20

Sou usuário do Sistema Operacional Ubuntu e, quando quero limpar o Terminal, eu utilizo o comando clear.

>>> clear

Porém, no Python, como eu poderia fazer para poder limpar o terminal, quando eu o utilizo na linha de comando?

Existe alguma maneira simples de fazer isso?

28

Tente isso:

import os
os.system('cls' if os.name == 'nt' else 'clear')

Segue o link do SOen, aqui, tem outras alternativas também.

  • 1
    Pela sua resposta, acabo de aprender a detectar o Sistema operacional :) – Wallace Maxters 3/07/15 às 15:30
29
+50

Simplesmente pressione ctrl + L (funciona no shell também - você nem precisa escrever clear).

Isso no terminal. Em um programa, você pode simplesmente imprimir um número de linhas em branco maior que o tamanho do terminal: print("\n" * 130), ou, se estiver no Linux ou Mac, imprimir a sequência ANSI que apaga a tela: print("\x1b[2J"). Veja mais detalhes abaixo.

O CTRL + L limpa a tela se você estiver no terminal de algum Linux - e talvez um ou outro dos ambientes interativos do Windows - mas não no Idle, e outros prompts do Python integrados a IDE's - e certamente não é apropriado se você desejar apagar a tela de dentro de um programa (você não pode pedir ao usuário para digitar "ctrl + L" para apagar a tela :-) )

A razão de não existir uma chamada de função simples,na biblioteca padrão do Python, é que as entradas e saídas padrão não são pensadas, numa linguagem de programação genérica, sempre como um "terminal" - elas representam um fluxo de dados de entrada, e dois de saída (stdout e stderr). Mas a linguagem em si "não sabe" que está rodando no terminal quando algum programa é executado. Para programas feitos específicamente para o terminal que queiram uma interação mais sofisticada (inclusive com o mouse), a biblioteca padrão do Python inclui o módulo curses (veja abaixo).

A solução chamando o comando externo - seja o cls no windows ou clear no Linux/Mac OS, com o os.system funciona -mas tem um problema básico: é um programa externo - todo um processo externo no sistema operacional, achar o arquivo no disco, criar o processo, para fazer uma chamada de API ao terminal. Em termos de usos de recursos é o mesmo que chamar um chaveiro para abrir e trancar a porta de novo cada vez que for sair de casa.

Bom - esses programas para "apagar a tela" - tanto o clear do Unix quanto o "cls" do DOS, quanto o "clear" e o próprio o próprio CTRL + L, não fazem muito mais do que simplesmente imprimir várias linhas em branco, de forma que o conteúdo da tela atual role pra cima.

Para fazer isso em Python, basta imprimir uma única string com um número suficiente de "linefeeds" (o caractere representado por '\n' - cujo código em decimal é "10").

Um pouco mais chato é saber o número exato de linefeeds necessário para apagar a tela exatamente e sem linefeeds a mais. Se isso não for uma preocupação, um número como 130 linhas em branco é mais que suficiente para rolar um terminal em full HD com fonte em tamanho 4 - então simplesmente:

print ("\n" * 130) 

Garantidamente vai te apagar qualquer terminal, independente do tipo de S.O. sem precisar executar um outro processo fora do interpretador Python só para isso.

Claro que é mais elegante imprimir um número de linhas em branco só igual ao número de linhas do terminal - e não mais que isso. Entre outras coisas, um usuário acostumado ao uso do terminal pode esperar poder rolar a tela para cima para ver a tela anterior nas linhas imediatamente precedentes à primeira linha da tela em branco (embora o comando clear resete esse histórico também).

Para isso, a partir do Python 3.3, há a função get_terminal_size no módulo OS do Python. Para quem está escrevendo um programa que vai funcionar em várias versões do Python, a funcionalidade pode ficar encapsulada numa função do tipo:

def clear():
    try:
        import os
        lines = os.get_terminal_size().lines
    except AttributeError:
        lines = 130
    print("\n" * lines)

Mas no Python 3.3 ou acima, basta fazer:

import os
print("\n" * os.get_terminal_size().lines)

Além disso, nos Unixes, e talvez em alguns programas de terminal/prompt do Windows, são reconhecidas as "sequências ANSI" - isso é, o próprio terminal reconhece sequências especiais de caracteres que representam comandos tais como limpar a tela, alterar a cor da fonte, posicionar o cursor -etc - São um "brinquedo" bem interessante - e bem mais simples que o módulo curses do Python(do qual falo abaixo). Para apagar a tela em qualquer terminal Linux ou na maior parte dos Unixes (não sei se no Mac OS X funciona direto) - basta imprimir a sequência "\x1b[2J" - (o "\x1b" é o caractére <ESC> o mesmo código que é gerado pela tecla com esse nome). A sequência <ESC>[ inicia várias sequências ANSI. Para ver as sequências exatas suportadas pelo seu terminal, execute o comando infocmp no shell.

Por essa técnica, apagar a tela, e posicionar o cursor na primeira linha e primeira coluna pode ser feito assim:

print("\x1b[2J\x1b[1;1H")

(O comando print imprime por padrão um "\n" - se estiver no Python 3 use print("\x1b[2J\x1b[1;1H", end="") para evitar ir parar na segunda linha - em Python2, vale a pena colocar um from __future__ import print_function no começo do arquivo e fazer o mesmo.)

Lembrando que - e pelo que entendi do contexto dessa pergunta - se a idéia é só apagar a tela enquando se está no modo interativo do Python - nesse caso, o "ctrl + L" vai servir bem.

Para quem quiser fazer um programa complexo com interação pelo terminal, minha dica sempre é a seguinte: se voê está nesse ponto, é hora de pensar em fugir do terminal. Python permite interação com várias bibliotecas gráficas para criação de um aplicativo em uma janela própria - que é muito mais confortável para o usuário final. Usuários acostumados com interface de linha de comando estarão felizes com chamar o programa da linha de comando do sistema, passando opções diretamente na mesma - para isso consulte o módulo argparse da biblioteca padrão.

Se mesmo assim se o autor preferir criar uma interface interativa no terminal, a dica é usar o módulo curses - também da biblioteca padrão - com ele você obtem um objeto do tipo "janela" (de texto) no terminal, onde pode posicionar o cursor em lugares exatos, apagar a tela, mudar cores, etc... E com algum trabalho (não pouco) poderá fazer um aplicativo com uma carinha realmente profissional - desde os usuários desse programa estejam congelados no tempo desde a década de 1990. Se não for esse o objetivo, apagar a tela com o print("\n" * 130) é o suficiente.

Com curses, você pode apagar a tela fazendo:

import curses
window = curses.initscr()
window.clear()
window.refresh()

No entanto o terminal estará nesse modo de "aplicação" em que "print" e "input" podem ter resultados diferentes do que acontece num terminal normal. Em particular, é importante posicionar o cursor na posição desejada da tela antes de cada impressão chamando a função window.move(line, col) . Ao encerrar o programa, é vital retornar o terminal para o estado normal, chamando a função curses.endwin().

  • O autor quer que o python limpe a tela, poderia editar a sua resposta? – Guilherme Nascimento 4/07/15 às 14:06
  • 6
    Não - o autor pergunta como limpar o console no terminal interativo do Python - e essa é a forma mais prática. Mas sim, a resposta está curta, - e eu posso colocar mais tarde como fazer o Python limpar a tela. Note que nenhuma das duas outras respostas faz isso no entanto: elas chamam programas externos uqe limpam a tela (então não é "o python"). – jsbueno 4/07/15 às 18:59
  • Justamente as outras resposta são programas, pois provavelmente ele está escrevendo um programa em python que trabalhe no terminal e provavelmente ele quer que em determinada ação do programa limpe a tela e este me parece o motivo das demais respostas serem códigos python. Talvez o autor da pergunta não tenha conseguido transmitir a necessidade e isto tornaria a sua resposta válida sim. No entanto nestes casos, vale mais você comentar na pergunta qual solicitando detalhes. Leve em consideração também o escopo: pt.stackoverflow.com/help/on-topic – Guilherme Nascimento 4/07/15 às 19:05
  • 1
    Na minha leitura da pergunta há duas dicas de que o problema do autor não é escrever um porgrama - mas sim, apagar o console no modo interativo. Mas concordo que é ncessário ensa resposta para ela ser completa - vamos lá. – jsbueno 5/07/15 às 5:25
5

Faça:

>>> import os
>>> clear = lambda: os.system('clear')
>>> clear()

Dessa forma é só tu chamar o clear() quando quiser limpar, se tiver no Windows só trocar clear por cls.

1

Como você é usuário do Sistema Operacional Ubuntu e quer uma maneira simples de fazer isso. Pode fazer assim:

import os
os.system('clear') 
-1
import os
if os.name == "nt":
    os.system("clear")
else:
    os.system("cls")
  • Para formatar o texto como código fonte, use o botão { } – rray 28/11/16 às 19:08
  • 2
    Isso já tinha sido respondido. – Wallace Maxters 28/11/16 às 19:18

protegida por Anderson Carlos Woss 24/01 às 23:12

Thank you for your interest in this question. Because it has attracted low-quality or spam answers that had to be removed, posting an answer now requires 10 reputation on this site (the association bonus does not count).

Would you like to answer one of these unanswered questions instead?

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.