2
package Livraria3;

public class Livro {

    private String nome;
    private String descricao;
    private double valor;
    private String isbn;
    Autor autor;

    public Livro(Autor autor) {
        this.autor = autor;
        this.isbn = "000-00-00000-00-0";

    }

    public Livro() {

    }

    public String getNome() {
        return nome;
    }
    public void setNome(String nome) {
        this.nome = nome;
    }
    public String getDescricao() {
        return descricao;
    }
    public void setDescricao(String descricao) {
        this.descricao = descricao;
    }
    public double getValor() {
        return valor;
    }
    public void setValor(double valor) {
        this.valor = valor;
    }
    public String getIsbn() {
        return isbn;
    }
    public void setIsbn(String isbn) {
        this.isbn = isbn;
    }
    public Autor getAutor() {
        return autor;
    }
    public void setAutor(Autor autor) {
        this.autor = autor;
    }

    public void mostrarDetalhes() {

           System.out.println("Mostrando detalhes do livro:");
           System.out.println("Nome: " + nome);
           System.out.println("Descricao: " + descricao);
           System.out.println("Valor: " + valor);
           System.out.println("Isbn: " + isbn);
           System.out.println("--");

           autor.mostrarDetalhes();

        }


}
 package Livraria3;

    public class Autor {

        private String nome;
        private String email;
        private String cpf;

        public String getNome() {
            return nome;
        }
        public void setNome(String nome) {
            this.nome = nome;
        }
        public String getEmail() {
            return email;
        }
        public void setEmail(String email) {
            this.email = email;
        }
        public String getCpf() {
            return cpf;
        }
        public void setCpf(String cpf) {
            this.cpf = cpf;
        }

        public void mostrarDetalhes() {

              System.out.println("Mostrando detalhes do Autor:");
              System.out.println("Nome: " + nome);
              System.out.println("Email: " + email);
              System.out.println("CPF: " + cpf);

              }
    }
package Livraria3;

public class CadastroDeLivros {
    public static void main(String[] args) {

        Autor autor = new Autor();
        autor.setNome("Leonardo Silva");
        autor.setEmail("leonardo_silva@hotmail.com");
        autor.setCpf("231.980.523.66");

        Livro livro = new Livro(autor);
        livro.setNome("Programacao em Java");
        livro.setDescricao("Livro de Java");
        livro.setValor(79.90);


        //livro.setAutor(autor);
        livro.mostrarDetalhes();


        Autor outroAutor = new Autor();
        outroAutor.setNome("Tiago Vieira");
        outroAutor.setEmail("tiagov@yahoo.com");
        outroAutor.setCpf("331-453-234-75");

        Livro outroLivro = new Livro(outroAutor);
        outroLivro.setNome("Programacao em Cpp");
        outroLivro.setDescricao("Livro de cpp");
        outroLivro.setValor(89.90);
        outroLivro.setIsbn("459-94-9103-15-34");

        //outroLivro.setAutor(outroAutor);
        outroLivro.mostrarDetalhes();

}
}

Tem alguma diferença de eu inicializar um atributo de um objeto no construtor da classe, como:

public Livro(Autor autor) {
        this.autor = autor;
        this.isbn = "000-00-00000-00-0";
        this.valor = 66.66;
    }

Ou usar aqui?

Livro livro = new Livro(autor);
        livro.setNome("Programacao em Java");
        livro.setDescricao("Livro de Java");
        livro.setValor(79.90);
      //livro.isb = "567-67-667-66-77;
2

Tem alguma diferença de eu iniciar um atributo de um objeto no construtor da classe?

Sim, ao expor apenas um construtor, com os atributos da classe que você deseja criar, você pode forcar aqueles que chamam seu construtor a passar todos os parametros necessários para criacão do objeto. Enquanto que se você usar Setters, Alguém pode não chamar os setters necessários para que o objeto esteja em um estado válido. Essa seria uma das principais diferencas. Existe até mesmo uma exceção em Java para quando seu objeto não está em um estado válido:

http://docs.oracle.com/javase/7/docs/api/java/lang/IllegalStateException.html

Agora, se é certo ou errado, ou que é melhor, é difícil dizer pois depende muito do design do seu programa, ou de sua API.

  • Desculpe, mas eu não sei ler a API. – Nome 5/07/15 às 3:26
  • Oi @Nome, vc se refere a pagina em ingles, ou ao termo API? – Filipe Miranda 5/07/15 às 3:27
  • Muito técnico, não por ser em inglês. – Nome 5/07/15 às 3:28
  • Com o tempo vc se acostuma. É só ir praticando. =) – Filipe Miranda 5/07/15 às 3:29
1

Os dois vão funcionar, mas existem diferenças estruturais importantes.

Ao inicializar tudo no construtor, é mais fácil de garantir o encapsulamento, pois você não é obrigado a publicar setters.

Além disso, você garante que o objeto será criado em um estado que faça sentido. Do contrário, você provavelmente vai criar um objeto em um estado incoerente e ser obrigado a consertá-lo depois, o que é ruim.

  • O.0 mais fácil manutenção. – Nome 5/07/15 às 3:32
  • @Nome Exato, a manutenção fica mais fácil. O seu objeto fica mais fácil de ser usado da forma correta e mais difícil de ser usado da forma errada. – Victor Stafusa 5/07/15 às 3:34

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.