13

O Visual Studio 2013 sugere simplificações de nomes, como podem ver abaixo:

SS

A sugestão é:

IDE0001 Name can be simplified traduzindo : IDE0001 Nome pode ser simplicado

Exemplo:

        var obj = new Object(); //Sugere a simplicação do Object para object
        var outroObj = new object(); //Tudo ok

        var teste = String.Empty; //Sugere a simplicação do nome String para string
        string teste2 = string.Empty; //Tudo ok
        String teste3 = string.Empty; //Também sugere a simplicação do nome String para string

Sempre vi gente recomendando usar:

string MinhaString = String.Empty;

Agora a Microsoft recomenda:

string MinhaString = string.Empty;

Por que essa sugestão? Qual a vantagem?

  • Deixarei alguém com maior conhecimento na linguagem responder, mas dá uma olhada nessa questão do SOen, acredito que ajudará a esclarecer um pouco sua dúvida: stackoverflow.com/questions/7074/… – Marcelo de Andrade 11/08/15 às 14:10
  • Alguma lhe ajudou mais? Precisa que algo seja melhorado? – Maniero 4/03/16 às 18:48
12

String.Empty

Primeiro, String.Empty é a mesma coisa que "". Quem diz que é diferente ou tem vantagens, não conhece a implementação e está inventando coisas (até já foi diferente no passado por implementação interna). O que a pessoa pode, é dizer que fica mais legível, mais claro que você quer que uma string vazia seja criada aí. Alguns vão dizer que é fácil você olhar para "" e para " " e achar que é a mesma coisa. Isto eu posso compreender. Ainda que acho exagero.

Seleção de regras no Visual Studio

Você deve saber que estas informações podem ser desligadas seletivamente, né? Se você não gostar de alguma regra e não quer segui-la, desligue. Se desejar alguma própria, é possível adicioná-la ao sistema de análise de código do VS.

Regra de nomes

Não há diferença e é apenas uma decisão que deve-se tomar para evitar cada um fazer do seu jeito. Por isto a regra existe.

Nunca consegui encontrar um motivo para escolher claramente um sobre o outro. Como a linguagem preferiu ter um alias para a classe da BCL, prefere-se usar ela. Pena que nem a Microsoft a segue em seus códigos :)

Uso de nomes das classes

Há a recomendação para usar os nomes das classes quando alguma classe ou membro de classe precisa levar o nome do tipo. Exemplo: é melhor PrintInt32 e não Print_int ou pior, Printint. Assim fica fácil para outras linguagens que rodam em cima da CLR entenderem ao que se refere já que o int é algo exclusivo do C# e não da plataforma (mas eu já não compro tanto isto). Int32 é o nome do tipo por toda CLS. Isto vale para todos os alias de tipos da linguagem.

Em nomes de variáveis locais ou mesmo privadas não é problema (pode ser problema em caso de reflexão, mas é raro ser) e é preferível usar o nome descrito pela linguagem. Em expressões, como no exemplo da pergunta, que é algo que não vaza para uso em outras linguagens, a opção é pela forma da linguagem.

Alguns poderão achar que seria mais consistente usar só o nome das classes já que há casos que ele é melhor. Faz sentido, mas a opção foi feita lá atrás para facilitar para quem vem do C/C++/Java.

  • Eu, sinceramente, penso que os aliases atrapalham mais do que ajudam. – ptkato 19/08/15 às 16:16
  • @Patrick pode elaborar? – Maniero 19/08/15 às 16:18
  • Questão de aprendizagem, uma pessoa que nunca viu isso não vai saber a diferença entre Object e object; além de que, uma porção de vezes, não deixa nada claro o que está por trás do alias. – ptkato 19/08/15 às 23:01
  • Ou seja, atrapalha tanto qualquer outra coisa que a pessoa não saiba o que é. Depois que ela sabe, não atrapalha nada. E na verdade a maioria das pessoas não sabem e programam sem problemas. – Maniero 19/08/15 às 23:03
5

Visto que string é um alias (pseudônimo) de String, existe apenas uma vantagem: consistência.

A norma é usar os aliases de C# (string, int, long, bool) em vez dos tipos .NET (String, Int32, Int64, Boolean)

5

Para não precisar fazer o uso do "using System;"

  • 3
    Não deixa de ser uma vantagem mas em geral não há código útil que não use isto. – Maniero 11/08/15 às 14:20
  • @bigown, poxa, tem muita implementação de classe com get e set que não precisa de using System;. Exemplos: DTOs e Entidades. – Dherik 14/08/15 às 18:40
  • @Dherik esses são os poucos que eu falei. Mesmo assim o ganho é mínimo. Garanto que este não foi o motivo que o FxCop avisa isto. – Maniero 14/08/15 às 18:54
  • @bigown, não foi, mas achei interessante citar que tem muitas classes úteis que não precisam do using System;. – Dherik 14/08/15 às 19:04

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.