5

Eu sei que, no Python, podemos definir em uma função algo parecido com o que chamam por aí de "named parameters", ou seja, "parâmetros nomeados".

def my_func(**kwargs):
    pass

my_func(nome="Stack Overflow", linguagem="Português")

Não sei se a minha definição de "parâmetros nomeados" realmente é o mesmo objetivo do argumento kwargs do parâmetro da função (pelo menos, para mim, parece que é; e, se não estiver, gostaria que me corrigissem).

Mas, na prática, o que seria o "KW" desse kwargs?

Ele é um dict ou se trata de outro objeto?

6

Na verdade, como pode ser visto nessa resposta do SOen, a questão está mais relacionada com a sintaxe de um asterisco e dois asteriscos. Quando você utiliza dois asteriscos, passará um dict, como você mesmo citou.

O kwargs é só uma convenção para Keyword Arguments (parâmetros nomeados, como você supos), mas a variável pode ser qualquer nome. Caso você queira passar um número indefinido de parâmetros, mas sem nomeá-los, você utilizaria apenas um asterisco, na definição.

  • 1
    No caso, esses argumentos com um asterísco *args, seriam como se fosse as funções variádicas do PHP 5.6? – Wallace Maxters 24/06/15 às 11:53
  • @WallaceMaxters, eu não conheço muito de PHP pra poder associar os dois, mas, pelo meu entendimento, seria sim. Pelo menos quando usado no def. (: – Felipe Avelar 24/06/15 às 12:04
3

Como o Felipe comentou, a nomenclatura do parâmetro vem de keyword arguments e, sim, tem uma certa relação com os parâmetros nomeados. Com os parâmetros nomeados, você pode definir a ordem que desejar ao invocar uma função ou método. Por exemplo:

def fullname(firstname, lastname):
    return " ".join([firstname, lastname])

print(fullname("Anderson", "Woss"))  # Anderson Woss
print(fullname(lastname="Masters", firstname="Wallace"))  # Wallace Maxters

Veja funcionando no Ideone | Repl.it

A utilização de **kwargs se dá quando você não conhece previamente os parâmetros que a função receberá. Ao utilizá-lo, você está indicando que o interpretador do Python deve coletar todos os parâmetros nomeados não previstos na lista de argumentos, mas que foram passados ao invocar a função/método, criando um dicionário chamado kwargs.

def fullname(firstname, **kwargs):
    return " ".join([firstname] + list(kwargs.values()))

print(fullname(firstname="Anderson"))  # Anderson
print(fullname(firstname="Anderson", middlename="Carlos", lastname="Woss"))  # Anderson Carlos Woss

Veja funcionando no Ideone | Repl.it

É importante notar que mesmo kwargs representando um dicionário, a ordem dos valores é mantida a mesma no qual é indicada nos parâmetros da função, graças à PEP 468 - Preserving the order of **kwargs in a function. Ou seja, o comportamento de kwargs se assemelha mais a um collections.OrderedDict que um dicionário comum.

Mas quando eu não sei os parâmetros que a função receberá?

Um dos principais usos do *args e **kwargs é na definição de decoradores. Por definição, um decorador sempre retornará uma função que representará a função decorada no contexto em que foi definida. Isto é, quando eu chamo uma função decorada, o que será executado em primeira instância é a função que o decorador retornou, não a função propriamente dita. Como, ao definir um decorador, não sabemos quais são os parâmetros que a função a ser decorada define, utilizamos os parâmetros *args e **kwargs. Veja um exemplo:

def decorator(function):
    def wrapper(*args, **kwargs):
        print("Antes de chamar a função", function.__name__)
        function(*args, **kwargs)
        print("Depois de chamar a função", function.__name__)
    return wrapper

@decorator
def foo(name):
    print(name)

@decorator
def bar(number):
    print(2*number)

foo("Anderson")
bar(2)

Veja funcionando no Ideone | Repl.it

O resultado será:

Antes de chamar a função foo
Anderson
Depois de chamar a função foo
Antes de chamar a função bar
4
Depois de chamar a função bar

Perceba que ao definirmos a função decoradora decorator, não sabemos quais são os parâmetros que a função decorada receberá, mas ao utilizar os *args e **kwargs garantimos que todos os parâmetros sejam devidamente passados à função.

Vale lembrar que utilizar os parâmetros *args e **kwargs não necessariamente exclui a utilização de parâmetros explícitos. Isto é, é possível utilizar em uma função tanto argumentos posicionais, nomeados e ainda os *args e **kwargs. Por exemplo:

def foo(arg_1, arg_2, *args, arg_3=3, **kwargs):
    ...

Mas é importante ressaltar que a ordem, neste caso, sempre deverá ser:

  1. Argumentos posicionais;
  2. *args;
  3. Argumentos nomeados;
  4. **kwargs;

Isso pelo fato de o Python exigir que parâmetros posicionais venham sempre antes dos nomeados.


Respondendo ao comentário, o equivalente a fazer function (...$args) do PHP 5.6+ no Python é o *args, não o **kwargs, uma vez que ao fazer ...$args você obterá um array sequencial com os valores passados como parâmetros, assim como o *args será uma lista com os valores passados por parâmetros não nomeados. Dado que o PHP não possui parâmetros nomeados, não há equivalente ao **kwargs do Python.


Leituras adicionais

Relacionadas

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.