7

Através de qual meio se obtêm a melhor performance de objetos Javascript.

var Objeto = { 
    propriedade:'valorPropriedade',
    init:function() {
       //Inicia Objetos  
    }
}
var obj = Objeto.init();

ou:

function Objeto() {
   this.propriedade = 'valorPropriedade';
   this.init = function(){
        //Função para iniciar o Objeto
   }
}

var obj = new Objeto();
obj.init();
  • Performance de criação do objeto ou de uso? E por que você está preocupado com isso, está tendo problemas com performance? Repare ainda que os códigos não são equivalentes: o que no primeiro é Objeto, no segundo é obj. – bfavaretto 27/02/14 às 0:42
  • Editarei o código da pergunta. Estou desenvolvendo um Single Page Application, do lado do servidor tem um NodeJS e o consumo de algumas coisas bem pesadas. Preciso de rapidez, perceptível ao usuário em todas as pontas. – flpms 27/02/14 às 0:52
6

A primeira opção com certeza. Quando você cria uma função construtora e cria um objeto através de new, você está criando uma cadeia de protótipos. Ou seja, todo objeto do tipo Objeto possui uma propriedade [[prototype]] (não é visível a partir do código JavaScript, apenas indiretamente via Object.getPrototypeOf(obj)) que, no caso, é um Object comum (porque você não atribuiu explicitamente o Objeto.prototype).

Objeto --> Object --> Object.prototype --> null

Quando você não tem uma classe Objeto, apenas um literal, seu objeto é do tipo simples Object, de modo que essa cadeia longa não existe.

Object --> Object.prototype --> null

Isso reduz todas as operações que o JavaScript tem de fazer no seu objeto em 1 nível. Na prática, não deve fazer muita diferença, mas se você quiser espremer cada ciclo da CPU (acho bobagem, na minha opinião, mas é uma escolha sua) então essa opção será mais rápida. Obs.: no teste que linkei acima a performance é muitíssimo diferente, mas é porque o código não faz nada de útil. À medida que o programa crescer, essa diferença deve se tornar menor, ou mesmo negligível.

Atualização: como apontado por @bfavaretto, a diferença de performance se dá na maior parte pela chamada extra do construtor. Se seu código fará isso com frequência (criar novos objetos) então a solução que não usa construtor deve ser mais rápida. Entretanto, pouco pode-se dizer do uso dos objetos criados de uma ou de outra maneira (pelo menos, não a partir desse teste).

  • 2
    Eu acho que a grande diferença na hora de criar o objeto é que new Ctor envolve uma chamada de função, o que implica a criação de um novo ambiente lexical etc. Em relação ao uso, você tem razão, o nível a mais na cadeia de protótipo deve causar um overhead quando se acessa uma propriedade ou método herdado. – bfavaretto 27/02/14 às 1:27
  • 1
    @bfavaretto Bem observado! Atualizei os testes isolando a criação do objeto da chamada do init, e os testes variaram de "quase igual" (no Firefox) para "Objeto muito melhor" (no Chrome). Imagino que o V8 deve fazer alguma otimização no caso de "classes", não sei... De qualquer forma, um código trivial assim é quase impossível se tirar alguma conclusão definitiva - nem tem qualquer relação com a performance da aplicação no todo. – mgibsonbr 27/02/14 às 1:37
  • Realmente inesperada essa diferença nos testes que você adicionou. Eu esperava que a chamada de init tivesse a mesma performance nos dois casos. Nem consigo imaginar que tipo de otimização o V8 está fazendo! – bfavaretto 27/02/14 às 1:44
  • Mais testes legais: jsperf.com/construtor-ou-iniciador/2 – Gabriel Gartz 27/02/14 às 1:49
  • 2
    Não resisti e perguntei o porquê no SO: stackoverflow.com/questions/22057579/… – bfavaretto 27/02/14 às 2:00

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.