8

Por exemplo, quando vamos checar se um usuário já está cadastrado na tabela, não precisamos de nenhum retorno de dados pela consulta, bastando apenas verificar se o número de rows é maior que 0 (num_rows > 0). Nos scripts e frameworks eu vejo utilizar para essa finalidade as seguintes consultas:

SELECT * FROM tabela WHERE usuario = 'exemplo';

SELECT usuario FROM tabela WHERE usuario = 'exemplo';

SELECT COUNT(*) FROM tabela WHERE usuario = 'exemplo';

SELECT COUNT(usuario) FROM tabela WHERE usuario = 'exemplo';

if (num_rows > 0)
//existe
else
//não existe

Dúvida:

Qual a melhor prática para se obter performance quando precisamos fazer uma consulta para saber se um valor em uma coluna já existe?

  • stackoverflow.com/questions/61033/… Acho que aqui pode responder a sua pergunta. – Marconi 9/07/15 às 20:40
  • 2
    COUNT(*) ou COUNT(usuario) são onerosos porque trazem dados, nesse caso sugiro o COUNT(1) ou então o SELECT 0 FROM do @bigown. E também sugiro tentar comparar as estratégias do banco para cada query com EXPLAIN SELECT (basta acrescentar EXPLAIN na frente da query). Finalmente, tente criar um índice para o campo usuario, acredito que vai melhorar a performance. – Piovezan 9/07/15 às 21:37
10

Precisa ver o objetivo que deseja, se realmente só quer saber se existe valores no banco de dados o mais simples entre essas opções seria:

SELECT 0 FROM tabela WHERE usuario = 'exemplo';

Vai fazer muito pouca diferença, se fizer, mas é melhor que todas as outras porque não tem que trazer nenhum dado do banco de dados, não tem que fazer nenhuma outra operação a não ser selecionar o linha.

Tem um jeito de saber. Faça o teste com todas as opções e veja qual é mais rápida. Pode mudar dependendo da versão.

Esta forma é ótima se você quer saber quantos já existem ou se você tem certeza que existirá 0 ou 1 elemento. Mas é péssima se pode existir vários porque ela retornará várias linhas sem necessidade. Aí o melhor seria:

SELECT COUNT(0) FROM tabela WHERE usuario = 'exemplo';

que no fundo é a mesma coisa que

SELECT COUNT(*) FROM tabela WHERE usuario = 'exemplo';

A vantagem desta forma é que ela já retorna o número de linhas achadas, portanto é garantido que o resultado só terá uma linha, menos tráfego gerado. E você pode ler o resultado da query para saber se tem mais de 0 linhas.

O que é mais vantajoso, ler o resultado ou pedir para a função indicar quantas linhas retornaram? Não sei, precisaria fazer um teste, mas duvido que encontre uma diferença que justifique a escolha de um ou outro. Essencialmente será o mesmo, será irrisório perto da operação toda, mesmo que execute isto 1 milhão de vezes.

A única questão desta forma é que ela não poderá usar o código de verificação proposto if (num_rows > 0), afinal sempre o número de linhas nesta consulta será 1, já que o que retorna é a contagem de linhas que satisfazem a condição e não as linhas em si.

Se puder mudar essa verificação, então pode ser interessante retornar um booleano indicado a existência de linhas que correspondem à condição:

SELECT (SELECT COUNT(*) FROM tabela WHERE usuario = 'exemplo') > 0;

Esta forma retorna um booleano indicando se existem linhas.

Mas se o problema é ter duplicata, aí todos os jeitos estão errados. Você pode se envolver em uma condição de corrida e o resultado não será confiável.

  • dessa forma ele retorna um boolean pra dizer se existe? – Dener 9/07/15 às 21:21
  • 1
    Não, o objetivo dele não é retornar isto um booleano. É bem verdade que a pergunta estrá mal feita e está procurando por uma diferença que será mínima na maior parte dos casos, mas não é especificado que deve retornar um booleano, e sim dar a chance de saber se existe ou não. Eu duvido inclusive que deva fazer isto desta forma, mas não vou entrar no mérito. – Maniero 9/07/15 às 21:29
  • Ah, sim! Essa dúvida foi minha mesmo, nunca tinha visto a expressão dessa forma e achei interessante. Só uma última dúvida, se não retorna nada, essa expressão ainda tem alguma serventia? – Dener 9/07/15 às 21:41
  • Sim, ela ainda retorna quantidade de registros existentes que satisfazem a condição. Eu acabei de lembrar de uma coisa, então dá para fazer melhor. – Maniero 9/07/15 às 21:46
  • Ah sim. Obrigado! – Dener 9/07/15 às 21:51
4

O ideal seria:

SELECT usuario FROM tabela WHERE usuario = 'exemplo';

Considerando que o campo 'usuario' não se repetirá (será único ou primary key) e haverá um índice criado em cima desse campo, essa é a forma menos onerosa para o banco de dados.

2

Você pode tentar

SELECT EXISTS(SELECT * FROM tabela WHERE usuario = 'exemplo')

ou

SELECT EXISTS(SELECT 1 FROM tabela WHERE usuario = 'exemplo')
2

A opção LIMIT 1 faz o SQL terminar quando achar o primeiro registro, é a forma mais rápida de verificar se um registro existe.

SELECT
  1
FROM
  tabela
WHERE
  usuario = 'exemplo'
LIMIT 1
;
  • E os outros registros duplicados ignorados... ele para no primeiro. – Guilherme 25/03/18 às 14:16
1

Se é pra saber apenas se EXISTE ROW COM usuario = 'exemplo', eu recomendo utilizar SELECT COUNT(1) FROM tabela where usuario = 'exemplo'. Pois o count(1) irá percorrer a tabela, verificar se a condição é satisfeita, e ignorar as outras colunas da tabela. E quando você receber o resultado basta colocar boolean existe = resultado > 0

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.