2

Comecei a desenvolver uma aplicação utilizando o conceito de microservices e ainda tenho muitas dúvidas. Eu tenho repositórios e suas respectivas entidades, os envios das requisições funcionam corretamente porém quando finalizo a aplicação e início denovo perco os dados.
Por exemplo, eu envio um post que salva os dados no banco, dou get e obtenho corretamente porém se eu reiniciar a aplicação o meu get não retorna nada.
Por que isso ocorre? Como faço para obter todos os dados?

Repositório

@RepositoryRestResource(collectionResourceRel = "veiculos", path = "veiculos")
public interface VeiculoRepository extends MongoRepository<Veiculo, String> {
    Veiculo save(Veiculo veiculo);

    List<Veiculo> findAll();

}

Application.properties

spring.application.name=VeiculoService

spring.data.mongodb.uri=mongodb://localhost:27017/db

spring.data.rest.baseUri=/api

spring.http.encoding.charset=UTF-8
spring.http.encoding.enabled=true
spring.http.encoding.force=true
spring.http.gzip.enabled=true


management.context-path=/actuator

info.app.name=Db Admin
info.app.description=DB
info.app.version=${project.version}

server.port=${port:8181}
server.servletPath=/
  • Está usando o spring-boot-starter-data-mongodb é? Teria como atualizar com o seu application.properties, se estiver usando? Outra coisa, tem alguma configuração customizada? – Bruno César 7/07/15 às 22:04
  • Uau, reparei agora que há uma configuração do Fongo, o mongoDB em memória. – Daniela Morais 8/07/15 às 11:50
  • 1
    Exatamente, por padrão é sempre em memória, quando você não configurar um servidor seu, há no boot algo embedded para tudo =D Veja se consegue configurar, se não, atualize com suas dúvidas :) – Bruno César 8/07/15 às 12:09
  • Aproveitando, há uso do Spring REST e qualquer post, get, delete etc caem nestes repositórios. É possível desviar para a API e depois chamar o repositório? Ou este não é o propósito? – Daniela Morais 8/07/15 às 12:13
  • 1
    Isto é porque está usando spring-data-rest, então são publicados recursos HTTP para cada repositório. Para usar como falou, use repositório normal (@Repository) e os controladores, da mesma forma que no Spring MVC (@Controller ou @RestController) – Bruno César 8/07/15 às 12:25
2

Quando usamos o spring-boot, por padrão há algo embedded/in-memory para quase tudo, desde containers, serviços de mensageria e bancos de dados, que é este caso. Devido a isto você consegue incluir e recuperar dados em uma execução, mas ao reiniciar o banco é removido (por padrão será sempre create-drop nas bases em memória, independente se SQL ou NoSQL).

Para MongoDB não há, inclusive, se você gerar pelo http://start.spring.io/ ou usar o auto configure padrão, mas como bem observou, está configurado o Fongo para ser o seu servidor Mongo, ou seja, está usando um bando in-memory. Não sei se está seguindo algum tutorial ou alguma aplicação gerada para referência, mas ela deve ter incluído configuração para gerar uma instância Mongo ou MongoClient

Por exemplo no caso de estar usando MongoDB e spring-boot-starter-data-mongodb irá habilitar o MongoDataAutoConfiguration, já que o spring-boot-starter-data-mongodb irá incluir dependências do MongoDB (Mongo e MongoTemplate). Isto acontece devido ao @ConditionalOnClass existente na configuração (@ConditionalOnClass({ Mongo.class, MongoTemplate.class})).

Para configurar um servidor, fazendo com que sua base não fique em memória, você pode configurar a propriedade spring.data.mongodb.uri OU as que são específicas para host e porta, spring.data.mongodb.host e spring.data.mongodb.port, respectivamente, no seu arquivo application.properties/application.yml. Aqui você poderá ver todas as propriedades que poderá usar no boot, não só apenas as relacionadas com o Mongo.

Já quanto à sua dúvida quanto as requisições HTTP que eram tratadas no repositório, isto é devido ao fato de estar usando spring-data-rest, veja que seu repositório está anotado com @RepositoryRestResource, então RepositoryRestConfiguration irá agir e expor os recursos HTTP através do repositório.

Para usar como você necessita, separando as responsabilidades entre controller e repository, você pode usar repositório normal do spring-data (@Repository ou nada, mas continue herdando de MongoRepository) e os controladores como no Spring MVC (@Controller ou @RestController), daí nos controladores recupera uma instância do(s) repositório(s) que necessitar.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.