20

Gostaria de saber qual o comportamento/diferenças entre um Indice Unique e Unique Constraints para o MySQL ?

Muitos devem pensar que isso não faz diferença no banco de dados, mas faz! E não só para o DBA/Administrador, mas para os desenvolvedores também pois pode influenciar como um código é escrito.


Como referência do que pode ser tão diferente e que estou interessado em saber, segue abaixo um link de como é em um banco Informix , mas no MySQL como funciona?

Link, situação similar em outro engine: Diferença na utilização Indice Unique e Unique Constraint no Informix?

  • 1
    possível duplicata de Quando usar uma unique constraints vs indices únicos no Oracle? – mgibsonbr 21/12/13 às 13:28
  • 2
    Nao considero esta pergunta duplicada pois sao objetivos diferentes, onde uma explica pontualmente a utilizacao do recurso em um banco especifico e a outra tende a comparar a disponibilidade destes mesmos recursos entre diferentes banco de dados , o que fara toda difererca para qualquer desenvolvedor que trabalhe com sistemas que suporte multi-banco de dados e DBAs que precisam administrar esta variedade toda. – ceinmart 21/12/13 às 14:54
  • 2
    Duplicada não parece mesmo, a questão é se ela é ampla ou não. O pessoal não está entendendo para que serve o voto sobre a duplicação exata – Maniero 21/12/13 às 17:35
  • 3
    Para deixar claro, o texto no comentário acima é para mostrar que esta pergunta de forma nenhuma é duplicada. Vamos reabri-la. – Maniero 27/12/13 às 0:10
  • 1
    @ceinmart eu particularmente acho que a citação da outra questão poluiu a sua, só o link já seria suficiente embora ainda assim acho desnecessário, já que a sua questão é objetiva e válida. Provavelmente a resposta deve conter o comportamento sobre os diferentes engines de armazenamento. – Diego C Nascimento 7/01/14 às 17:48
9

No MySQL é a mesma coisa.

ALTER TABLE tabela ADD CONSTRAINT UNIQUE KEY é a mesma coisa que CREATE UNIQUE INDEX

De acordo com a documentação:

KEY e INDEX são sinônimos.

KEY is normally a synonym for INDEX. The key attribute PRIMARY KEY can also be specified as just KEY when given in a column definition. This was implemented for compatibility with other database systems.

A nomenclatura para índices é usar o mesmo nome do primeiro campo, e se já existir, adicionar _2, _3 e assim por diante.

In MySQL, the name of a PRIMARY KEY is PRIMARY. For other indexes, if you do not assign a name, the index is assigned the same name as the first indexed column, with an optional suffix (_2, _3, ...) to make it unique. You can see index names for a table using SHOW INDEX FROM tbl_name.

Para comprovar você mesmo, execute o dump da estrutura da tabela, e vai ver que tanto para index ou constraint, é a mesma coisa.

Mas se ainda quiser tirar a prova definitiva, compare o schema do banco, e verá que não existe diferença.

6

KEY e INDEX são sinônimos em MySQL.
Eles querem dizer a mesma coisa. No banco de dados você usaria índices para melhorar a velocidade de recuperação de dados.
Um índice é tipicamente criado em colunas usadas em cláusulas JOIN, WHERE e ORDER BY.
Importante : Você só pode ter uma chave primária por tabela, mas várias restrições exclusivas.

Há uma diferença muito importante entre um Indice Unique (MySQL responder a uma "restrição de unicidade") e uma chave primária no MySQL.
Dê uma olhada nisso:
Cria uma tabela t com um indice unique nas columnas a,b (A combinaçao das columnas a,b deve identificar unicamente qualquer tupla na tabela, certo?)

CREATE TABLE t (
  a int,
  b int,
  c int,
  UNIQUE KEY a (a,b)
);

Agora vamos inserir dados:

mysql> insert into t (a,b,c)values(1,2,3);
Query OK, 1 row affected (0.00 sec)

mysql> insert into t (c)values(1);
Query OK, 1 row affected (0.00 sec)

mysql> insert into t (a,c)values(1,1);
Query OK, 1 row affected (0.01 sec)

mysql> insert into t (b,c)values(1,1);
Query OK, 1 row affected (0.01 sec)

mysql> insert into t (b,c)values(1,1);
Query OK, 1 row affected (0.00 sec)

mysql> insert into t (a,b,c)values(1,2,3);
ERROR 1062 (23000): Duplicate entry '1-2' for key 'a'
mysql> select * from t;
+------+------+------+
| a    | b    | c    |
+------+------+------+
|    1 |    2 |    3 |
| NULL | NULL |    1 |
|    1 | NULL |    1 |
| NULL |    1 |    1 |
| NULL |    1 |    1 |
+------+------+------+
5 rows in set (0.00 sec)

mysql>

Um índice exclusivo cria uma restrição de tal forma que todos os valores no índice devem ser distintos. Um erro ocorre se você tentar adicionar uma nova linha com um valor de chave que corresponda a uma linha existente. Esta restrição não se aplica a valores NULL, exceto para o mecanismo de armazenamento BDB. Para outros motores, um índice UNIQUE permite valores NULL múltiplo para colunas que podem conter NULL.

Performance Indice Unique vs Unique Constraints: Com MyISAM como o engine, não deve haver uma diferença de desempenho entre o Indice Unique vs Unique Constraints.
O MyISAM não trata eles de forma diferente.
Se você estava usando o engine InnoDB, no entanto, haveria uma diferença,porque o InnoDB armazena os dados em ordem de chave primária.

0

A unique key: garante a unicidade de informações na sua tabela. (Geralmente chaves únicas também pode ter registros nulos, por isso não podem ser chave primária.)

A primary key: Pode ser utilizada para relacionamentos de foreign key com outras tabelas. (Não pode conter registros nulos mas pode se usar autoincrement).

  • Mas não foi isso que ele perguntou. – Vinicius Dias 24/04 às 22:41

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.