3

Estou desenvolvendo uma solução no QtCreator Qt version 5.4.2. Bem, estou com o seguinte problema: Quando executo em minha máquina e em qualquer Ubuntu Vivid (15.04) ela funciona. Mas quando tento rodar no Ubuntu 14.04 LTS dá erro. Existem modos de fazer essa aplicação funcionar em várias distros. Pelo que eu pesquisei a melhor é a:

You can write a startup script for your application, where you modify the dynamic linker configuration (e.g., adding your application's directory to the LD_LIBRARY_PATH environment variable. Site Fonte

Só que eu não consigo descobrir como fazer isso ou o script. Eu preciso que essa aplicação funcione sem ser .deb, ou seja sem precisar ser instalada e sem que o usuário precise instalar qualquer coisa para que ela funcione. Alguém que já trabalhe com QT pode me ajudar? Att

1

Pra fazer isso você precisa saber como linkar o executável às bibliotecas que você está distribuindo e que bibliotecas distribuir.

Linkando executável às bibliotecas

Existem duas maneiras de linkar o seu executável às bibliotecas do Qt que você está distribuindo com o seu pacote: criar um script e exportar o LD_LIBRARY_PATH e alterar o RPATH do executável.

Criar script Bash

Maneira número 1 é a que foi citada lá no site: criar um script adicionando o diretório contento suas bibliotecas para a LD_LIBRARY_PATH. Como você está distribuindo um programa para Linux, recomendo fazer um script Bash. Considerando que todas as bibliotecas e o executável estejam em um diretório chamado app, um exemplo de script seria:

# Caminho absoluto para o diretório onde o script se encontra
# Achei esse truque no SO internacional, mas não tenho o link salvo
DIRETORIO_ATUAL="$(cd "$(dirname "$0")"; pwd)"

# Coloca o diretório com as bibliotecas no LD_LIBARY_PATH:
export LD_LIBRARY_PATH="${DIRETORIO_ATUAL}/app"

# Executa o aplicativo:
./app/aplicativo

Há vários tutoriais e dicas ótimos na internet sobre o Bash no Google e no próprio SO, então dê uma pesquisada que você vai estar de boa – e poste suas dúvidas aqui no SO em Português.

Alterar RPATH

Outra maneira de linkar as bibliotecas ao seu aplicativo é alterar o RPATH dele. O RPATH é uma lista de diretórios inserida no binário do seu executável na hora da compilação; o ld, que é o programa que faz a linkagem das bibliotecas ao executável olha, entre outros lugares, no RPATH do aplicativo para determinar onde procurar por bibliotecas.

Se você estiver usando qmake, eu não recomendo esse método, pois o qmake dá uns probleminhas pra modificar o RPATH do binário. Se você estiver usando o CMake (o que eu recomendo), é relativamente simples:

set(CMAKE_INSTALL_RPATH "\$ORIGIN")
set(CMAKE_BUILD_WITH_INSTALL_RPATH TRUE)

Sendo \$ORIGIN o diretório onde o executável se encontra. Se você quisesse, por exemplo, colocar todas as bibliotecas em um diretório chamado diretorio, você usaria "\$ORIGIN/diretorio".

Bibliotecas necessárias

Dependências

Depende bastante do que você está utilizando, mas a distribuição mais básica do Qt em um SO como, por exemplo, o Ubuntu, precisa das seguintes bibliotecas:

  • libQt5Core.so.5
  • libQt5DBus.so.5
  • libQt5Gui.so.5
  • libQt5Widgets.so.5
  • libicudata.so.53
  • libicui18n.so.53
  • libicuuc.so.53

Isso presumindo-se o Qt 5.4. A versão das libicu* pode mudar dependendo da versão do Qt – e, a essa altura, recomendo você usar o Qt 5.6, que é a última versão estável e que é uma versão de suporte estendido.

Sem as bibliotecas acima, o programa nem inicia. Se você for rodar num terminal e uma biblioteca que o executável depende estiver faltando, uma mensagem parecida com essa vai aparecer:

./aplicativo: error while loading shared libraries: libQt5Widgets.so.5: cannot open shared object file: No such file or directory

Para verificar se todas as bibliotecas que o executável depende estão presentes, use o ldd.

Plugins

Além disso, você também precisa distribuir os plugins. Essa é a parte mais complicada, porque é algo que não dá problema em sua máquina, já que ela tem todos os plugins instalados e todas as variáveis de ambiente configuradas, além de os plugins necessários não aparecerem no ldd.

Você encontra os plugins na pasta $QTDIR/plugins. No Linux, o mínimo de plugins que você tem que distribuir são os seguintes:

  • platforms/libqxcb.so
  • platformthemes/libqgtk2.so, se você quiser que o aplicativo adote o tema do sistema no Ubuntu e no GNOME

Importante frizar que a estrutura dos diretórios dos plugins deve ser mantida – isto é, se você simplesmente jogar o libqxcb.so dentro do diretório das suas bibliotecas, não vai funcionar.

Basicamente, é isso. Talvez você ainda tenha que fazer mais algumas coisas, mas fazer isso é meio que um processo de tentativa e erro, às vezes. Espero que meu guia seja útil!

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.