3

Como criar uma tabela de log de auditoria em MySQL que armazene quando e o que foi alterado em cada registro? O MySQL disponibiliza algo que pode facilitar esse tipo de coisa?

2 Respostas 2

3

O MySQL não disponibiliza nada assim, até porque não é função dele dar soluções prontas para problemas específicos. Você terá que criar uma estrutura que atenda todas suas necessidade de log e fazer as atualizações na tabela de forma tradicional. As entradas do log são dados como quaisquer outros, não tem nada de especial nele.

Nem vou me arriscar dar um modelo pronto porque eu não sei o que você precisa.

Alguns irão dizer para usar uma tabela MyISAM por ser mais simples e rápida. Outros dirão para usar InnoDB por permitir melhor escalabilidade. Só você testando sua situação é que saberá qual é mais adequado. Tunar este DB é mais importante.

O que eu posso te ajudar é te mostrar o TRIGGER que pode garantir a sempre escrever nesta tabela quando fizer alguma alteração em outras tabelas. Como o próprio nome indica com ele você cria os gatilhos em tabelas, então qualquer operação que foi engatilhada gerará uma outra query que atualizará a tabela de log.

Outra coisa que pode te interessar é a implementação de temporal tables. Veja como simular no MySQL em resposta no DBA.SE e no SO.

CREATE TABLE `data_tracking` (
`tracking_id` INT NOT NULL AUTO_INCREMENT PRIMARY KEY ,
`data_id` INT NOT NULL ,
`field` VARCHAR( 50 ) NOT NULL ,
`old_value` INT NOT NULL ,
`new_value` INT NOT NULL ,
`modified` DATETIME NOT NULL
) ENGINE = MYISAM ;

Para atualizá-la faria isto (dá para generalizar e usar para qualquer tabela):

DELIMITER $$

DROP TRIGGER `update_data `$$

CREATE TRIGGER `update_data` AFTER UPDATE on `data_table`
FOR EACH ROW
BEGIN
    IF (NEW.field1 != OLD.field1) THEN
        INSERT INTO data_tracking 
            (`data_id` , `field` , `old_value` , `new_value` , `modified` ) 
        VALUES 
            (NEW.data_id, "field1", OLD.field1, NEW.field1, NOW());
    END IF;
    IF (NEW.field2 != OLD.field2) THEN
        INSERT INTO data_tracking 
            (`data_id` , `field` , `old_value` , `new_value` , `modified` ) 
        VALUES 
            (NEW.data_id, "field2", OLD.field2, NEW.field2, NOW());
    END IF;
    IF (NEW.field3 != OLD.field3) THEN
        INSERT INTO data_tracking 
            (`data_id` , `field` , `old_value` , `new_value` , `modified` ) 
        VALUES 
            (NEW.data_id, "field3", OLD.field3, NEW.field3, NOW());
    END IF;
END$$

DELIMITER ;

Coloquei no GitHub para referência futura.

Dependendo do que quer, não é um sistema de log que precisa.

Talvez a solução mais adequada provavelmente é usar um sistema de log disponível em alguma biblioteca para sua linguagem e ela se encarregará de montar ou documentar como fazer sua tabela no MySQL. Montar a tabela no banco de dados é o menor dos problemas para cuidar em um sistema de log.

3

Uma opção a isso que conheci recentemente, é um auditor, existe um componente de auditoria provido pelo MySQL, o MySQL Audit Enterprise, e existe também o MariaDB Audit Plugin, do MariaDB, que é um auditor, que gera diversos logs que podem ser bastante interessantes, para a auditoria das ações dos usuários na base de dados.

Abaixo um exemplo de arquivo de log gerado pelo MariaDB Audit em MySQL.

20150831 14:56:48,NoteCelso,root,localhost,326,7,QUERY,,'SET GLOBAL server_audit_logging=ON',0
20150831 14:56:51,NoteCelso,root,localhost,326,0,DISCONNECT,,,0
20150831 14:56:54,NoteCelso,root,localhost,327,0,FAILED_CONNECT,,,1045
20150831 14:56:54,NoteCelso,root,localhost,327,0,DISCONNECT,,,0
20150831 14:56:57,NoteCelso,root,localhost,328,0,CONNECT,,,0
20150831 14:56:57,NoteCelso,root,localhost,328,10,QUERY,,'select @@version_comment limit 1',0
20150831 14:57:02,NoteCelso,root,localhost,328,11,QUERY,,'show databases',0
20150831 14:57:38,NoteCelso,root,localhost,328,0,DISCONNECT,,,0
20150831 14:58:05,NoteCelso,root,localhost,230,12,QUERY,,'select * from extratos LIMIT 0, 1000',0
20150831 16:46:03,NoteCelso,root,localhost,406,439,QUERY,,'SET NAMES \'utf8\'',0
20150831 16:46:03,NoteCelso,root,localhost,406,440,QUERY,,'SET character_set_connection=utf8',0
20150831 16:46:03,NoteCelso,root,localhost,406,441,QUERY,,'SET character_set_client=utf8',0
20150831 16:46:03,NoteCelso,root,localhost,406,442,QUERY,,'SET character_set_results=utf8',0
20150831 16:46:03,NoteCelso,root,localhost,406,443,QUERY,,'SELECT SQL_CALC_FOUND_ROWS idVendedor, nome, saldo_verba, saldo_verba_pendente
        FROM   vendedores

        ORDER BY  idVendedor
                    asc
        LIMIT 0, 9',0
20150831 16:46:03,NoteCelso,root,localhost,406,444,QUERY,,'SELECT FOUND_ROWS()',0
20150831 16:46:03,NoteCelso,root,localhost,406,445,QUERY,,'SELECT COUNT(idVendedor)
        FROM   vendedores',0
20150831 16:46:03,NoteCelso,root,localhost,406,0,DISCONNECT,,,0

Em alguns casos uma solução desta já resolve, dependendo da necessidade.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.