39

O timestamp é a representação numérica de uma data e é bastante utilizado nas linguagens de programação e em banco de dados. Quero saber:

Como é feito esse cálculo?

Existe alguma padronização para esse cálculo uma ISO ou algo parecido?

Já ouvi falar em unix timestamp. Existem outros sabores de timestamp?

  • 5
    Não seria o número de segundos desde uma data, se não me engano desde 1970?? – Franchesco 22/06/15 às 14:54
  • O conceito utilizado em um timestamp é do Dia Juliano, proposto por Joseph Justus Scaliger em 1583. A data é representada pela parte inteira indicando a quantidade de dias decorridos a partir de uma determinada data. A parte fracionária indica o instante do dia. Assim o número de ponto flutuante identifica um determinado instante. O Unix timestamp, ou epoch, é um pouco diferente pois é um inteiro indicando o número de segundos decorridos desde dia 01.Jan.1970 às 00:00:00 do Tempo Universal Coordenado (UTC). – anonimo 22/05 às 16:41
36
+50

O que é o timestamp do unix?

Como é feito esse cálculo?

Existe alguma padronização para esse cálculo uma ISO ou algo parecido?

O timestamp do unix corresponde ao número de segundos desde a meia-noite do dia 01/01/1970 no fuso horário UTC sem considerar os segundos bissextos (tal como mencionado na resposta do ctgPi). Para simplificar, vamos denominar este momento no tempo de ponto zero. Assim, o timestamp do unix é o número de segundos desde o ponto zero.

O timestamp do unix costuma ser representado de várias formas:

  • Quando representado como um inteiro de 32 bits com sinal, o timestamp do unix pode representar datas entre 13/12/1901 20:45:52 até 19/01/2038 03:14:07, ambas no UTC. O MySQL por exemplo, usa o tipo TIMESTAMP armazenado assim, e por causa disso é susceptível ao bug do ano 2038, o que é mais-ou-menos uma versão Unix do infame bug do ano 2000.
  • Quando representado como um inteiro de 32 bits sem sinal, ele pode representar datas entre 01/01/1970 00:00:00 até 07/02/2106 06:28:15, novamente ambas no UTC.
  • Quando representado por um número de 64 bits com sinal, ele pode representar datas entre 27/01/-292277022657 08:29:52 até 04/12/292277026596 15:30:07 (desconsiderando-se o fato de que antes de 1582 o calendário aplicado não era o gregoriano). Isso é um intervalo grande o bastante para incluir todo o período de tempo desde muito antes do Big Bang até muito depois do tempo calculado como o fim do universo como o conhecemos.

Há várias formas de se converter de timestamp do unix para uma data e vice-versa. Algumas formas são mais simples, outras mais complicadas. Mas o que importa é que todas elas cheguem no mesmo resultado em todos os casos. Então, eis o algoritmo para obter uma data/hora a partir do timestamp do unix:

Algoritmo de conversão de timestamp do unix para data/hora:

  1. Se pegarmos o timestamp do unix e dividirmos por 60, o quociente da divisão (vamos denominá-lo de minutosUnix) será o número de minutos desde o ponto zero. O resto será a quantidade de segundos transcorridos no minuto. Para valores negativos do timestamp do unix, aonde o quociente é zero ou negativo e o resto é negativo (mas não zero), deve-se somar 60 ao resto obtido e subtrair 1 do quociente obtido.

  2. Se pegarmos o minutosUnix e dividirmos por 60, o quociente da divisão (vamos denominá-lo de horasUnix) será o número de horas desde o ponto zero. O resto será a quantidade de minutos transcorridos na hora. Para valores negativos de minutosUnix, aonde o quociente é zero ou negativo e o resto é negativo (mas não zero), deve-se somar 60 ao resto obtido e subtrair 1 do quociente obtido.

  3. Se pegarmos o horasUnix e dividirmos por 24, o quociente da divisão (vamos denominá-lo de diasUnix) será o número de dias desde o ponto zero. O resto será a quantidade de horas transcorridas no dia. Para valores negativos de horasUnix, aonde o quociente é zero ou negativo e o resto é negativo (mas não zero), deve-se somar 24 ao resto obtido e subtrair 1 do quociente obtido.

A partir daqui, a situação fica um pouco mais complicada. O calendário gregoriano se repete a cada 400 anos, uma vez que temos anos bissextos a cada 4 anos (os anos cujo número é divisível por 4) mas com três exceções, que a saber, são os anos divisíveis por 100 mas não por 400.

Desta forma, cada ciclo de 400 anos no calendário gregoriano tem 146097 dias, pois:

((365 * 4) + 1) * 100 - 3 = 146097
  1. Vamos denominar como ciclosDe400Anos o quociente da divisão de diasUnix por 146097 e como diasEm400Anos o resto. Para valores negativos de diasUnix, aonde o quociente é zero ou negativo e o resto é negativo (mas não zero), deve-se somar 146097 ao resto obtido e subtrair 1 do quociente obtido.

Neste ciclo de 400 anos, com as três exceções citadas, temos ciclos de 4 anos com três anos não-bissextos e um ano bissexto, totalizando 1461 dias. Isso significa que nestes 400 anos há 97 ciclos de 4 anos com 1461 dias e 3 ciclos de 4 anos com 1460 dias. Considerando que o ciclo de 4 anos de número 0 começa em 01/01/1970 e termina em 31/12/1973, então os ciclos de 4 anos que tem 1460 dias dentro destes 400 anos são os ciclos de número 32 - que corresponde ao ciclo de 2098-2101 contendo o ano 2100, o ciclo de número 57 - que corresponde ao ciclo de 2198-2201 contendo o ano 2200 e o ciclo de número 82 - que corresponde ao ciclo de 2298-2301 contendo o ano 2300. Estes três ciclos estão sem o dia 29 de fevereiro, mas podemos acrescentar artificialmente os dias 29 de fevereiro faltantes ao somar um dia a partir de 01/03/2100, mais um dia a partir de 01/03/2200 e mais um a partir de 01/03/2300, fazendo todos os ciclos terem 1461 dias. Assim, o dia 29 de fevereiro pulado (que na verdade é 1º de março), ocorre após serem transcorridos 789 dias em cada um destes ciclos de 4 anos (dois anos de 365 dias mais janeiro de 31 dias mais fevereiro de 28 dias = 789 dias). Desta forma:

  1. Incrementamos diasEm400Anos se o valor for maior ou igual a (32 * 1461 + 789), incrementamos novamente se for maior ou igual a (57 * 1461 + 789) e incrementamos uma terceira vez se for maior ou igual a (82 * 1461 + 789). Isso dará conta dos três dias 29 de fevereiro pulados, e fará o calendário resultante se repetir a cada quatro anos de 1461 dias e os três dias introduzidos artificialmente nunca ocorrerão.

  2. Vamos denominar como ciclosDeQuatroAnos o quociente da divisão de diasEmQuatroAnos por 1461 e como diasEmQuatroAnos o resto.

Para reduzir o período para um ano ao invés de quatro, podemos fazer algo semelhante ao que foi feito no passo 5 para considerar os três dias 29 de fevereiro pulados nos quatro anos. Considerando que no ciclo de quatro anos iniciado em 1970 (o mesmo valerá para todos os demais), o primeiro 29 de fevereiro pulado (em 1970) seria após transcorridos 59 dias (31 em janeiro e 28 em fevereiro), o de 1971 seria após 424 dias e o de 1973 após 1155 dias, então:

  1. Incrementamos diasEmQuatroAnos se o valor for maior ou igual a 59, incrementamos novamente se for maior ou igual a 425 e incrementamos uma terceira vez se for maior ou igual a 1157. Isso dará conta dos três dias 29 de fevereiro pulados, e fará o calendário resultante se repetir a cada um ano de 366 dias. O número 425 é usado ao invés de 424 por causa do dia acrescentado após o 59. O número 1157 é usado ao invés do 1155 por causa dos dois dias acrescentados no 59 e no 425.

Agora, teremos anos de 366 dias, já pulados todos os dias 29 de fevereiro que deveriam ser pulados e teremos um ciclo de 4 anos com 1464 dias (incluindo os três dias acrescentados artificialmente que nunca ocorrerão). Assim, podemos finalmente obter o ano:

  1. Vamos denominar como anoEmQuatroAnos o quociente da divisão de diasEmQuatroAnos por 366 e como diasNoAno o resto.

  2. O ano será a soma de anoEmQuatroAnos, mais quatro vezes o valor de ciclosDeQuatroAnos, mais quatrocentas vezes o valor de ciclosDe400Anos mais 1970.

E finalmente, obtemos o dia e o mês:

  1. Constrói-se uma tabela com o número de dias em cada mês, que corresponde a [31, 29, 31, 30, 31, 30, 31, 31, 30, 31, 30, 31] e conta-se qual dia de qual mês corresponde o valor de diasNoAno, subtraindo de diasNoAno os dias de cada mês até que não seja mais possível subtrair. O mês em que não for possível subtrair é o mês correspondente ao timestamp do unix dado. O número de dias restantes mais um é o dia correspondente ao timestamp do unix dado.

O algoritmo delineado acima só funciona para datas do calendário gregoriano. Isso significa que ele produzirá resultados incorretos para timestamps do unix correspondentes a datas anteriores a adoção deste calendário.

Após a implementação disso, se você quiser, poderá fazer a conversão de fuso horário para algum que não seja UTC. Novamente, vale frisar que os segundos bissextos são desconsiderados.

Algoritmo de conversão de data/hora para timestamp do unix:

Para fazer o procedimento inverso:

  1. Subtraia 1970 do ano.

  2. Pegamos o ano subtraído de 1970 e dividimos por 400, denominando o quociente da divisão de periodosDe400Anos e o resto de anoNoPeriodoDe400Anos. Para valores aonde o ano subtraído de 1970 é negativo e o quociente é zero ou negativo e o resto é negativo (mas não zero), deve-se somar 400 ao resto obtido e subtrair 1 do quociente obtido.

  3. Pegamos o anoNoPeriodoDe400Anos e dividimos por 4, denominando o quociente da divisão de periodosDe4AnosNos400 e o resto de anoNoPeriodoDe4Anos.

  4. Calculamos o número de dias nos anos anteriores no período de quatro anos (e denominamos isso de diasNosAnosAnterioresDoPeriodoDe4Anos) ao olhar para o valor de anoNoPeriodoDe4Anos. Serão 365 dias para cada ano anterior. Se o valor de anoNoPeriodoDe4Anos for 3 (ou seja, o último do período de 4 anos), então o ano imediatamente anterior era bissexto (desconsiderando por ora os casos dos anos 2100, 2200 e 2300), e por causa disso, deve-se somar ainda mais um dia neste caso.

  5. Calculamos o número de dias transcorridos no ano ao pegar o número do dia, subtrair 1 e somar na tabela de número de meses o número de dias em todos os meses anteriores no ano. A tabela é [31, 28, 31, 30, 31, 30, 31, 31, 30, 31, 30, 31]. Note que estou considerando fevereiro como tendo 28 dias. Isso será corrigido posteriormente se necessário.

  6. Calcula-se o número de dias desde 01/01/1970 (ainda necessitando correção posterior por causa de anos bissextos). Isso é computado como a soma do número de dias no ano, diasNosAnosAnterioresDoPeriodoDe4Anos, periodosDe4AnosNos400 vezes 1461 e periodosDe400Anos vezes 146097.

  7. Aplica-se a correção dos anos bissextos. Se anoNoPeriodoDe4Anos for igual a 2 e o mês for março para frente, soma-se um dia. Se anoNoPeriodoDe400Anos for maior que 130, ou igual a 130 em março ou depois, soma-se um dia. O mesmo vale para os anos de número 230 e 330. Com isso obtém-se o número total de dias desde 01/01/1970.

  8. O timestamp do unix resultante é o número de segundos, mais o número de minutos vezes 60, mais o número de horas vezes 3600 (1 hora = 3600 segundos), mais o número de dias desde 01/01/1970 vezes 86400 (1 dia = 86400 segundos).

Novamente, o algoritmo delineado acima só funciona para datas do calendário gregoriano.

Algoritmo para se obter o dia da semana a partir do timestamp do unix:

Para obter-se o dia da semana a partir do timestamp do unix, o procedimento também é simples:

  1. Divida o timestamp do unix por 86400 para obter o número de dias desde 01/01/1970 ao invés de o número de segundos. Para valores negativos do timestamp do unix, aonde o quociente é zero ou negativo e o resto é negativo (mas não zero), deve-se subtrair 1 do quociente obtido.

  2. Some 4 dias e obtenha o resto da divisão por 7. Para valores negativos de números de dias (após somar 4), aonde o quociente é zero ou negativo e o resto é negativo (mas não zero), deve-se somar 7 ao resto obtido.

  3. Mapeie o número resultante de forma que 0 seja domingo, 1 seja segunda-feira, etc.

Implementação:

Aqui vai uma implementação estilo reinventar a roda em Java, em especial no construtor que recebe como parâmetro o timestampUnix. O método getTimestamp() faz o processo inverso. O método getDiaDaSemana() obtém o dia da semana. Traduzir o código abaixo para outras linguagens de programação deverá ser algo relativamente fácil também:

import java.util.Objects;

public final class DataUTC implements Comparable<DataUTC> {
    private final int segundo;
    private final int minuto;
    private final int hora;
    private final int dia;
    private final int mes;
    private final long ano;

    private static int restoSemSinal(long a, int b) {
        return (int) (a >= 0L
                ? a % b // Positivo.
                : (b + (a % b)) % b); // Negativo.
    }

    private static long divisaoSemSinal(long a, int b) {
        return a >= 0L
                ? a / b // Positivo.
                : (a / b) - (a % b == 0 ? 0 : 1); // Negativo.
    }

    public DataUTC(int segundo, int minuto, int hora, int dia, int mes, long ano) {
        this.segundo = segundo;
        this.minuto = minuto;
        this.hora = hora;
        this.dia = dia;
        this.mes = mes;
        this.ano = ano;
    }

    public DataUTC(long timestampUnix) {
        // Passo 1.
        long minutosUnix = divisaoSemSinal(timestampUnix, 60);
        segundo = restoSemSinal(timestampUnix, 60);

        // Passo 2.
        long horasUnix = divisaoSemSinal(minutosUnix, 60);
        minuto = restoSemSinal(minutosUnix, 60);

        // Passo 3.
        long diasUnix = divisaoSemSinal(horasUnix, 24);
        hora = restoSemSinal(horasUnix, 24);

        // Passo 4.
        long ciclosDe400Anos = divisaoSemSinal(diasUnix, 146097);
        int diasEm400Anos = restoSemSinal(diasUnix, 146097);

        // Passo 5.
        if (diasEm400Anos >= 32 * 1461 + 789) diasEm400Anos++;
        if (diasEm400Anos >= 57 * 1461 + 789) diasEm400Anos++;
        if (diasEm400Anos >= 82 * 1461 + 789) diasEm400Anos++;

        // Passo 6.
        int ciclosDe4Anos = diasEm400Anos / 1461;
        int diasEm4Anos = diasEm400Anos % 1461;

        // Passo 7.
        if (diasEm4Anos >= 59) diasEm4Anos++;
        if (diasEm4Anos >= 425) diasEm4Anos++;
        if (diasEm4Anos >= 1157) diasEm4Anos++;

        // Passo 8.
        int anoEm4Anos = diasEm4Anos / 366;
        int diasNoAno = diasEm4Anos % 366;

        // Passo 9.
        ano = anoEm4Anos + ciclosDe4Anos * 4 + ciclosDe400Anos * 400 + 1970;

        // Passo 10.
        int[] tabelaDeMeses = {31, 29, 31, 30, 31, 30, 31, 31, 30, 31, 30, 31};
        int contagemDeMeses = 0;
        while (diasNoAno >= tabelaDeMeses[contagemDeMeses]) {
            diasNoAno -= tabelaDeMeses[contagemDeMeses];
            contagemDeMeses++;
        }
        mes = contagemDeMeses + 1;
        dia = diasNoAno + 1;
    }

    public long getTimestamp() {
        // Passo 1.
        long anosDesde1970 = ano - 1970;

        // Passo 2.
        long periodosDe400Anos = divisaoSemSinal(anosDesde1970, 400);
        int anoNoPeriodoDe400Anos = restoSemSinal(anosDesde1970, 400);

        // Passo 3.
        int periodosDe4AnosNos400 = anoNoPeriodoDe400Anos / 4;
        int anoNoPeriodoDe4Anos = anoNoPeriodoDe400Anos % 4;

        // Passo 4.
        int diasNosAnosAnterioresDoPeriodoDe4Anos = 365 * anoNoPeriodoDe4Anos + (anoNoPeriodoDe4Anos == 3 ? 1 : 0);

        // Passo 5.
        long diasNoAno = dia - 1;
        int[] tabelaDeMeses = {31, 28, 31, 30, 31, 30, 31, 31, 30, 31, 30, 31};
        for (int i = 0; i < mes - 1; i++) {
            diasNoAno += tabelaDeMeses[i];
        }

        // Passo 6.
        long dias = diasNoAno
                + diasNosAnosAnterioresDoPeriodoDe4Anos
                + periodosDe4AnosNos400 * 1461
                + periodosDe400Anos * 146097;

        // Passo 7.
        if (anoNoPeriodoDe4Anos == 2 && mes > 2) dias++;
        if (anoNoPeriodoDe400Anos > 130 || (anoNoPeriodoDe400Anos == 130 && mes > 2)) dias--;
        if (anoNoPeriodoDe400Anos > 230 || (anoNoPeriodoDe400Anos == 230 && mes > 2)) dias--;
        if (anoNoPeriodoDe400Anos > 330 || (anoNoPeriodoDe400Anos == 330 && mes > 2)) dias--;

        // Passo 8.
        return segundo + 60 * minuto + 60 * 60 * hora + 60 * 60 * 24 * dias;
    }

    public static enum DiaDaSemana {
        DOMINGO, SEGUNDA_FEIRA, TERCA_FEIRA, QUARTA_FEIRA, QUINTA_FEIRA, SEXTA_FEIRA, SABADO;
    }

    public DiaDaSemana getDiaDaSemana() {
        // Passo 1.
        long diasDesde1970 = divisaoSemSinal(getTimestamp(), 86400);

        // Passo 2.
        int diaDaSemana = restoSemSinal(diasDesde1970 + 4, 7);

        // Passo 3.
        return DiaDaSemana.values()[diaDaSemana];
    }

    public int getSegundo() {
        return segundo;
    }

    public int getMinuto() {
        return minuto;
    }

    public int getHora() {
        return hora;
    }

    public int getDia() {
        return dia;
    }

    public int getMes() {
        return mes;
    }

    public long getAno() {
        return ano;
    }

    @Override
    public int hashCode() {
        return Objects.hash(segundo, minuto, hora, dia, mes, ano);
    }

    @Override
    public boolean equals(Object obj) {
        if (!(obj instanceof DataUTC)) return false;
        DataUTC outro = (DataUTC) obj;
        return this.segundo == outro.segundo && this.minuto == outro.minuto && this.hora == outro.hora
                && this.dia == outro.dia && this.mes == outro.mes && this.ano == outro.ano;
    }

    @Override
    public int compareTo(DataUTC other) {
        Objects.requireNonNull(other);
        if (this.ano != other.ano) return this.ano > other.ano ? 1 : -1;
        if (this.mes != other.mes) return this.mes > other.mes ? 1 : -1;
        if (this.dia != other.dia) return this.dia > other.dia ? 1 : -1;
        if (this.hora != other.hora) return this.hora > other.hora ? 1 : -1;
        if (this.minuto != other.minuto) return this.minuto > other.minuto ? 1 : -1;
        if (this.segundo != other.segundo) return this.segundo > other.segundo ? 1 : -1;
        return 0;
    }

    @Override
    public String toString() {
        return String.format("%02d/%02d/%04d %02d:%02d:%02d", dia, mes, ano, hora, minuto, segundo);
    }
}

E aqui vai o teste da classe acima:

import static DataUTC.DiaDaSemana.*;

public class Main {

    public static void main(String[] args) {
        test(-12_005_355_554L, "26/07/1589 03:00:46", QUARTA_FEIRA);
        test( -1_234_567_890L, "18/11/1930 00:28:30", TERCA_FEIRA);
        test(   -777_777_777L, "09/05/1945 22:37:03", QUARTA_FEIRA);
        test(              -1, "31/12/1969 23:59:59", QUARTA_FEIRA);
        test(              0L, "01/01/1970 00:00:00", QUINTA_FEIRA);
        test(              1L, "01/01/1970 00:00:01", QUINTA_FEIRA);
        test(      451551900L, "23/04/1984 07:05:00", SEGUNDA_FEIRA);
        test(    915_148_801L, "01/01/1999 00:00:01", SEXTA_FEIRA);
        test(  1_000_000_000L, "09/09/2001 01:46:40", DOMINGO);
        test(  1_234_567_890L, "13/02/2009 23:31:30", SEXTA_FEIRA);
        test(  4_294_967_295L, "07/02/2106 06:28:15", DOMINGO);
        test(  6_505_355_555L, "23/02/2176 11:12:35", SEXTA_FEIRA);
        test( 15_505_445_554L, "07/05/2461 04:12:34", SABADO);
    }

    public static void test(long timestamp, String esperado, DataUTC.DiaDaSemana diaEsperado) {
        DataUTC data = new DataUTC(timestamp);
        String dataObtida = data.toString();
        long timestampObtido = data.getTimestamp();
        DataUTC.DiaDaSemana diaObtido = data.getDiaDaSemana();
        if (!esperado.equals(dataObtida) || timestamp != data.getTimestamp() || diaEsperado != diaObtido) {
            System.out.println("Falhou para " + timestamp + " -> " + esperado + " " + diaEsperado
                    + ", veio " + dataObtida + " (" + timestampObtido + ") " + diaObtido);
        } else {
            System.out.println("Funcionou para " + timestamp + " -> " + esperado + " " + diaEsperado + ".");
        }
    }
}

E aqui vai o resultado do teste:

Funcionou para -12005355554 -> 26/07/1589 03:00:46 QUARTA_FEIRA.
Funcionou para -1234567890 -> 18/11/1930 00:28:30 TERCA_FEIRA.
Funcionou para -777777777 -> 09/05/1945 22:37:03 QUARTA_FEIRA.
Funcionou para -1 -> 31/12/1969 23:59:59 QUARTA_FEIRA.
Funcionou para 0 -> 01/01/1970 00:00:00 QUINTA_FEIRA.
Funcionou para 1 -> 01/01/1970 00:00:01 QUINTA_FEIRA.
Funcionou para 451551900 -> 23/04/1984 07:05:00 SEGUNDA_FEIRA.
Funcionou para 915148801 -> 01/01/1999 00:00:01 SEXTA_FEIRA.
Funcionou para 1000000000 -> 09/09/2001 01:46:40 DOMINGO.
Funcionou para 1234567890 -> 13/02/2009 23:31:30 SEXTA_FEIRA.
Funcionou para 4294967295 -> 07/02/2106 06:28:15 DOMINGO.
Funcionou para 6505355555 -> 23/02/2176 11:12:35 SEXTA_FEIRA.
Funcionou para 15505445554 -> 07/05/2461 04:12:34 SABADO.

Representações no banco de dados e linguagens de programação

Os bancos de dados representam datas de diversas formas diferentes, não necessariamente com o timestamp do unix.

Outros formatos:

Existem outros sabores de timestamp?

  • O Excel (tal como o ctgPi mencionou na resposta dele) usa como base o número de dias desde 01/01/1900, tendo as horas como parte fracionária. Curiosamente, este formato advém do paleozóico Lotus 1-2-3, que tinha um bug que fazia o ano de 1900 ser considerado bissexto e este bug existe no Excel até hoje (fonte). Corrigindo-se o bug, a data base dele passa a ser 31/12/1899. A implementação deste formato, seria parecida com a implementação acima dada para o timestamp do unix, apenas usando como base o ano de 1900 ao invés de 1970, trabalhando-se com números de ponto flutuante ao invés de inteiros, multiplicando-se/dividindo-se o timestamp por 86400 e dando-se um jeitinho no dia (que não existiu) 29 de fevereiro de 1900.

  • Existe uma variante do timestamp do unix que consiste na contagem de milisegundos desde 01/01/1970 ao invés do número de segundos. Basta multiplicar/dividir o timestamp por 1000 e somar os milisegundos.

  • Outro exemplo notável é o antigo formato de data/hora do MS-DOS, que também foi utilizado pelo formato ZIP. Este formato consistia do armazenamento da data em 2 bytes e a hora em outros 2 bytes:

    • Para a data, os 7 primeiros bits representavam o ano desde 1980 (e portanto só podia representar anos de 1980 até 2107), os próximos 4 bits representavam o mês e os últimos 5 bits representavam o dia.
    • O horário, era armazenado com 5 bits para a hora, 6 bits para o minuto e 5 bits para o segundo dividido por dois. Este detalhe dos segundos, fazia com que a precisão/resolução dele fosse de 2 segundos, sendo o número de segundos resultantes sempre par, pois ele era armazenado como um número de 0 a 29 a ser multiplicado por 2, o que causava vários problemas em programas que esperavam que o número do segundo não tivesse este comportamento.

E o ISO?

Há um formato ISO 8601 de representação de datas (na verdade um conjunto de formatos). Isso não tem a ver com o timestamp do unix, é apenas uma forma universal de representar datas, vez que diferentes países a representam de forma diferente, o que pode gerar confusão. Por exemplo, no Brasil costuma-se usar DD/MM/YYYY, enquanto que nos EUA usa-se MM/DD/YYYY, na Armênia usa-se DD.MM.YYYY, no Japão usa-se YYYY年MM月DD日. (fonte)

O formato ISO 8601 consiste em um dos seguintes:

  • Ano no formato YYYY.
  • Ano e mês no formato YYYY-MM.
  • Ano, mês e dia no formato YYYY-MM-DD.
  • Ano, mês, dia, horas, minutos e fuso horário no formato YYYY-MM-DDThh:mmTZD.
  • Ano, mês, dia, horas, minutos, segundos e fuso horário no formato YYYY-MM-DDThh:mm:ssTZD.
  • Ano, mês, dia, horas, minutos, segundos, frações de segundos e fuso horário no formato YYYY-MM-DDThh:mm:ss.sTZD.

Aonde:

  • YYYY é o ano com quatro dígitos.
  • MM é o mês com dois dígitos.
  • DD é o dia com dois dígitos.
  • hh é a hora com dois dígitos.
  • mm são os minutos com dois dígitos.
  • ss são os segundos com dois dígitos.
  • s são as frações de segundos, com um ou mais dígitos.
  • TZD é o fuso horário.
  • Os caracteres -, :, T e . são escritos literalmente.

O fuso horário pode ter o formato +hh:mm ou -hh:mm para especificar um deslocamento em relação ao UTC, ou pode ser representado como Z para expressar o próprio UTC.

Desta forma, estas são algumas datas e horas expressas no ISO 8601:

  • 2012
  • 2012-04
  • 2012-04-21
  • 2012-04-21T12:21Z
  • 2012-04-21T12:21+03:00
  • 2012-04-21T12:21:44-10:30
  • 2012-04-21T12:21:44.6-04:00
  • 2012-04-21T12:21:44.67893-09:20
  • 2012-04-21T12:21:44.67893Z

Mais detalhes sobre o calendário gregoriano fornecido pelo PPK (obrigado ao ctgPi pelo comentário). Eis o link: http://www.quirksmode.org/blog/archives/2009/04/making_time_saf.html

  • 1
    +1, mas acho que cabe mencionar que a data crítica pra transição ao calendário gregoriano depende da parte do mundo à qual a sua data se refere — pense e.g. no caso da Revolução Russa. Se você quiser falar mais ainda de tempo, o PPK tem um artigo mais bolado ainda sobre tempos e datas. – user25930 23/06/15 às 0:06
  • 1
    Excelente resposta +1 :D – rray 23/06/15 às 21:14
  • 1
    uau! estou até sem folego. – Wallace Roberto 16/08/17 às 18:07
11

Como o Earendul observou, o timestamp do UNIX são os segundos decorridos desde a meia-noite de 1º de janeiro de 1970 UTC. Por exemplo, na minha máquina,

landingpad:~ fmoreira$ date -r 0
Wed Dec 31 21:00:00 BRT 1969

Note que se você está fazendo contas com tempo para experimentos de física ou astronomia, o UNIX ignora segundos bissextos.

O Excel, por outro lado, mede datas e horas em número inteiro de dias desde 1º de janeiro de 1900 (horas, minutos e segundos são representados como frações de dia); você pode verificar isso formatando uma coluna de números comuns como data.

Como os SGBDs representam TIMESTAMP (na realidade existem dois tipos, o TIMESTAMP WITH TIME ZONE e o TIMESTAMP WITHOUT TIME ZONE) é um detalhe de implementação, e portanto é difícil responder a sua pergunta sem saber exatamente qual SGBD você tem em mente (apesar da maioria simplesmente guardar uma data/hora com precisão de microsegundo), mas duas pegadinhas importantes são:

  • O CURRENT_TIMESTAMP não é o instante atual, mas o instante em que a transação atual se iniciou (eles são iguais se você estiver com AUTOCOMMIT ligado); isso é útil se você pretende usar TIMESTAMPs como chaves de alguma tabela — mesmo em comandos diferentes, CURRENT_TIMESTAMP sempre vai ter o mesmo valor dentro da mesma transação.

  • No MySQL, o TIMESTAMP tem um “feature” no qual atualizações à linha da tabela automaticamente atualizam o timestamp daquela linha, mesmo que você não tenha mexido naquela coluna específica; o en.SO tem uma solução para este problema.

  • Também no MySQL, o TIMESTAMP sofre do bug do ano 2038, como bem observou o Victor Stafusa; o DATETIME só vai dar problema no ano 10000.

  • 2
    Cuidado com o bug do ano 2038 ao usar TIMESTAMP no MySQL. Prefira usar DATETIME. – Victor Stafusa 22/06/15 às 19:10
  • 1
    Obrigado; foi por causa desses “easter eggs” que eu parei de usar o MySQL. Esse problema é específico só a ele? TIMESTAMP é ANSI SQL, ao contrário de DATETIME; se for só o MySQL com o problema do 2k38, acho importante mencionar que é só ele que é bichado. – user25930 22/06/15 às 19:14

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.