1

Tenho uma tabela que tem 140 campos. Dessa tabela 45 itens são importantes numa consulta. Toda vez que usuário seleciona um item como verdadeiro, meu script monta o SQL de acordo com o solicitado. Nesse caso, devo criar 45 índices na tabela ou não? Os dados estão hoje com char(1) que pode ser S ou N. Mas posso mudar para int do tipo 1 ou O. O que vocês me sugerem? O banco é Mysql.

  • 140 campos? Não serão campos a mais para uma tabela só? – ramaral 8/05/15 às 20:43
  • Posso dividir mas vou necessitar desses 45 campos numa tabela. Todos campos são passíveis de consulta – André 8/05/15 às 21:18
  • Quantos registos tem a tabela? – ramaral 8/05/15 às 21:39
  • Ainda estou fazendo a modelagem e fazendo alguns testes de performance e fiquei pensando nesses campos que sempre vou consultar, mas o problema é a quantidade de índices. A tabela pode ter N registros. – André 8/05/15 às 23:31
  • Se a tabela tiver poucos registo (na ordem das centenas) pouco ganha em ter índices. A minha abordagem e começar sempre sem índices. Só quando começo a notar algum lentidão e que os crio e sempre verifico se melhora. Veja esta resposta onde tem algumas considerações acerca disso. – ramaral 8/05/15 às 23:42
0

A sua questão só surge porque a tabela tem 45 colunas que podem ser usadas para limitar a consulta.
Se o problema são essas colunas vamos nos livrar delas.

Se as 45 colunas só podem ter dois valores: "V"|"F" ou 0|1, porquê não tratá-las como bits?

Seguindo esta abordagem as 45 colunas podem ser transformadas em apenas uma.

Cada uma passa a ser representada como um bit numa coluna BIGINT UNSIGNED.

Não sei qual é a linguagem que usa na aplicação que irá tratar os dados das consultas, o código seguinte está em C# mas pode facilmente ser traduzido para qualquer linguagem que permita fazer operações lógicas.

As 45 colunas passarão a existir apenas no programa e serão representadas por outras tantas variáveis do tipo bool.

Para facilitar a explicação cada uma dessas variáveis terá o nome de 'colunaX' onde X representa a posição do bit que lhe é atribuída no BIGINT:

bool coluna0;
bool coluna1;
bool coluna2;
...
...
..
bool coluna44;

Vamos definir dois métodos auxiliares para manipular os bits.

1 - Retorna o valor passado com o bit ON na posição indicada por pos

private ulong TurnBitOn(ulong value, int pos)
{
    return (value | pos);
}  

2 - Retorna true se a posição pos em value está ON

private bool IsBitOn(ulong value, int pos)
{
    return (value & (1 << pos)) != 0;
}

Esses dois métodos servirão para:

1 - Calcular o valor a gravar na tabela de acordo com as opções selecionadas:

private ulong GetOptions()
{
    ulong options = 0UL;
    if(coluna0)TurnBitOn(options,0);
    if(coluna1)TurnBitOn(options,1);
    if(coluna2)TurnBitOn(options,2);
    ...
    ...
    if(coluna44)TurnBitOn(options,44);
    return options;
}

2 - "Setar" a variáveis de acordo com o valor que está na tabela:

private SetOptions(ulong options)
{
    coluna0 = IsBitOn(options, 0);
    coluna1 = IsBitOn(options, 1);
    coluna2 = IsBitOn(options, 2);
    ....
    ....
    coluna44 = IsBitOn(options, 44);
}  

Com esta abordagem as consultas são feitas apenas sobre uma coluna e, se necessário, à criação de apenas um índice.

Notas:
Os métodos GetOptions() e SetOptions(ulong flags) são apenas um exemplo de implementação.
Caso não seja possível usar valores inteiros de 64 bits, divida as 45 colunas em dois grupos e associe cada grupo a uma coluna na tabela.

  • Interessante esse método. Estava pensando em algo pra unir todos. Vou tentar implementar. Só tenho uma dúvida, a posição vai ficar tipo assim 01011100 ...etc. Na tabela eu vou gravar sempre as 45 posições ou só as selecionadas. E como fica na busca SQL? Terei que buscar os resultados com outras condições e salvar na memória. Depois aplicar o conceito num loop e filtrar. Isso? – André 10/05/15 às 16:39
1

Sugiro normalizar esta tabela e nas tabelas que surgirem criar os índices somente para os campos que serão usados como condição nas consultas.

  • A tabela já esta normalizada. O que posso fazer e dividir pra outra tabela com esses campos chaves. Mas mesmo assim o cliente vai ter a possibilidade de definir quais itens deseja pesquisar. Ele pode definir apenas 1 assim como os 45. – André 8/05/15 às 21:16

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.