7

Vejo que muitos sistemas web complexos dizem em suas "API" que usam C++ como camada "inferior", não sei se a pergunta é muito ampla, mas resumidamente acredito que seja possível me explicar como funciona essa camada em C++.

Eu vejo que o Mega[antigo Megaupload] usa essa camada como segurança. Esse seria o único exemplo que eu conheço, me falaram que a bolsa de valores dos estados unidos também usa C++ na camada inferior do sistema web.

Como seria a requisição e resposta?

Quem executaria o script C++?

O que o C++ faz, que um Python não consegue fazer por exemplo?

7

O motivo de utilizarem o C, C++ ou até mesmo Assembly é quando precisam de desempenho, não segurança pois essas linguagens dão mais controle do processador, com isso você pode planejar melhor a execução. Mas a menos que seja algo muito específico, dificilmente a gente consegue superar a otimização feita pelo compilador.

Quanto a implementação, varia demais, muitas vezes o pessoal mistura outras linguagens mais comuns (PHP, ASP.Net, etc...) com executáveis externos feitos em C/C++, mas o foco é sempre o desempenho.

Isso não quer dizer fazer um site nessas linguagens vai automaticamente tornar seu site ultra rápido, ASP.Net e PHP possuem um desempenho legal e a menos que você lide com milhões de pedidos por segundo (bolsa de valores como você citou), provavelmente não irá sentir diferença.

Caso ainda queira aprender, existem algumas frameworks para C++: http://cppcms.com/wikipp/en/page/main/

http://www.treefrogframework.org/

http://www.webtoolkit.eu/wt

Também é possivel fazer do zero (recomendo apenas se quiser entender como essas frameworks comunicam com o apache ou outro daemon) onde você literalmente responde a pedidos CGI ou FastCGI:

http://www.fastcgi.com/drupal/node/6?q=node/21#S1

http://www.rudeserver.com/vc_tut.html

6

Porque ele é bom?

Em essência não existe motivos específicos para usar C++ para web. Isto é raro e muita gente divulga isto para fazer propaganda, nem sendo verdade. Então não confie em informações que você não pode verificar.

Claro, existe uma coisa que o C++ faz melhor que quase todas as demais e principalmente faz muito melhor que o Python que você citou. Ela é mais rápida. Isto pode ser uma vantagem em muitos cenários principalmente se comparada com linguagens interpretadas e dinâmicas. Mas o ganho mesmo é a economia de processamento, que se confunde com a velocidade mas é diferente. Isto pode ser útil porque é possível atender mais requisições com maior densidade de servidores. Isto gera custos menores, especialmente em nuvem. Embora quem quer custo menor não usa nuvem. Este é um produto que dá muitas vantagens mas ele custa caro.

Mas se você compara o C++ com o C#, por exemplo, com código bem escrito, boa arquitetura, usando as tecnologias adequadas, é possível obter resultado muito semelhante com mais produtividades, segurança, confiabilidade e robustez.

A velocidade em si não é tão importante porque em geral, mesmo em linguagens mais lentas o tempo de processamento será menor que o tempo de acesso ao banco de dados e o tempo de transmissão ao cliente. O próprio tempo para mandar da aplicação para o servidor HTTP pode ser muito maior. Pode ajudar um pouco mas não é essencial. Não estamos falando de algo que terá uma carga tão grande. Muitas vezes o gargalo estará em outro lugar.

Para pegar o exemplo do Mega, eu duvido que eles têm mais processamento que acesso a disco, que é muito mais lento. O custo de banda deles é tão absurdamente mais caro que eu duvido que compense a economia em servidores que eu acho que eles têm do mesmo jeito para dar conta de tanto disco. E outra, nem eles, e nem a StackExchange (vou falar abaixo) economizam o suficiente para pagar o custo adicional de programadores para ter alta densidade de servidores.

Tem técnicas para tornar até as linguagens de script mais rápidas.

Outro grande motivo para se usar C++ é ter um equipe disponível que saiba esta linguagem e não outras. Provavelmente ela fará algo melhor nela do que em Python que eles nunca viram.

Um motivo para não usar é a falta de infraestrutura na linguagem e biblioteca padrão para trabalhar comi isto. C++ sequer tem uma boa manipulação de string para quem mexe muito com isto. Vai precisar desenvolver muita coisa básica ou usar bibliotecas que ajudam. Nem todos serão adequados. É bem mais difícil programar em C++. É muito mais fácil cometer erros.

Existem algumas outras vantagens como portabilidade, facilidade de implantação, mas que hoje já não é muito verdade mais. Na verdade a necessidade e o tempo de compilação do C++ é tão desvantajoso que a dificuldade de algumas linguagens para implantar (não ocorre mais com C#, por exemplo) é compensada. Algumas linguagens, novamente o C# é um exemplo, mas as linguagens de stript costumam ser também bem portáveis. Tanto quanto o C++ se considerar as plataformas mainstream onde se usa servidores web.

Eu sou um fanático pela performance e admito que C++ para web quase sempre é um erro.

É claro que ter uma pequena parte em C++ onde o processamento realmente é muito pesado, pode trazer vantagens. É raro mas acontece. O Mega talvez use algo muito simples que nem dá para dizer que é programação web. É algo de infraestrutura. Um servidor HTTP normalmente é escrito em C ou C++, mas isto não é programação web, estritamente falando. Uma análise complexa de dados para entregar em uma página pode se beneficiar, mas novamente não podemos chamar isto de programa web, a forma como entrega o resultado é web, mas e daí? Programação web só deve pegar uma requisição, consultar dados, fazer um pequeno processamento para adaptá-lo as necessidades da página, montar a string da página e enviar ao servidor HTTP. Se tem que fazer outras coisas mais pesadas não é uma necessidade do sistema web em si.

Dá para obter mesmo sem C++

Tem algum exemplo de site que fez desta forma? Tem este site aqui. Claro que a versão em português dele sozinha não é muito pesado, mas quando soma todos os sites da rede e principalmente o site original em inglês que originou tudo isto, verá o que é possível fazer. Tem uma página que dá detalhes e me dá vontade de saber mais. Mais uma. Outros dados defasados podem ser obtidos em blog de quem mexe com isto.

É só uma pena que eles usam técnicas para economizar processamento que prejudicam a experiência do usuário.

Como funciona

O conteúdo processado deve ser feito como qualquer outra aplicação. Você vai acessar banco de dados, construir a página com muita manipulação de strings, e só vai mudar com a comunicação com o servidor web onde receberá os dados das requisições e enviará a página ou conteúdo (talvez JSON) através de um protocolo, como o CGI ou o FastCGI ou ainda ISAPI se estiver usando Windows.

Hello world "web":

#include <iostream>
using namespace std;
int main() {
    cout<<"Content-type: text/plain"<<endl<<endl;
    cout<<"Hello World!"<<endl;
    return 0;
}
  • Um tutorial básico usando CGI.
  • Wt - framework que ajuda na maioria das tarefas.
  • CSP - Programação baseada em templates.
  • CppCMS - CMS completo que serve como um framework para desenvolvimento de outras aplicações ou mesmo para adaptar o que precisa.
  • Mais um tutorial.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.