10

Notei que algumas bibliotecas costumam usar em funções nativas do PHP o \, por exemplo:

echo \str_replace('foo', 'test', $string);

Eu fui testar dentro de uma classe apenas com namespace isto:

public function foo($string)
{
    echo \str_replace('foo', 'test', $string);
}

e

public function foo($string)
{
    echo str_replace('foo', 'test', $string);
}

Ambas funcionaram perfeitamente, sem problemas.

Eu entendo que quando criamos funções ou classes em um namespace será necessário a barra \ no começo, por exemplo:

namespace Foo;
function test() {}

Usando:

\Foo\test();

Devo usar em \ em funções nativas por algum motivo? Ou isto é redundante?

2
9

A outra resposta e o comentário me ajudaram a entender o problema:

Talvez exista uma str_replace() naquele namespace, que não é o nativo da linguagem, e por esse motivo a \ é especificada para fazer a referência correta. - @Havenard

No entanto acredito que seja necessário um exemplo para um melhor entendimento do motivo disto.

O motivo de usarmos eventualmente \ na frente de funções nativas como por exemplo \str_replace(...) é porque geralmente existe uma função com mesmo nome dentro (não nativa) dentro do namespace, por exemplo:

src/Foo/utils.php:

<?php
namespace Foo;

function str_replace($a, $b, $str)
{
    //Isto chama a função nativa str_replace
    return strtolower(\str_replace($a, $b, $str));
}

function foo($a, $b, $c)
{
    //Isto chama Foo\str_replace
    return str_replace($a, $b, $c);
}

Usando:

<?php
include 'src/Foo/utils.php';

Foo\foo('a', 'b', 'abcabcabc');

Foi necessário adicionar \ nesta linha return strtolower(\str_replace($a, $b, $str)); pois se não tivesse ele iria ficar recursivamente/"infinitamente" chamando Foo\str_replace, pois estamos dentro de Foo. Se fizermos

No momento que usamos \str_replace chamamos a função que está fora do namespace, que neste caso é uma função nativa.

Mas se fizermos assim:

<?php
namespace Foo;

function str_replace($a, $b, $str)
{
    //Isto chama Foo\str_replace novamente
    return strtolower(str_replace($a, $b, $str));
}

function foo($a, $b, $c)
{
    //Isto chama Foo\str_replace
    return str_replace($a, $b, $c);
}

Irá ocorrer o seguinte erro:

Fatal error: Allowed memory size of 134217728 bytes exhausted (tried to allocate 523800 bytes) in Z:\web\projeto\src\Foo\utils.php on line 6

Conclusão

Devemos usar \ para funções nativas quando declarar outra função com mesmo nome dentro do namespace.

<?php
namespace Foo\Bar {
    function str_replace($a, $b, $c) {
         //...Algo aqui
    }

    //Aqui usamos Foo\Bar\str_replace, pois é relativo ao namespace
    echo str_replace('a', 'b', 'abc');

    //Aqui chamamos a função nativa
    echo \str_replace('a', 'b', 'abc');
}

Não há necessidade de usar \ se não houver uma função com mesmo nome de uma função nativa

<?php
namespace Foo\Bar {
    //Aqui o PHP chama a função nativa pois não existe a função Foo\Bar\str_replace
    echo str_replace('a', 'b', 'abc');
}

Funções não nativas declaras fora de namespace devem sempre usar o \ na frente se usadas dentro de um namespace diferente das funções nativas.

Arquivo vendor/Foo/Bar/Baz.php:

<?php
namespace Foo\Bar {
    class Baz {
        public function output()
        {
           echo \test(); //Mostra 'Olá mundo!'
           echo test(); //Causa erro
        }
    }
}

index.php:

<?php
function test() {
    echo 'Olá mundo!';
}

include 'vendor/Foo/Bar/Baz.php';

Foo\Bar\Baz::output();
1
  • 1
    Removi meu comentário para não gerar confusão. Se a função não estiver definida no namespace, o PHP buscará a definição global da mesma, como consta na documentação.
    – Woss
    6/03/17 às 23:55
3

Não é obrigatório, porém necessário para evitar conflito de nomes ou quando precisa acessar diretamente os nomes no escopo global.

http://www.php.net/manual/en/language.namespaces.global.php

http://www.php.net/manual/en/language.namespaces.rationale.php

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.