5

Eu sempre acabo descobrindo um monte de doidices nessa linguagem que eu tanto amo: O PHP!

O que seria essa misteriosa classe __PHP_Incomplete_Class?

Eu "achei" ela acidentalmente, quando dei um get_declared_classes

Daí, na minha curiosidade, eu tentei instanciar a mesma.

$incomplete = new __PHP_Incomplete_Class;

Porém, quando eu tento acessar ou atribuir um valor a qualquer propriedade, um Notice é gerado:

$incomplete = new __PHP_Incomplete_Class;

$incomplete->test = 'teste';

Notice: main(): The script tried to execute a method or access a property of an incomplete object. Please ensure that the class definition "unknown" of the object you are trying to operate on was loaded before unserialize() gets called or provide a __autoload() function to load the class definition in /var/www/lab/index.php on line 5

O que seria esse erro?

O que seria essa __PHP_Incomplete_Class?

E de onde surgiu esse main no Notice que foi gerado?

Atualização:

Além de tudo que já foi dito anteriormente, há mais outra questão interessante sobre __PHP_Incomplete_Class: A função is_object retorna FALSE quando nós a checamos.

Veja:

var_dump(is_object(new __PHP_Incomplete_Class())); // (boolean) false
6

Geralmente quando se tenta armazenar objetos na sessão, em arquivos ou transmiti-los através de sockets, o objeto pode ser referenciado como sendo da classe __PHP_Incomplete_Class, isso acontece porque a maneira correta de armazenar e recuperar um objeto na sessão (e também nos outros casos) é utilizar as funções serialize() e unserialize().

Nota: é interessante notar que, em muitos casos (com a flag session.auto_start desabilitada no php.ini), é necessário incluir a definição da classe antes da chamada à função session_start().

  • Muito esclarecedor! Mas ainda acho engraçado o jeito com o que o PHP lida com algumas coisas :) – Wallace Maxters 16/07/15 às 16:12
  • Não muita padronização, nem sequer de nomes de métodos (snake_case e CamelCase) – Ricardo 16/07/15 às 16:13
  • 2
    Fora que tive de ir aos confins da terra pra encontrar esta informação – Ricardo 16/07/15 às 16:13
2

Além do que já foi citado, é importante lembrar que o PHP retorna uma instância __php_incomplete_class quando você chama a função unserialize numa string que contenha uma serialização de uma classe que não existe no contexto atual.

Por exemplo:

  • Crie a classe X
  • Serialize a instância dela com serialize(new X).
  • Copie o resultado da mesma para string. é algo parecido com O:1:"X":0:{}.
  • Delete a classe X.
  • Chame unserialize('O:1:"X":0:{}'), sem a classe X estar declarada.

O PHP vai retornar o seguinte:

object(__PHP_Incomplete_Class)#198 (1) {
  ["__PHP_Incomplete_Class_Name"]=>
  string(1) "X"
}

Já com a classe class X {} estando declarada no documento que usou unserialize, seria retornado isso:

object(X)#202 (0) {
}

Cuidados

Você deve tomar certos cuidados ao salvar certos tipos de dados em sessão. Por exemplo, imagine que você salvou as informações do usuário logado através de um objeto:

$_SESSION['usuario'] = Usuario::find(1); // retorna uma instância de Usuario

Se por algum motivo, por conta de uma manutenção, você alterou o nome da classe Usuario para UsuarioSite, por exemplo, o usuário que tiver a sessão salva, anterior a atualização da sua manutenção, vai ter problemas com o __php_incomplete_class, devido a não existência da referência (classe) Usuario.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.