2

Tenho esse código em asp e javascript.

<%if trim(ind_tipo_proposta_pj) = "S" then%>
                var onum_seq_proposta_pj_ts = eval(txt_chamada + txt_prefixo + '<%Response.Write prefixo%><%Response.Write nome_campo_cod_ts%>' + txt_sufixo);
            <%else%>
                var onum_seq_proposta_ts    = eval(txt_chamada + txt_prefixo + '<%Response.Write prefixo%><%Response.Write nome_campo_cod_ts%>' + txt_sufixo);    
            <%end if%>

Preciso torná-lo mais limpo, sem as tags asp. O que passa é que eu tenho muita dúvida quando o assunto é asp. Bem, há uns dias atrás o colega TobyMosque me ajudou bastante em fazer algo semelhante. Não estou aqui pedindo que faça para mim, senão estarei sempre perguntando, mas uma dica ou uma linha a ser seguida. Minha tentativa ficou nisso:

if()
var onum_seq_proposta_pj_ts = "<%= trim(nome_campo_cod_ts) %>" || "";
var onum_seq_proposta_ts    = "<%= trim(nome_campo_cod_ts) %>"

Não consegui terminar o if e também não sei se o ou está correto. Veja que há um if no asp, caso seja jurídico, carrega uma variável senão carrega outra variável. Fico pensando se eu matar o if do asp e colocar um if do js, se vai dar tilt. Também poderia fazer um ternário, mas como fazer isso numa declaração de uma variável. Faria no if, mas na declaração não sei se é possível(acho que não). Como eu faço, ou melhor, qual caminho a seguir?

Fazendo minhas tentativas aqui cheguei a esse código, mas não sei se estar certo, pois para testar terei que alterar muito mais coisas, mas apenas me digam. Esse é o caminho? Não matei 100% o asp, mas deu uma otimizada em relação ao asp.

var onum_seq_proposta_pj_ts = null;
var onum_seq_proposta_ts    = null;
<%if trim(ind_tipo_proposta_pj) = "S" then%>
   onum_seq_proposta_pj_ts = "<%= trim(nome_campo_cod_ts) %>" || onum_seq_proposta_ts = "<%= trim(nome_campo_cod_ts) %>";
<%end if%>

Ok, em realidade as variáveis txt_prefixo e txt_sufixo são variáveis. Elas já sei como tratar. Veja como estão declaradas:

    var txt_prefixo = '';
    var txt_sufixo  = '';

  try{
       txt_prefixo = '.document.form01.';
       txt_sufixo  = '';
       ......

TobyMosque, é dessa forma que eu devo utilizar o object?

var txt_prefixo = '';
var txt_sufixo  = '';
window["objeto"] = null;


        var nome_campo_cod_ts_id = "<%= trim(nome_campo_cod_ts) %>";

        var onum_seq_proposta_pj_ts = null;
        var onum_seq_proposta_ts = null;
        var txt_chamada = "";

        var onum_seq_proposta_pj_ts_id = "<%= trim(ind_tipo_proposta_pj)%>" == "S";

        if(onum_seq_proposta_pj_ts_id)
            window[txt_chamada][txt_prefixo][onum_seq_proposta_pj_ts][txt_sufixo];
        else
            window[txt_chamada][txt_prefixo][onum_seq_proposta_ts][txt_sufixo];

Em realidade estou com grande dificuldade de eliminar esse try..catch, ou seja, substituir por um código javascript mais limpo:

try {
            txt_prefixo = '.document.form01.';
            txt_sufixo  = '';
            <%if trim(ind_tipo_proposta_pj) = "S" then%>
                var onum_seq_proposta_pj_ts = eval(txt_chamada + txt_prefixo + '<%Response.Write prefixo%><%Response.Write nome_campo_cod_ts%>' + txt_sufixo);
            <%else%>
                var onum_seq_proposta_ts    = eval(txt_chamada + txt_prefixo + '<%Response.Write prefixo%><%Response.Write nome_campo_cod_ts%>' + txt_sufixo);    
            <%end if%>
        } catch (e) {
            txt_prefixo = '.document.all[\'';
            txt_sufixo  = '\']';
            <%if ind_tipo_proposta_pj = "S" then%>
                var onum_seq_proposta_pj_ts = eval(txt_chamada + txt_prefixo + '<%Response.Write prefixo%><%Response.Write nome_campo_cod_ts%>' + txt_sufixo);
            <%else%>
                var onum_seq_proposta_ts    = eval(txt_chamada + txt_prefixo + '<%Response.Write prefixo%><%Response.Write nome_campo_cod_ts%>' + txt_sufixo);
            <%end if%>
        }

Esse try..catch está dentro desse if em ASP:

<%if trim(nome_campo_cod_ts)<> "" then%>
        try {
            txt_prefixo = '.document.form01.';
            txt_sufixo  = '';
            <%if trim(ind_tipo_proposta_pj) = "S" then%>
                var onum_seq_proposta_pj_ts = eval(txt_chamada + txt_prefixo + '<%Response.Write prefixo%><%Response.Write nome_campo_cod_ts%>' + txt_sufixo);
            <%else%>
                var onum_seq_proposta_ts    = eval(txt_chamada + txt_prefixo + '<%Response.Write prefixo%><%Response.Write nome_campo_cod_ts%>' + txt_sufixo);    
            <%end if%>
        } catch (e) {
            txt_prefixo = '.document.all[\'';
            txt_sufixo  = '\']';
            <%if ind_tipo_proposta_pj = "S" then%>
                var onum_seq_proposta_pj_ts = eval(txt_chamada + txt_prefixo + '<%Response.Write prefixo%><%Response.Write nome_campo_cod_ts%>' + txt_sufixo);
            <%else%>
                var onum_seq_proposta_ts    = eval(txt_chamada + txt_prefixo + '<%Response.Write prefixo%><%Response.Write nome_campo_cod_ts%>' + txt_sufixo);
            <%end if%>
        }
    <% else %>
        try {
            txt_prefixo = '.document.form01.';
            txt_sufixo  = '';
            <%if ind_tipo_proposta_pj = "S" then%>
                var onum_seq_proposta_pj_ts = eval(txt_chamada + txt_prefixo + '<%Response.Write prefixo%>num_seq_proposta_pj_ts' + txt_sufixo);
            <%else%>
                var onum_seq_proposta_ts    = eval(txt_chamada + txt_prefixo + '<%Response.Write prefixo%>num_seq_proposta_ts' + txt_sufixo);
            <%end if%>
        } catch (e) {
            txt_prefixo = '.document.all[\'';
            txt_sufixo  = '\']';
            <%if ind_tipo_proposta_pj = "S" then%>
                var onum_seq_proposta_pj_ts = eval(txt_chamada + txt_prefixo + '<%Response.Write prefixo%>num_seq_proposta_pj_ts' + txt_sufixo);
            <%else%>
                var onum_seq_proposta_ts    = eval(txt_chamada + txt_prefixo + '<%Response.Write prefixo%>num_seq_proposta_ts' + txt_sufixo);
            <%end if%>
        }
    <%end if%>
2

Por que você não escreve os valores das variáveis ind_tipo_proposta_pj nome_campo_cod_ts e prefixo em campos HTML do tipo hidden, assim que o ASP é executado, aí você pode manipular com o javascript. Lembre-se de colocar os campos antes do código JavaScript pois assim o servidor já "escreveu" os campos com os valores e você vai poder manipulá-los em seguida com JavaScript:

<input type="hidden" name="ind_tipo_proposta_pj" id="ind_tipo_proposta_pj" value="<%= trim(VARIAVEL_DO_ASP_TIPO_PROPOSTA) %>"/>
<input type="hidden" name="nome_campo_cod_ts" id="nome_campo_cod_ts" value="<%= trim(VARIAVEL_DO_ASP_NOME_CAMPO_COD_TS) %>"/>
<input type="hidden" name="prefixo" id="prefixo" value="<%= trim(VARIAVEL_DO_ASP_PREFIXO) %>"/>

Aí sim você usa tudo em JavaScript:

var onum_seq_proposta_pj_ts = null;
var onum_seq_proposta_ts = null;
var txt_chamada = "";
var txt_prefixo = "";
var txt_sufixo = "";

var campo_ind_tipo_proposta_pj_que_veio_do_asp = document.getElementById('ind_tipo_proposta_pj').value;
var campo_nome_campo_cod_ts_que_veio_do_asp = document.getElementById('nome_campo_cod_ts').value;
var campo_prefixo_que_veio_do_asp = document.getElementById('prefixo').value;
var prefixo_do_banco_de_dados = (campo_prefixo_que_veio_do_asp + "" + campo_nome_campo_cod_ts_que_veio_do_asp)

if (campo_ind_tipo_proposta_pj_que_veio_do_asp == "S") {
  eval(txt_chamada + txt_prefixo + prefixo_do_banco_de_dados + txt_sufixo);

} else {
  eval(txt_chamada + txt_prefixo + prefixo_do_banco_de_dados + txt_sufixo);
}
<input type="hidden" name="ind_tipo_proposta_pj" id="ind_tipo_proposta_pj" value="S" />
<input type="hidden" name="nome_campo_cod_ts" id="nome_campo_cod_ts" value="" />
<input type="hidden" name="prefixo" id="prefixo" value="document.write('ok');" />

O problema aí meu amigo é que tanto para pessoa física, como para pessoa jurídica a variável onum_seq_proposta_pj_ts e onum_seq_proposta_ts serão iguais. Porque se você olhar o código correspondente no script ASP original, as variáveis são as mesmas <%Response.Write prefixo%><%Response.Write nome_campo_cod_ts%>

  • Não pensei nisto. Pode ser uma boa saída sim, fica bem mais legível. Pode ser um caminho ou uma linha a ser seguida. Caso seja uma proposta PF, esse campo deverá vir com "N". Se eu coloco na página o value como "S", como ficaria caso seja uma proposta PF? – pnet 13/08/15 às 20:43
  • Na verdade se você olhar mais a cima o certo é colocar o value com a impressão do conteúdo da variável que está no ASP. Essa variável do tipo da proposta está no ASP (você leu do banco de dados ou um arquivo de texto, por exemplo, utilizando ASP), ou está em um campo HTML e essa página recebe essa variável ? – Maicon Herverton 13/08/15 às 20:49
  • Vem do banco. O problema é que o site é muito grande, esse é apenas um módulo pelo que fomos contratados para dar manutenção. O site é bem antigo. Essa dúvida eu tenho. Se fixo o value como "S" e entra "N", ele muda o value, certo? – pnet 13/08/15 às 20:54
  • Acho que não estás entendendo @pnet. Eu só fixei o campo no código de exemplo, para que você possa testá-lo. Mas no seu aí, na sua página, você vai imprimir o valor do resultado da variável que veio do banco de dados, vou chamar ela de TIPO_DE_PROPOSTA e fazer o seguinte: <input type="hidden" name="ind_tipo_proposta_pj" id="ind_tipo_proposta_pj" value="<%= trim(**TIPO_DE_PROPOSTA**) %>"/> – Maicon Herverton 13/08/15 às 20:56
  • Ok, entendi agora. Nesse caso ele mesmo vem do BD(ind_tipo_proposta_pj) – pnet 13/08/15 às 20:57
2

pnet, aproveitando a ideia do Maicom, você pode colocar as variáveis dentro de uma tag script na sua pagina ASP:

<script type="text/javascript">
    var asp = {};
    asp.ind_tipo_proposta_pj = "<%= ind_tipo_proposta_pj %>";
    asp.prefixo = "<%= prefixo %>";
    asp.nome_campo_cod_ts = "<%= nome_campo_cod_ts %>";
</script>

Porem fazendo desta forma, você vai enfrentar o mesmo problema que colocando em input:hidden, o usuario poderá alterar o valor vindos do ASP.

Então você pode fazer o seguinte para travar estes valores:

<script type="text/javascript">
    var asp = {};
    Object.defineProperty(asp, "ind_tipo_proposta_pj", { value: "<%= ind_tipo_proposta_pj %>", writable: false, enumerable: true, configurable: true });
    Object.defineProperty(asp, "prefixo", { value: "<%= prefixo %>", writable: false, enumerable: true, configurable: true });
    Object.defineProperty(asp, "nome_campo_cod_ts", { value: "<%= nome_campo_cod_ts %>", writable: false, enumerable: true, configurable: true });
</script> 

Agora que você tem todas estas variaveis em memoria, você pode trabalhar em um *.js separado.

var onum_seq_proposta_pj_ts = null;
var onum_seq_proposta_ts = null;
if (asp.ind_tipo_proposta_pj.trim() === "S")
    onum_seq_proposta_pj_ts = eval(txt_chamada + txt_prefixo + asp.prefixo + asp.nome_campo_cod_ts + txt_sufixo);
else
    onum_seq_proposta_ts = eval(txt_chamada + txt_prefixo + asp.prefixo + asp.nome_campo_cod_ts + txt_sufixo);

O problema do código acima é o uso do eval, eu particularmente não gosto de montar javaScript dinamicamente desta forma, então vamos abordar uma alternativa.

Quando falamos de javaScript no browser, todas as variáveis/funções globais são na verdade propriedades do objeto window.

Então todas as declarações abaixo são equivalentes:

var objeto = null;
window.objeto = null;
window["objeto"] = null;

no caso de uma chamada dinâmica, as duas primeiras formas não nos interessa, mas note a terceira, posso passar o nome da variável como uma objeto.

então no lugar de fazer algo assim:

var prefixo1 = "teste1.";
var prefixo2 = "teste2.";
var propriedade = "teste3";
var valor = eval(prefixo1 + prefixo2 + propriedade);

podemos ter algo assim:

var prefixo1 = "teste1";
var prefixo2 = "teste2";
var propriedade = "teste3";
var valor = window[prefixo][prefixo2][propriedade];

sendo que desta forma você pode avaliar o valor desta propriedade através do watch do browser (no caso do chrome/opera o "Chrome" DevTools [F12]).

  • Ok Toby, estou realmente fazendo avaliações e testes. tenho seguido o modelo anterior que você me ajudou(montou). Essa abordagem, meu líder gostou muito e disse que seguisse esse padrão. O Maicon não está fora dessa abordagem. Essa função é muito grande, eu postei uma pequena parte apenas, pois eu tenho que entender, aprender e fazer, por isso não postei tudo. Vou seguir a abordagem de ambos, fazer minhas devidas alterações e testar. – pnet 14/08/15 às 13:47
  • Apenas corrigindo uma informação anterior. Respondi que as chamadas asp vêm do banco, mas não, elas estão vindo do formulário chamador, dos campos, como uma CheckBox e etc... Apenas como subsídio. – pnet 17/08/15 às 13:10

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.