6

Estou desenvolvendo um aplicativo com Entity Framework, com vários repositórios.

Cada repositório encapsula SaveChanges() do DbContext.

Quando uma operação da camada de negócios usa vários repositórios, e houver alteração nos dados, preciso chamar SaveChanges() somente uma vez.

Obviamente, posso fazê-lo em qualquer repositório, mas me parece estranho ter que chamar um aleatoriamente. Qual é a recomendação nesta situação?

EDITADO

Os repositórios só estão em interfaces por enquanto, não há implementação, segue uma delas

public interface IUserRepository
{
   User getByID(string ID);
   User getByIDWithActiveGlossaries(string ID);
   IEnumerable<User> getAll();

   bool Save();
}

E há outros repositórios, todos implementando Save(). Save está em uma interface base, coloquei junto aqui para simplificar. Save vai chamar SaveChanges() do DbContext.

PS: Avaliei o uso de UnitOfWork, mas descartei, não vendo necessidade. É por isso, alias, que chamo SaveChanges() no final de uma operação completa, que pode envolver várias alterações.

EDIÇÃO FINAL

Eu tinha descartado o uso de Unit of Work pois não havia necessidade de um mecanismo para agrupar as operações, uma vez que SaveChanges() já é "tudo ou nada" (todas as operações com sucesso ou todas são revertidas).

Contudo, graças às respostas de Hokos e Dherik, percebi que Unit of Work não tem só essa funcionalidade, mas também permite agrupar a operação de Save().

  • Poderia por um exemplo da forma que seu repositório está feito? – Filipe Oliveira 13/08/15 às 11:13
  • Isso vai depender muito da implementação que você está utilizando, por exemplo, se estiver usando injeção de dependencia o tratamento pode ser feito por meio do objeto de contexto que é compartilhado entre os repositórios – Julio Borges 13/08/15 às 11:22
  • @JulioBorges Então, foi exatamente o que eu ia fazer quando pensei: Ei, não quero expor o DbContext na camada de negócios... aí vi que deveria haver um método Save() nas interfaces, mas surgiu a dúvida de onde salvar quando houvesse vários repositórios na mesma operação. – RSinohara 13/08/15 às 11:36
  • 2
    @Dherik Eu descartei Unit Of Work porque não precisava de um mecanismo para garantir integridade nas operações, o que para mim é a razão principal para unit of work: garantir que todas as operações têm sucesso, ou que nenhuma é executada. Mas vendo sua resposta pensei que Unit Of Work também serve para centralizar o controle do DbContext, que é o que eu preciso. Volte sua resposta, vou aceitar e editar minha pergunta para ficar completa. – RSinohara 13/08/15 às 12:17
  • 2
    @Dherik Na verdade repensei a situação, como mencionei na pergunta (não sei se era o jeito mais adequado de colocar isso, mas eu não queria simplesmente remover a menção ao Unit of Work). – RSinohara 13/08/15 às 13:27
5

Acredito que o pattern Unit Of Work vai resolver seu problema.

Com ele, resumidamente, você cria uma unidade de trabalho e adiciona os repositórios nele. Ao final, você chama o Commit() da unidade de trabalho.

Mesmo que não deseje compartilhar o mesmo context entre os repositórios, você pode usar a ideia do Unit of Work como base para a solução.

Aqui você pode encontrar um exemplo mais completo, com múltiplos repositórios.

1

Você pode alterar seu método Save() para receber uma transação. Dessa forma você poderia verificar, se uma transação foi informada, só adiciona o objeto no contexto e da o commit na transação depois de chamar todos os Save(). Uma outra abordagem seria quando não passar a transação, ai você poderia dar o SaveChanges direto dentro do método, fica implícito que apenas um objeto está sendo salvo.

public bool Save(TransactionScope transaction = null)
{
    if(transaction != null)
    {
     //Aqui você apenas adiciona o objeto no contexto.
    }
    else
    {
     //Aqui você salva direto o objeto.
    }
}

Depois de passar pelos N Save() que você vai fazer, basta dar um Commit na transação. Caso não tenha N, chamou um Save() salvou e pronto.

  • O cenário que descrevi não é o melhor a ser feito (na minha opinião). Eu não faria o Save() separado em cada repositório, faria no máximo um método que "prepara" a entidade para ser salva e depois salvo ela com meu contexto. – Thiago Silva 13/08/15 às 12:25

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.