3

Por que esse programa que faz a divisão de um número em notação decimal, transforma-o em notação binária e imprime na tela o número na sequencia correto (do bit mais significativo para o menos significativo) usa malloc duas vezes?

#include <stdlib.h>
#include <stdio.h>
#include <string.h>

int main(int argc, char *argv[]) {
    // Stack
    int decimal, q, r;
    int counter, i;
    char *binary = NULL;
    char *aux;

    printf("Digite um número em base decimal: ");
    scanf("%d", &decimal);

    counter = 1;
    while (decimal >= 2) {
        q = decimal / 2;
        r = decimal - (q * 2);

        // Heap
        aux = (char *) malloc(counter * sizeof(char));
        if (binary != NULL) {
            memcpy(aux, binary, counter-1);
            free(binary);
        }
        binary = aux;

        if (r == 0) {
            binary[counter-1] = 48; //'0';
        } else {
            binary[counter-1] = 49; //'1';
        }

        //printf("resto %d = %d\n", counter, r);
        counter++;
        decimal = q;
    }
    //printf("ultimo quociente = %d\n", q);

    // Heap
    aux = (char *) malloc(counter * sizeof(char));
    if (binary != NULL) {
        memcpy(aux, binary, counter-1);
        free(binary);
    }
    binary = aux;

    if (decimal == 0) {
        binary[counter-1] = 48; //'0';
    } else {
        binary[counter-1] = 49; //'1';
    }

    printf("Resultado em binário = ");
    for (i = counter-1; i >= 0; i--) {
        printf("%c", binary[i]);
    }
    printf("\n");

    free(binary);

    return 0;
}
  • Não analisei profundamente mas existe alguma razão para alocar memória dinâmica? Realmente o algoritmo está bem confuso. Provavelmente não precisa fazer tanto. Você que fez? Tem algum requisito que exija que seja feito assim? – Maniero 16/04/15 às 1:03
  • É um código que o meu professor pediu para analisar e estou com duvida nessa parte, a ideia era usar tudo isso de código para pesquisarmos sobre tudo mesmo – Gabriel Vinicius 16/04/15 às 1:08
  • Dê uma olhada no tour. Você pode aceitar uma resposta se ela resolveu seu problema. Você pode votar em todos os posts do site também. Alguma lhe ajudou mais? Precisa que algo seja melhorado? – Maniero 14/07/15 às 14:41
2

Se o problema é evitar fazer todo cálculo de um dos restos de novo depois que termina o laço, é fácil resolver. O problema é que está parando quando chega no resto 2 e correto é fazer até o resto ser 1. Então uma simples mudança na condição do while resolve isto.

#include <stdlib.h>
#include <stdio.h>
#include <string.h>

int main() {
    int decimal;
    printf("Digite um número em base decimal: ");
    scanf("%d", &decimal);
    int counter = 1;
    char *binary = NULL;
    while (decimal >= 1) {
        int q = decimal / 2;
        int r = decimal - (q * 2);
        char *aux = malloc(counter);
        if (binary != NULL) {
            memcpy(aux, binary, counter - 1);
            free(binary);
        }
        binary = aux;
        if (r == 0) binary[counter-1] = '0';
        else binary[counter-1] = '1';
        counter++;
        decimal = q;
    }
    printf("Resultado em binário = ");
    for (int i = counter - 1; i >= 0; i--) printf("%c", binary[i]);
    printf("\n");
    free(binary);
}

Veja funcionando no ideone. E no repl.it. Também coloquei no GitHub para referência futura.

Não analisei outros aspectos.

1

por que esse programa [...] usa malloc duas vezes?

Para números com N bits, o ciclo while do programa corre N - 1 vez. Este ciclo não é executado quando decimal for 0 ou 1.

while (decimal >= 2) { /* ... */ }

Portanto, dentro do ciclo, a alocação feita não é suficiente para guardar a representação binária completa.

Por isso, no fim do ciclo, o programa faz mais uma alocação para o último bit.

1

Este exercício que te puseram é interessante: entender o código alheio e eventualmente modificá-lo. O código do enunciado tem a virtude de: introduzir vários conceitos (tipos de memória, mallocs, memcpy, etc,) e ter ainda coisas "melhoráveis"

Em complemento à tua pergunta, se fosse eu (mantendo o espírito do mesmo) para além dos melhoramentos referidos anteriormente,

(1) acabava com a memória dinâmica

   char binary[32];

ou pelo menos alocava tudo de uma vez (tamanho necessário=1+log2(decimal):

   binary=malloc((int)(1+log2(decimal)))

(2) substituía os

   if (r == 0) {
        binary[counter-1] = 48; //'0';
    } else {
        binary[counter-1] = 49; //'1';
    }

por

    binary[counter-1] = r + '0';

em resumo...

...
#include <math.h>

int main() {
    int decimal, q, r, counter;
    char *binary;

    printf("Digite um número em base decimal: ");
    scanf("%d", &decimal);
    binary=malloc((int)(1+log2(decimal)));

    counter = 0;               //from @pmg
    while (decimal > 0) {      //from @Maniero
        q = decimal / 2;
        r = decimal % 2;
        binary[counter] = r + '0';
        counter++;
        decimal = q;
    }

    printf("Resultado em binário = ");
    while (counter--) { putchar(binary[counter]); }
    printf("\n");

    free(binary);
    return 0;
}
  • 1
    Era bonito ter uma função decToBin :) – Jorge B. 16/04/15 às 14:56
  • 2
    outra sugestão ... começar a contar com 0 ... counter = 0; e deixar de usar o counter - 1, usando apenas counter. – pmg 16/04/15 às 14:58
  • @pmg, certissimo! vou introduzir; (daqui a bocado ficamos sem código :) – JJoao 16/04/15 às 15:02
  • @pmg, as chavetas são por causa se uma jura que fiz para ver se acerto o código awk e perl. E vou-me portar bem: não vou pôr decimal /= 2... :) – JJoao 16/04/15 às 15:16
  • 1
    @JorgeB. sim! ou ao menos um printf("%b",decimal)... – JJoao 16/04/15 às 16:01

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.