2

Bem, sempre vejo na internet ou até ouço amigos conversando sobre WebServices, já li algumas coisas relacionadas ao assunto mas ainda não consegui entender muito bem. Eu sei que com um WebService posso fazer a interação de vários sistemas. Mas não seria mais fácil eu conectar todos esses sistemas em apenas um banco de dados e pegar todos os dados do mesmo?

  • 2
    Geralmente os webservices e os clientes não usam o mesmo banco, webservice é usado para você enviar dados para outro servidor de maneira padronizada sem necessitar de uma interação do usuário direta. Por exemplo você pode enviar produtos para o mercadolivre usando REST. Ou seja você pode criar um sistema PHP para o seu cliente e ele não precisa acessar o mercadolivre para enviar os produtos. WebServices são usados também para Apps de celulares, para salvar os dados no servidor. – Guilherme Nascimento 6/07/15 às 18:53
2

Mas não seria mais fácil eu conectar todos esses sistemas em apenas um banco de dados e pegar todos os dados do mesmo?

Não.

O motivo é que se você der acesso ao banco de dados, a sua segurança, suas regras de negócio e seu encapsulamento são comprometidos.

Imagine que o site A é uma transportadora e o site B é uma empresa de vendas de mercadorias. Os clientes acessam o site B para fazer compras e o site da empresa B conversa com o site A por meio de um webservice para agendar a entrega das mercadorias e para obter o custo do frete a ser cobrado do usuário.

Mas, vamos supor que ao invés disso, o site A abra o acesso ao banco de dados para a empresa B. Neste caso a empresa B poderia obter acesso a dados de outros clientes da transportadora, poderia cadastrar, alterar e destruir informações das quais não é dona, inclusive de outros clientes da transportadora. O resultado disso seria o caos.

Há a questão das regras de negócio da empresa A. Com o acesso direto ao banco de dados pela empresa B, quem na empresa A pode garantir que o processo na empresa B não vai cadastrar entregas em cidades não-atendidas? Uma vez que a empresa B tem acesso ao banco de dados de A, todas as regras de negócio de A terão sido contornadas.

Além disso, vamos supor que para calcular o frete, a empresa A precise coletar dados de 27 tabelas diferentes. Porque que a empresa B precisa saber disso se a única coisa que eles querem é o valor do frete? A empresa B não quer saber como é que o preço da gasolina em diferentes regiões do país e como os custos de pedágios afeta o preço do frete, pois isso é responsabilidade da empresa A. O que a empresa B quer saber é apenas qual seria o preço do frete. Esse preço é algo que o webservice da empresa A pode informar, e o que está por trás deste webservice é problema e responsabilidade da empresa A. Mas se ao invés disso for usado o acesso direto ao banco de dados, então a empresa B precisaria executar todos estes processos nas 27 tabelas da empresa A, o que não deveria ser responsabilidade deles.

Além disso, mesmo se a empresa B for bem-comportada, a empresa A não poderá fazer mudanças no seu banco de dados facilmente sem quebrar as coisas para a empresa B e para todos os outros clientes que detém do acesso ao seu banco de dados. Se alguém invadir o site da empresa B, o banco de dados da empresa A também estaria comprometido e junto com ele, o de todos os outros clientes da empresa A.

O melhor então é que a empresa A disponibilize um webservice publicando as operações a serem realizadas. Desta forma, a implementação do banco de dados fica restrita a própria empresa A. Se ela quiser fazer alterações no banco de dados para usar informações sobre borracharias nas estradas para calcular o frete, basta eles fazerem algumas mudanças na implementação do serviço para garantir a compatibilidade e a empresa B nem sequer precisa ficar sabendo que houve algum tipo de mudança porque realmente não é problema deles.

Além disso, com o webservice, você garante que as regras de negócio serão respeitadas e que a empresa B só conseguirá ter acesso a aquilo que lhes interessem da forma como de fato deveriam ter. Se a empresa B tentar cadastrar uma entrega em uma cidade que não é atendida, o webservice devolve um erro. Com o webservice você também pode fazer validações e verificações (inclusive de login/senha). Além disso, a empresa B não precisa saber (e nem vai querer saber) como é que faz para extrair e juntar dados de 27 diferentes tabelas para calcular o frete, pois isso é responsabilidade da empresa A e a empresa B não tem nada a ver com isso.

E nem tudo se limita ao banco de dados, imagina que no cálculo do trajeto para a entrega na empresa A exista um processo que depende da geração e manipulação de alguns arquivos. E aí, iria abrir o sistema de arquivos para os outros também?

  • 2
    Complementando a resposta, webservices são feitos justamente para que haja uma independência entre a equipe de interface, e a equipe de backend. Ambos, podem prosseguir com o seu desenvolvimento independente de outro, para que no fim, haja a "fusão". – Luís Fernando Guedes 6/07/15 às 21:50
  • 1
    Muito obrigado pela resposta e pelo comentário, foram bastantes esclarecedores. – DiegoAugusto 7/07/15 às 11:10

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.