5

Estou com uma dúvida sobre herança. Tenho o seguinte código:

public class CovariantTest {

    public A getObject(){
        return new A();
    }

    public static void main(String[] args){
        CovariantTest c1 = new SubCovariantTest();
        System.out.println(c1.getObject().x);
    }
}


class A {
    int x =5;
}

class B extends A {
    int x = 10;
}

class SubCovariantTest extends CovariantTest{

    @Override
    public B getObject(){
        return new B();
    }

}

Por que quando eu chamo c1.getObject() retorna A ao invés de retornar B? Se estou instanciando c1 como SubCovariantTest, não deveria chamar o método getObject() que retorna new B()?

Quando crio uma instância da classe Pai como uma classe Filho

CovariantTest c1 = new SubCovariant()

Não deveria olhar para os métodos/atributos da classe instanciada new Subcovariant()?

4

Na verdade seu código retorna B. Porém seu objeto B possui dois atributos de mesmo nome x.

Veja abaixo, colei seu código aqui e depurando pude inspecionar o objeto retornado:

Dois atributos

Diferentemente de métodos, você não sobrescreve atributos.

Para não criar um novo atributo de mesmo nome, e assim evitar conflitos, B deve alterar o valor do atributo declarado em A. Isso pode ser feito usando um bloco de inicialização:

class B extends A {
    { x = 10; }
}

Ou um construtor:

class B extends A {
    public B() { x = 10; }
}

Mas ainda assim fica a pergunta: por que o Java acessou o X de A e não de B? Simples: no método main você usou o tipo CovariantTest, cujo método retorna um A.

Portanto o Java fez o binding estático para o atributo x de A, já que o compilador determinou que o retorno seria A, mesmo que na execução o objeto seja do tipo B.

Acesso a atributos não é polimórfico como a métodos.

Então, mantendo os dois atributos de mesmo nome x, mas alterando o tipo da variável c1, você poderia acessar o x de B. Assim:

SubCovariantTest c1 = new SubCovariantTest();

E o resultado seria 10, porém não é uma boa prática fazer isso.

  • 2
    +1, perfeito, só publiquei a minha por que já estava no meio do caminho e acho que expliquei de uma forma ligeiramente diferente :) – Math 28/05/15 às 15:09
  • Explicação perfeita e clara. Fica até difícil aceitar apenas uma. – placplacboom 28/05/15 às 15:11
4

Você está correto ao dizer que seu código deveria chamar o método que retorna new B(), mas de fato, é isso que ele faz. Veja abaixo:

public class CovariantTest {

    public static void main(String[] args){
        CovariantTest c1 = new SubCovariantTest();
        System.out.println(c1.getObject().x);
    }

    public A getObject(){
        System.out.println("pai");
        return new A();
    }
}

class SubCovariantTest extends CovariantTest{

    @Override
    public B getObject(){
        System.out.println("sub");
        return new B();
    }
}

class A {
    int x = 5;
}

class B extends A {
    int x = 10;
}

Saída:

sub
5

A confusão está ocorrendo ao chamar a variável x, que por não estar sendo acessada através de um método getter(), consequentemente ele pega a variável x da classe CovariantTest, pois não é possível sobrecarregar variáveis, assim como ocorre com os métodos.

Se você trocar o trecho System.out.println(c1.getObject().x); para System.out.println(c1.getObject().y); e mudar a classe B para:

class B extends A {
    int y = 10;
}

na esperança de que esse código irá compilar e lhe retornar o y da classe B, pode esquecer, pois o compilador não conhece nenhuma variável y na classe A, portanto lhe retornará um erro.

  • 1
    Show de bola. Respostas perfeitas que clarearam a explicação. Não prestei atenção quanto ao fato de sobrescrever variáveis! – placplacboom 28/05/15 às 15:11

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.