3

Sabemos da necessidade de fechar recursos (arquivos, conexões, também chamados de resources) consumidos em Java, tais como OutputStream e InputStream. Quando não os fechamos, criamos problemas de performance e impedimos o Garbage Collector de liberar memória e finalizar o Objeto, entre outros problemas como memory leaks.

Idioma try-catch-finally

Abaixo temos o principal idioma que contempla o cenário mencionado acima:

Este código abre um arquivo, lê suas linhas, printa cada uma, captura exceção, caso ocorra, e finalmente em caso de sucesso ou erro, fecha o recurso, ou seja o arquivo.

public static void main(String[] args) {
    BufferedReader br = null;
    try {
        String sCurrentLine;
        br = new BufferedReader(new FileReader("C:\\testing.txt"));
        while ((sCurrentLine = br.readLine()) != null) {
            System.out.println(sCurrentLine);
        }
    } catch(IOException e) {
        e.printStackTrace();
    } finally {
        try {
            if (br != null) br.close();
        } catch (IOException ex) {
            ex.printStackTrace();
        }
    }
}

No código acima o compilador não nos obriga a adicionar o bloco finally, que é importante para fechar o BufferedReader e todos os outros objetos de IO associados a ele, tendo ocorrido ou não exceções e erros. Sem o finally nosso código pode perfeitamente compilar, rodar em ambientes de teste, e só revelar a falha em producão.

Como não precisar incluir o finally e ainda sim fechar Connections, Statements, ResultSets, Readers, Writers e até mesmo objetos nossos que necessitem de um método de fechamento - close()?

2

Devemos utilizar o idioma try-with-resources

Também conhecido como try-with-resourses statement, este artifício está disponível a partir da versão 1.7 da plataforma Java SE.

Como?

No try-with-resources, podemos escrever código que se utilize de resources para aplicação, tais como Connections e arquivos. Desde que tais classes implementem a interface AutoCloseable.

Através do uso de objetos que implementem AutoCloseable, é possível se aplicar um novo idioma, onde não é necessário mais do bloco finally. O compilador infere o bloco, garantindo que os recursos sejam fechados. Esta interface tem um único método - close(), onde nele, o programador fornece a lógica de fechamento.

A boa notícia é: a partir do Java 1.7, classes como Reader, Writer, Connection, Statement, ResultSet e muitas outras já implementam esta interface.

Então como fica o código?

O código escrito, pode ser reescrito da seguinte maneira:

try (BufferedReader br = new BufferedReader(new FileReader("C:\\testing.txt"))) {
    String sCurrentLine;
    while ((sCurrentLine = br.readLine()) != null) {
        System.out.println(sCurrentLine);
    }
} catch (IOException e) {
    e.printStackTrace();
}

E se o programdor acicionar o finally mesmo assim?

Sem problemas, o que é escrito no finally é unificado com a chamada para o close() que é inferida pelo compilador, assim sendo, se chamar o close() em seu finally, o mesmo será executado duas vezes.

Como não precisar incluir o finally e ainda sim fechar os Connections, Statements, ResultSets, Readers, Writers e até mesmo objetos nossos que necessitem de um método de fechamento - close()?

Como vimos, usando o idioma try-with-resources, é possível se atingir este objetivo, já no caso de nossas classes se aproveitarem disso, basta fazer com que implementem a interface AutoCloseable.

Nota: Também existe a interface Closeable, que é subinterface da AutoCloseable. Porém em seu método close, uma IOException está em sua assinatura:

public void close() throws IOException;

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.