    

    Esse novo modelo não permite que o mesmo ingrediente seja associado múltiplas vezes a um produto ou vice-versa.

JPA

  1. Naturalmente, sua entidade ProdutoIngrediente deve refletir a chave composta:

    @Entity
    @Table(name="produto_ingrediente")
    @IdClass(ProdutoIngredienteId.class)
    public class ProdutoIngrediente implements Serializable {
       @Id
       @Column(name="id_produto", nullable = false)
       private Integer idProduto;
       @Id
       @Column(name="id_ingrediente", nullable = false)
       private Integer idIngrediente;
       @ManyToOne
       @PrimaryKeyJoinColumn(name="id_produto")
       private Produto produto;
       @ManyToOne
       @PrimaryKeyJoinColumn(name="id_ingrediente")
       private Ingrediente ingrediente;
    
       // Demais campos...
       // Getters & Setters
       // equals e hashCode como abaixo
    }
    
  2. Reparou na anotação @IdClass para mapear uma chave composta? Na verdade você pode escolher entre essa sintaxe para chaves compostas ou uma sintaxe ligeiramente diferente usando chaves embutidas. Pessoalmente acho a primeira variação mais limpa. Sendo assim, segue uma implementação para ProdutoIngredienteId:

    public class ProdutoIngredienteId {
        private Integer idProduto;
        private Integer idIngrediente;
    
        // getters & setters
    
        // Métodos de exemplo gerados com o IDE
        @Override
        public boolean equals(Object o) {
            if (this == o) return true;
            if (o == null || getClass() != o.getClass()) return false;
            ProdutoIngredienteId that = (ProdutoIngredienteId) o;
            if (!idIngrediente.equals(that.idIngrediente)) return false;
            if (!idProduto.equals(that.idProduto)) return false;
    
            return true;
        }
    
        @Override
        public int hashCode() {
            int result = idProduto.hashCode();
            result = 31 * result + idIngrediente.hashCode();
            return result;
        }
    }
    
  3. Do lado do produto você possui uma coleção de associações. Como as associações são únicas e a ordem dos ingredientes não parece ser importante, acredito que um Set seja mais apropriado que uma List:

    @Entity
    @Table(name = "produto", catalog = "grupotenkite2")
    public class Produto implements java.io.Serializable {    
        @Id
        @GeneratedValue(strategy = IDENTITY)
        @Column(name = "id_produto", unique = true, nullable = false)
        private Integer idProduto;
        @OneToMany(mappedBy="produto")
        private Set<ProdutoIngrediente> ingredientes;
    
        // getters & setters
    
  4. Finalmente, como é responsabilidade da sua aplicação manter as duas pontas de uma relação bidirecional, o código para associar um ingrediente a um produto é um tanto quanto tedioso:

        Produto pizza = em.find(Produto.class, idPizza);
        Ingrediente farinha = em.find(Ingrediente.class, idFarinha);
    
        // Cria a associacao (tabela many to many)
        ProdutoIngrediente associacao = new ProdutoIngrediente();
        associacao.setProduto(pizza);
        associacao.setIngrediente(farinha);
        associacao.setIdProduto(pizza.getId());
        associacao.setIdIngrediente(farinha.getId());
    
        // demais parâmetros da associação
    
        // adiciona a associacao do lado do produto
        pizza.getIngredientes().add(associacao);
        // adiciona a associacao do lado do ingrediente (se existir)
        farinha.getProdutos().add(associacao);
    

    Dessa maneira, como você irá adicionar ingredientes persistidos ao produto, você pode esconder a complexidade da associação em um método do Produto;

    public boolean adicionarIngrediente(Ingrediente ingrediente, boolean opcional, 
            boolean padrao, BigDecimal valor) { // ...
    

    A vantagem de fazer isso é que seu código cliente não terá que lidar com associações diretamente, podendo adicionar novos ingredientes ao produto de maneira natural:

    Produto pizza = em.find(Produto.class, idPizza);
    Ingrediente farinha = em.find(Ingrediente.class, idFarinha);
    pizza.adicionarIngrediente(farinha, false, true, new BigDecimal("0.60"));
    

    Se a quantidade de parâmetros da associação começar a crescer demais repense seu modelo e crie um objeto auxiliar.

OBS1: preferi usar as anotações nos campos, mas você pode adaptar esse código para anotar propriedades conforme seu código atual.

OBS2: Desculpe a resposta gigante, mas prefiro correr o risco de ser pedante ao risco de assumir conhecimento prévio e pular alguma informação importante para a solução do problema.

2
  • Muito obrigado pelo esforço.. ficou claro o problema e a solução, vou tentar adaptá-la ao meu código :) – diegosoaresub 9/03/14 às 3:33
  • Não há de que. Boa sorte! :) – Anthony Accioly 9/03/14 às 3:51

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.