3

Esta pergunta já tem uma resposta aqui:

Estou estudando Java e preciso entender a lógica de um código aqui. Queria saber o que esse trecho de código faz:

public class UsuarioController extends HttpServlet {
    private DAO dao;    

    public UsuarioController() {
        super();
    }...

marcada como duplicata por bfavaretto 29/05/15 às 12:26

Esta pergunta foi feita antes e já tem uma resposta. Se essas respostas não abordarem completamente sua pergunta, faça uma nova pergunta.

  • Gostava de perceber como é que 4 pessoas acharam que esta pergunta "mostra esforço de pesquisa; é útil e clara"... – dcastro 29/05/15 às 16:30
7

O super() serve para chamar o construtor da superclasse. Ele sempre é chamado, mesmo quando não está explícito no código, quando for explicitado deve ser o primeiro item dentro do construtor.

Veja por exemplo o código abaixo:

public class Teste {
    public static void main(String[] args) {
        new Sub();
    }
}

class Super {
    public Super() {
        System.out.println("super");
    }
}

class Sub extends Super {
    public Sub() {
        System.out.println("sub");
    }
}

Saída:

super
sub

Apesar da classe Teste estar instanciando um objeto da classe Sub, tanto os construtores de Sub e de Super são chamados.

5

No Java super() invoca o constructor, sem argumentos, da classe derivada (pai).

No teu exemplo, e uma vez que UsuarioController extende a classe HttpServlet irá invocar o construtor default da classe HttpServlet.

A diretiva super, sem parênteses, permite ainda invocar métodos da classe que foi derivada através da seguinte syntax.

super.metodo();

Isto é útil nos casos em que faças override (sobrescrevas) um método da classe pai e desejas invocar o método original.

2

Quando trabalhamos com herança a superclasse é a classe que herdamos e sub classe é a classe que herda da superclasse.

A subclasse pode sobrescrever métodos da superclasse e, claro, implementar seus próprios métodos. Cada classe possui duas referências: o this, que referencia a instância dela mesma e o super que referencia a superclasse.

Na prática funciona assim:

public class Pessoa {
  private String nome;      

  public Pessoa() {
     // Construtor padrão. 
  }

  public Pessoa(String nome) {
     this.nome = nome; // Aqui fazemos referência a instância da classe
  }

  public void chorar() {
    System.out.print("Pessoa chorando");
  }

  public void greet() {
     System.out.print("Olá "+this.nome);
  }
}

public class Chaves extends Pessoa {
  public void chorar() {
    System.out.print("pi pi pi pi pi pi pi ");
    super.chorar(); // Aqui eu invoco o método da superclasse se eu quiser.
  }
}

Note que a classe pessoa tem um método greet(), que é acessível publicamente em qualquer instância de Pessoa e suas subclasses, só que nomesó é acessível pelo construtor de Pessoa, e agora? Simples: Basta alterar o construtor de Chaves, desta forma:

public Chaves() {
  super("Chaves"); // Lembra que temos um construtor com argumentos em Pessoa?
}

Eu posso chamar outros métodos da superclasse também:

public foo() {
  this.fazAlgumaCoisa();
  super.fazOutraCoisa(); 
  /* também é possível usar this.fazOutraCoisa(). Se eu não sobrescrever o           
     método fazOutraCoisa eu prefiro usar o super, deixando claro que este
     método está na superclasse. Faço assim para facilitar  aleitura*/
}

Algumas coisa interessantes que devemos saber sobre o superé o seguinte:

Ao declarar uma classe sem o construtor padrão (Sem argumentos) a jvm cria um para você da seguinte maneira:

public Classe() {
  super(); // Aqui o super chama o construtor da superclasse;
}

Quando falamos de construtores, o super() deve sempre ser o primeiro método a ser chamado:

public Classe() {
   this.fazAlgumaCoisa();
   super(); // erro de compilação
}


public Classe() {
   super(); // Ok
   this.fazAlgumaCoisa(); //OK
}

O uso do super não é obrigatório e é de boa prática fazer o uso correto dele para facilitar a leitura do código. Seguem abaixo algumas recomendações:

  • Devemos chamar o construtor da superclasseapenas se fizer sentido. Fazer isso deixa claro para outros programadores: Ei, tem coisa importante acontecendo na superclasse. Fica esperto!

  • Os métodos que são herdados e não sobrescritos nunca devem ser invocados usando this.metodoHerdado(), prefira super.metodoHerdado(). Isso vai deixar claro para outros programadores que este método está implementado na superclasse e não na classe em que ele está trabalhando. Isto é apenas uma recomendação.

  • 2
    Não sou estudioso de OOP, mas acho a segunda recomendação meio estranha. Isso não seria recomendado somente nos casos em que a subclasse faz override do método, como dito na resposta do @bruno? – bfavaretto 29/05/15 às 12:36
  • @bfavaretto Não necessáriamente. Entenda o seguinte: Se eu estiver usando um método da super classe que não foi sobrecarregado eu posso usar tanto o this quanto o super, terei o mesmo resultado. Entretando usar o super deixa claro para outras pessoas que este método esta na super classe (imagine uma classe bem grande, ele não vai perder tempo procurando). É só pra leitura mesmo, nada mais... – Edgar Muniz Berlinck 29/05/15 às 13:23
1

Serve para chamar o construtor da classe pai da classe que está chamando o super(); Pode também ser chamado com parâmetros caso a classe pai possuir um construtor com o devido parâmetro, como super(parametro);

No seu caso irá chamar o construtor HttpServlet() da classe pai.

Para estudar bem para a prova, leia o manual do java: https://docs.oracle.com/javase/tutorial/java/IandI/super.html

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.