3

Eu tenho um exercício que diz que eu tenho que criar uma base. Essa base tem duas derivadas. Eu tenho que fazer um cast da classe derivada(1) para a classe derivada(2) e da classe derivada(2) para a classe base. Como eu devo fazer um exercício como este sem utilizar referências?

  • O exercício está confuso, mal-formulado. O casting de uma classe-filha para uma classe-mãe é feito automaticamente. – Henrique Barcelos 3/03/14 às 19:04
  • 1
    @HenriqueBarcelos diga isso para o meu professor :/ pensei a mesma coisa! – user2692 3/03/14 às 19:11
  • Creio que a única forma é entrar em contato com ele e pedir para explicar melhor o que ele quer. Aí você atualiza a pergunta aqui. – Henrique Barcelos 3/03/14 às 19:12
  • @HenriqueBarcelos Haha... Ele acabou de me mandar um e-mail falando que o exercício seria clarificado; metade dos alunos reportaram a dificuldade para ele! – user2692 3/03/14 às 19:20
  • 2
    Continua sem fazesr nenhum sentido, porque não existe relação alguma entre derivada1 e derivada2. Elas podem ser consideradas do mesmo supertipo, mas não existe conversão entre uma e outra. Esse exercício basicamente pede pra você estender uma classe Fruta com Banana e Maçã e transformar uma banana numa maçã. Professores e suas ideias mirabolantes --' – Henrique Barcelos 13/03/14 às 16:40
3

Isto pode mostrar o uso de um cast para uma classe base:

#include <iostream>

class Base{
public:
    void metodoHerdado(){

        std::cout << "Metodo na base" << std::endl;
    }
};

class Derivada : public Base{
public:
    void metodoHerdado(){

        std::cout << "Metodo na derivada" << std::endl;
    }
};

int main(){

    Base* ponteiroBase = new Derivada;

    Derivada* ponteiroDerivada = static_cast<Derivada*>(ponteiroBase);

    ponteiroBase->metodoHerdado();
    ponteiroDerivada->metodoHerdado();

    return 0;
}

O exemplo basicamente mostra que podemos criar uma instancia a partir de uma classe derivada e "armazená-la" em um ponteiro para a clase base, porém os métodos não virtuais chamados a partir deste ponteiro ocasionarão a execução dos métodos definidos na clase base. Caso seja necessário chamar um método redefinido na classe derivada neste caso, você precisará fazer um cast para que o ponteiro passe a ser reconhecido como sendo para a classe derivada.

Para uma classe irmã, preciso pensar melhor em uma justificativa =)

  • Se puder colocar mais texto explicando a resposta seria excelenete! – Sergio 25/06/14 às 18:17
  • O exemplo basicamente mostra que podemos criar uma instancia a partir de uma classe derivada e "armazená-la" em um ponteiro para a clase base, porém os métodos não virtuais chamados a partir deste ponteiro ocasionarão a execução dos métodos definidos na clase base. Caso seja necessário chamar um método redefinido na classe derivada neste caso, você precisará fazer um cast para que o ponteiro passe a ser reconhecido como sendo para a classe derivada. – Markinho 26/06/14 às 16:38

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy