46

Em JavaScript podemos declarar uma matriz de duas maneiras:

var matriz = new Array();

e

var matriz = [];

Qual é a diferença entre as duas e que consequências dai advêm?


Esta pergunta está a ser colocada com o propósito de documentar em Português a sua versão original que pode ser vista no SOEN: What’s the difference between “Array()” and “[]” while declaring a JavaScript array?

34
+50

Ambas as formas produzem o mesmo resultado (ao contrário de String, por exemplo, em que há diferença entre o literal "foo" e o objeto new String("foo")). Em JavaScript, arrays não são "especiais" de nenhuma forma - apenas objetos com um parâmetro length. Mesmo os índices são idênticos ao de um objeto comum, texuais (ex.: arr[0] é o mesmo que arr["0"]).

Esta seção da especificação ECMAScript descreve o literal para arrays como um "iniciador de objetos" (object initializer), com o mesmo efeito na prática que a criação via new Array. Já esta outra seção determina que uma chamada ao construtor na forma de função (i.e. sem o new, apenas Array(params)) tem o mesmo efeito que sua chamada na forma de construtor. De modo que as três formas são de fato equivalentes:

var arr = new Array(element0, element1, ..., elementN);
var arr = Array(element0, element1, ..., elementN);
var arr = [element0, element1, ..., elementN];

Como apontado nas respostas à pergunta similar no SOEN, há alguns detalhes a se considerar:

  • A criação de um array via literal permite no máximo que você especifique os elementos iniciais. A criação via construtor permite que se especifique somente o length do array, e mais nada (chamando-se o construtor com um único argumento numérico). Isso é contra-intuitivo e pode causar erros inesperados:

    var a = new Array(1);   // length:1 (e mais nada)
    var b = new Array(1,2); // length:2, 0:1, 1:2
    var c = new Array('1'); // length:1, 0:'1'
    

    Fonte

    Nota: Se usado dessa forma, o número deve necessariamente ser inteiro. Essa chamada por exemplo lançará uma exceção:

    var d = new Array(1.5); // RangeError: Invalid array length
    
  • Pode-se redefinir o construtor Array como quiser (embora aí já deixe de ser o Array nativo), de modo a customizar a criação de novos arrays. Quando se faz isso, a criação via literal não é modificada:

    var proto = Array.prototype;
    function Array() {
        this.is = 'SPARTA';
    }
    Array.prototype = proto;
    
    var a = new Array();
    var b = [];
    
    alert(a.is);  // => 'SPARTA'
    alert(b.is);  // => undefined
    

    O mesmo ocorre caso se tente substituir window.Array (i.e. modificar o objeto global, que no caso dos browsers é window), a criação via literal não é afetada. Por essas razões, a performance da criação via literal deve ser ligeiramente maior, haja vista que não há a verificação do contexto em busca da variável Array, etc.

    Fonte

    Nota: como apontado por @bfavaretto nos comentários, redefinir objetos nativos do JavaScript é uma péssima prática (agravado pelo fato de que não é exatamente uma redefinição que se está fazendo, e sim criando um objeto não relacionado, apenas com o mesmo nome, i.e. shadowing).

Embora o exposto acima esteja em conformidade com a especificação, implementações particulares podem fazer otimizações em um ou outro caso. Como observado nessa pergunta relacionada, às vezes duas construções que à primeira vista parecem equivalentes possuem performance radicalmente diferentes na prática. O mesmo vale para usar um Array ou simplesmente um "array-like" (i.e. um objeto comum com um campo length).

Na ausência de informações específicas, o que resta é testar e experimentar (como na resposta do @Miguel Angelo, onde ele confirma que os prototypes são iguais; o mesmo pode ser observado usando Object.getPrototypeOf nos dois arrays e comparando-os). Entretanto, nesse caso a especificação é clara, creio que não vai haver nenhuma "surpresa"...

  • 2
    +1, eu estava para completar minha resposta com esse caso da redefinição do construtor Array. Isso realmente faz diferença – e vale lembrar que é uma péssima prática. – bfavaretto 4/03/14 às 21:33
  • 1
    @bfavaretto tem razão, adicionei uma nota quanto a isso. Pessoalmente, nunca me ocorreria fazer tal coisa (no máximo, redefiniria window.Array se tivesse uma necessidade extrema - se bem que nem isso afeta os literais...), apenas "tirei a ideia" das respostas no SOEN. Não quero que ninguém tire essa ideia errada da minha resposta :P – mgibsonbr 4/03/14 às 21:46
14

No código que você usou como exemplo, não há diferença. Porém, o construtor Array pode receber parâmetros, e dependendo do que for passado ele se comporta de maneira diferente.

Por exemplo, se você passar qualquer valor que não seja numérico inteiro, estará criando uma array contendo o que foi passado:

var a = new Array('um', 'dois');
console.log(a); // ["um", "dois"]

Se você passar somente um parâmetro, e se ele for um valor numérico inteiro, estará criando uma array com comprimento (propriedade length) igual ao valor passado:

var b = new Array(4);
console.log(b); // [undefined, undefined, undefined, undefined]

Note que na verdade a array não está preenchida com undefined; a saída que vemos no console é consequência de como funciona o método toString dela. É possível demonstrar isso, por exemplo executando b.hasOwnProperty("0"), cujo resultado é false.


Nota 1: o construtor Array pode ser utilizado com ou sem new, e o resultado será o mesmo.


Nota 2: caso o construtor Array seja redefinido, arrays criadas com a forma literal [] não são afetadas. E arrays criadas com o "falso" construtor não serão arrays de verdade.

4

A diferença deve ser mínima (i.e. apenas no código pelo que posso ver). Tive a ideia de testar com o prototype do Array, antes de instanciar tanto usando a forma literal, quanto como usado o construtor com o operador new... a propriedade adicional que coloquei no protótipo foi parar em ambas as instâncias:

Array.prototype.myVar = 10928;

var a = [];
var b = new Array();

alert("a.myVar = " + a.myVar + "; b.myVar = " + b.myVar );

0

Creio que a única diferença é o modo de declaração, a var matriz irá ser compreendida como sendo um Array ou não, pelo menos semânticamente.

0

Não há nenhuma diferença, ambas são formas igualmente aceitas para a construção da Array.

É idêntico a construção de uma função que pode ser feita tanto da forma:

function sum(x,y) = {
   var x = 1;
   var y = 1;
   console.log(x+y);
}

ou:

var sum = new function(x,y) = {
   var x = 1;
   var y = 1;
   console.log(x+y);
}

Ambas retornam a mesma exata função.

0

Apenas açúcar sintático. Utilizando "[]" é a forma literal da instanciação via função construtora (Array).

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.