10

Gostaria de saber como que vai o JavaFX, se já se consolidou, se ainda é aposta.. Gostei muito do visual e do "Write once, run everywhere".

  • 5
    "Tudo vale a pena / Se a alma não é pequena." - Fernando Pessoa. – OnoSendai 20/05/15 às 14:27
  • 3
    Num tom mais sério, eu vejo poucas vagas para JavaFX no mercado. porém isso é apenas uma observação pessoal. – OnoSendai 20/05/15 às 14:28
  • 1
    "Gostaria de saber como que vai o JavaFX" Vai mal, muito mal.. – Math 20/05/15 às 14:59
4

Em vez de respostas eu ouço apenas grilos cantando. Me parece sinal de que não está consolidado não.

Tampouco pode ser aposta pois já é bem antigo.

Interface web

As empresas que decidem o rumo da interface web decidiram que ele é HTML; mais precisamente HTML5.

Quem ousou desafiar tentando forçar a barra com interfaces que rodam no navegador mas na verdade renderizam as telas utilizando código compilado (Silverlight, Flex, o famigerado Flash e o próprio Java FX) teve suas ferramentas classificadas como cidadãos de segunda categoria e estão cada vez mais em desuso e menos populares.

Write once run everywhere - plataformas mobile

HTML5 também tem sido bastante utilizado com o objetivo de "write once run everywhere" nas plataformas mobile, através de ferramentas como PhoneGap e Intel's App Framework.

Também há empresas que criam o próprio container para rodar aplicativos HTML5 em diferentes dispositivos.

Este método pode até não ser o melhor para se ter o melhor aplicativo Android ou o melhor aplicativo iOS, mas é provável que seja o de mais baixo custo e o mais rápido para lançar cedo um produto e aprimorá-lo mais tarde utilizando as ferramentas específicas de cada plataforma.

Write once run everywhere - multiplataformas (mobile, desktop, web)

A técnica mais usada para isso atualmente são páginas web "normais"; eventualmente mas não necessariamente com layout responsivo (o layout se ajusta conforme o dispositivo utilizado para visualizar a página).

Dependendo do aplicativo que você vai fazer e do público alvo, isso pode servir muito bem.

Neste caso, do lado do servidor você usa a plataforma que bem entender. E, se o design do seu sistema for acertado desde o começo, você expande o sistema para rodar em outros dispositivos precisando apenas escrever novas interfaces conforme a plataforma - o código back end permanece o mesmo.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.