3

Estou estudando o algoritmo de Dijkstra e ainda não tentei usar lista de adjacência. Soube que poderia resolver o problema com uma matriz, mas o fato é que eu não consigo receber a matriz na função.
Se eu colocar o código direto na main funciona como esperado.
Este é o protótipo que tentei usar:

/*
 * v = grafo em forma de matriz
 * n = qtd de vértices
 * o = origem
 */
int * Dijkstra ( int v[][], int n, int o );
6

Em C, você precisa especificar o tamanho de todas as dimensões de uma matriz que é argumento de função, exceto o tamanho da dimensão mais à esquerda. Por exemplo, se você definir que suas matrizes sempre serão 100x100, você pode definir o tipo da sua função assim:

int * Dijkstra ( int v[100][100], int n, int o );

ou assim:

int * Dijkstra ( int v[][100], int n, int o );

A razão disso vem da forma em que matrizes de C são representadas na memória. As linhas são colocadas sequencialmente em um vetorzão. Por exemplo, a matriz 3x3

10 20 30
40 50 60
70 80 90

É representada em memória como um vetor de tamanho 9

M[i][j] ->    10 20 30 40 50 60 70 80 90
i       ->     0  0  0  1  1  1  2  2  2
j       ->     1  2  3  1  2  3  1  2  3

Quando você acessa o campo (i,j) da matriz 3x3, o que o C faz por baixo dos panos é acessar o campo 3*i + j do "vetorzão". Por isso, o compilador tem que saber em tempo de compilação quanta colunas há em cada linha, que é o fator que multiplica o i.

Se você não quiser definir as dimensões da sua matriz em tempo de compilação tem algumas alternativas que você pode fazer. A mais comum é usar um vetor de vetores ao invés de uma vetor multidimensional. Assim, sua matriz tem um tipo "vetor de ponteiro pra inteiro" int ** ao invés do tipo "vetor bidimensional de inteiros 100x100" int [100][100].

 M ->  |*| --> [10 20 30]
       |*| --> [40 50 60]
       |*| --> [70 80 90]

Um exemplo de como alocar uma matriz MxN:

// Alocando a matriz dinâmicamente
int ** mat = malloc((sizeof int*) * M;
int  * buf = malloc((sizeof int) * M * N);
for(int i=0; i<M; i++){
    mat[i] = &buf[N*i];
}

// Usando a matriz:
for(int i=0; i<M; i++){
    for(int j=0; j<N; j++){
        mat[i][j] = f(i,j);
    }
 }

 // Libere a memória alocada dinamicamente quando você acabar de usar.
 free(mat);
 free(buf);
  • Muuuito obrigado! Única coisa que tenho a dizer é que acho que no exemplo da matrix NxM, dentro de todos os for que você usou, vc inverteu o M com N, mas tudo bem! Foi muito útil! Obrigado novamente! – Felipe Soares 25/04/15 às 2:30
  • Prefiro dizer que as primeiras linhas estavam erradas e os for estavam certos :) Fazer NxM com o N antes do M é pedir pra dar confusão... – hugomg 25/04/15 às 2:36
  • hehe... em vez de M e N (ou N e M) sugiro o uso de row e col (ou linha e coluna) – pmg 25/04/15 às 7:08

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.