4

O site do Windows Azure deixa claro e explica como usar várias linguagens de programação. Mas ainda assim, não explica como usar algumas linguagens mais simples, como por exemplo o próprio C++.

Eu sei que o Amazon Web Services pode ser adaptado para outras linguagens, mas e o Windows Azure? Ele permite usar outras linguagens além das listadas no site? E, se sim, qual é o "segredo"?

  • 2
    "Linguagens mais simples, como por exemplo o próprio C++" O sr. deve utilizar apenas Assembly e Brainf*ck em seu dia a dia. – Renan 25/02/14 às 17:59
  • Como uma linguagem com umas 600 páginas de especificação pode ser simples ehehe? Você não quis dizer linguagem de baixo nível? – Filipe 25/02/14 às 18:09
  • Com "simples" eu quis dizer "mais comuns", afinal todas as plataformas têm uma implementação... mas gostei dos comentários xD – André Leria 25/02/14 às 18:32
2

O Azure possui Web sites, que podem rodar nativamente ASP.NET, PHP, NodeJS e Python (obrigado @Danimar pela informação), e possui máquinas virtuais, que você pode configurar às suas necessidades. Há diversas imagens de VMs disponíveis para diversos casos:

APLICAÇÕES ESPECÍFICAS

Você pode criar web sites a partir da galeria, que implementam um determinado aplicativo como Wordpress, Drupal, etc

inserir a descrição da imagem aqui

SERVIDORES VIRTUAIS

Você pode criar VMs e personalizá-las para o uso que quiser.

inserir a descrição da imagem aqui

Para o seu caso, o ideal seria criar uma VM com a imagem adequada (há várias, de vários distribuidores) e fazer a configuração, o que certamente exige um esforço adicional.

OS PREÇOS

Seguem os preços praticados, de acordo com o tamanho da sua VM:

inserir a descrição da imagem aqui

  • 1
    Entendi... então eu posso ter a linguagem que eu quiser com uma VM, basta configurá-la do zero. (É claro que isso sai um pouco mais caro.) É isso ou entendi errado? – André Leria 25/02/14 às 15:05
  • 1
    É basicamente isso! Mas não há cobrança adicional... Vou atualizar com o valor cobrado por hora! – Tiago César Oliveira 25/02/14 às 15:48
  • 1
    Basicamente, assim que vc sobe uma VM, passa a pagar por hora. Ela já vem habilitada para uso via Conexão Remota (para VMs Windows) ou SSH (para VMs Linux). – Tiago César Oliveira 25/02/14 às 15:55
  • A "cobrança adicional" que eu quis dizer é que uma VM é mais cara que um Web Site comum, mas eu entendi o que você quis dizer. Ótima resposta, portanto aceita. – André Leria 25/02/14 às 16:47
  • 1
    Você pode se inscrever no programa BizSpark e ter 40% de desconto por 3 anos, além de US$ 150 de créditos no Azure por mês. Não é difícil conseguir ser aceito, basta preencher corretamente os dados no tempo exigido! Levam cerca de um mês pra responder sua aplicação, então tenha paciência... Se inscreve aí! www.microsoft.com/bizspark/‎ – Tiago César Oliveira 25/02/14 às 17:34
1

Na lista de linguagens pode ser acrescentado Node.js e Python. O visual studio até possui SDK para poder publicar aplicativos python, php, etc.

http://www.windowsazure.com/pt-br/services/web-sites/

Os desenvolvedores podem criar novos aplicativos do zero ou implantar aplicativos existentes criados no ASP.NET, PHP, Node.js, Python ou até mesmo no Classic ASP. Você pode incluir um banco de dados quando provisiona um novo site com uma opção de banco de dados SQL ou MySQL. Alternativamente, os desenvolvedores podem começar escolhendo dentre mais de 30 aplicativos de software livre, estruturas e modelos da Galeria de Aplicativos Web, incluindo WordPress, Umbraco, DotNetNuke, Drupal, Django, CakePHP e Express.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.