7

No PHP, as variáveis geralmente tem um padrão para ser seguido em sua declaração.

De acordo com o manual:

As variáveis no PHP são representadas por um cifrão ($) seguido pelo nome da variável. Os nomes de variável no PHP fazem distinção entre maiúsculas e minúsculas.

Os nomes de variável seguem as mesmas regras como outros rótulos no PHP. Um nome de variável válido se inicia com uma letra ou sublinhado, seguido de qualquer número de letras, algarismos ou sublinhados.

No entanto, notei que é possível "fugir" dessa regra, na hora de definir o nome de uma variável.

Exemplos:

${1} = 1; // valor com número

${'1 variavel'} = 'número iniciando';

${'Nome com espaço'} = 'Wallace';

${'***Testando***'}[0][] = 'Array Louco';

Resultado:

Array
(
    [1] => 1
    [1 variavel] => número iniciando
    [Nome com espaço] => Wallace
    [***Testando***] => Array
        (
            [0] => Array
                (
                    [0] => Array Louco
                )

        )

)

Além das variáveis poderem ser declaradas assim, também é possível (acho que à partir do PHP 5.4), fazer com que os métodos "fujam" um pouco do seu padrão.

class Teste
{
    public function __call($method, $arguments)
    {
           echo "Método numérico [$method]";
    }

    public static function __callStatic($method, $arguments)
    {
        echo "Método númérico estático [$method]";
    }
}

Teste::{'10'}(); // Método numérico estático [10]

$teste = new Teste;

$teste->{'10'}(); // Método numérico 

Afinal de contas, qual é a finalidade de as variáveis poderem ser declaradas entre chavetas ?


Existe alguma caso que isso seja útil?

6

Utiliza-se colchetes na declaração de variáveis quando há necessidade em usar nomenclaturas com caracteres reservados ou caracteres que poderiam causar erro de sintaxe numa declaração normal.

É também utilizado para invocar variáveis na montagem de nomes de métodos de objetos ou simples funções.

Exemplo:

/**
Declaração normal
*/
$foo = 'bar';

/**
Suponhamos uma situação onde queremos declarar o nome de uma variável contendo caracter de espaço. Fatalmente provocará erro.
*/
$foo bar = 'teste';

Nesse caso, podemos usar as chaves

${'foo bar'} = 'teste';

Isso é também chamado de variável variável: http://php.net/manual/en/language.variables.variable.php

Numa outra situação, não é permitido declarar variáveis com nomes numéricos

$1 = 'val';
$2 = 'val';
$3 = 'val';

Porém, isso é possível usando a sintaxe especial com chaves:

${1} = 'val';

Apesar de ser semelhante a variável variável, o método com chaves não consegue acessar uma variável variável.

$v = 1;
$$v = 'ok';

echo $$v; // escreve 'ok'
echo ${'1'}; // provoca erro
echo ${1}; // provoca erro

Porém, o contrário é possível

${2} = 'ok';
echo ${2}; // escreve 'ok'

$v = 2;
echo $$v; // escreve 'ok'

Coisas "bizarras" tornam-se "possíveis":

${'\\'} = 'val';
echo ${'\\'};

${'  '} = 'val';
echo ${'  '};

${'🐉'} = 'val';
echo ${'🐉'};

${null} = 'val';
echo ${null};

${''} = 'val';
echo ${''};

${'Wallace gosta do michel teló.'} = 'val';
echo ${'Wallace gosta do michel teló.'};

/**
Nesse último exemplo, percebemos que o intuito não é permitir "coisas bizarras" para mero entretenimento. 
Podemos escrever códigos dessa forma:
*/
function foo()
{
    return null;
}

${foo()} = 'val';
echo ${foo()};

A coisa fica um pouco mais interessante quando experimentamos usar em outros locais.

Invocando métodos de classes dinamicamente:

class foo
{
    public static function bar()
    {
        return 123;
    }
}

echo foo::{'bar'}();

/**
Outras formas equivalentes:
*/
$m = 'bar';
echo foo::$m();

$o = 'foo';
$m = 'bar';
echo $o::$m();

$o = 'foo';
$m = 'bar';
echo ${'o'}::${'m'}();

Note que tais recursos dependem da versão do PHP.
Todavia, o programador não pode viajar na maionese e abusar do recurso.

Injeções
Deve-se tomar cuidado também com injeções de código provindas do usuário.

/**
O usuário pode tentar injetar códigos maliciosos
*/
$p = $_GET['eu_sou_burro_e_deixo_brecha_de_seguranca'];

${$p} = 'val';
echo ${$p};
  • -1. Eu não gosto de michel teló. Mentira que dei -1. Dei +1. Mas não gosto de Michel Teló, de verdade! – Wallace Maxters 30/11/15 às 10:27
  • Sua resposta foi satisfatória ;) – Wallace Maxters 30/11/15 às 13:35
3

São chaves. Parêntesis = (), Colchetes = [] e chaves = {}.

Não é só para declarar, é para fazer referência a variáveis, que inclui declarar.

Este uso que você encontrou eu não conhecia o mais próximo era o nome de variável variável (ver link abaixo). Também pode ter algo a haver com a superglobal $GLOBALS, que é um array indexado e portanto aceita strings como chaves para os valores.

De qualquer modo, respondendo às duas perguntas: A finalidade é indicar ao interpretador ou compilador ou o que quiser, exatamente quais caracteres fazem parte do nome da variável. Com as chaves é possível resolver ambiguidades.

Exemplo: No PHP é possível escrever o nome das variáveis diretamente dentro de strings:

$inicio = "abc";
echo  "As primeiras seis letras são: $inicio def";

Só que tem um espaço não desejado, reescrevendo:

echo  "As primeiras seis letras são: $iniciodef";

Agora o código vai ser interpretado de maneira incorreta, esperando a variável $iniciodef que, a princípio, não existe.

echo  "As primeiras seis letras são: ${inicio}def";

Assim vai funcionar corretamente.

Outro caso é explicado na documentação do PHP

Para poder utilizar variáveis variáveis com arrays, você precisa resolver um problema de ambigüidade. Assim, se você escrever $$a[1] então o interpretador pode entender que você quer usar $a[1] como uma variável ou que você quer usar $$a como uma variável e [1] como o índice dessa variável. A sintaxe para resolver essa ambigüidade é ${$a[1]} para o primeiro caso e ${$a}[1] para o segundo.

De qualquer modo, sua observação pode não estar documentada.

Em se tratando de comportamento inesperado, há um comentário que fala do uso de variável com o nome this quando não passado diretamente: http://php.net/manual/pt_BR/language.variables.basics.php#107080

Fontes: http://php.net/manual/pt_BR/language.variables.basics.php http://php.net/manual/pt_BR/language.variables.variable.php http://php.net/manual/pt_BR/reserved.variables.globals.php

  • Não esclarece muito a pergunta. Que as chaves são usadas para imprimir as varíaveis, evitando colisão entre o nome a variável e uma string é normal. Mas e quanto a declaração? É recomendado a declaração de variáveis com nomes "exóticos"? – Wallace Maxters 1/08/15 às 15:01
  • 1
    Ah, e +1 pela informação preciosíssima do $this. – Wallace Maxters 1/08/15 às 15:02
  • Sempe esqueço a diferente entre colchetes e chaves – Wallace Maxters 30/11/15 às 10:28

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.