5

Na empresa onde eu trabalho, eu estava utilizando o Git para salvar um sistema, onde três pessoas utilizam-se dele.

Depois de, por acidente, ser enviada uma pasta de imagens, fazer um git pull se tornou absurdo, visto que os dados baixados são quase 1.6GB.

Posteriormente, removemos essa pasta de imagens através do arquivo .gitignore. Porém, mesmo depois dessa alteração, o repositório continua com um tamanho muito grande.

Tenho algumas perguntas a fazer sobre isso:

  • Como reduzir o tamanho de um repositório do Git (quando ocorre um acidente como o referido acima)?

  • Existe alguma maneira de trazer um git pull ou um git fetch, ignorando alguns arquivos, como imagens e/ou vídeos (através de parâmetros ou coisa do tipo)?

  • Por que, mesmo depois de deletado os arquivos grandes e adicionados no .gitignore, o Git continua gigante? Os ignorados (anteriormente adicionados) fazer parte do histórico?

  • E, se "sim" para o histórico, há alguma maneira de deletar esse arquivos indesejados do histórico?

  • Alguma resposta resolveu? – Maniero 15/07/15 às 15:52
5

Provavelmente o que você quer é reescrever a história do seu repositório, o que pode ser problemático se não souber o que está fazendo (eu não sei :P). isto é feito com filter-branch. Um exemplo:

git filter-branch --tree-filter 'rm -rf path/file' HEAD

Pode ser que precise adaptações, conforme sua necessidade, para isto leia a documentação.

É possível também eliminar um commit e fazer um rebase mas acho que seria mais complicado.

  • Isso deve ser feito apenas no clone, ou posso fazer isso também direto no repositório remoto? – Wallace Maxters 10/04/15 às 15:12
  • Boa pergunta. Você terá que "replicar" isto para todos os repositórios onde este arquivo esteja presente. Enquanto existir o arquivo em algum repositório, haverá o risco desse arquivo "ressuscitar" no repositório quando for feito um merge. Eu não sei dar detalhes porque nunca fiz esta operação. Mudar a história é uma tarefa que pode parecer simples mas é complicada quando existem vários repositórios envolvidos. A modificação da história só é 100% segura se não há clones, branches, etc., o que é raro para quem usar Git. É bom ter um clone só para desfazer se algo der errado. – Maniero 10/04/15 às 15:18
  • Estes comandos devem assegurar que o arquivo seja removido do remote: rm -rf .git/refs/original/ git reflog expire --expire=now --all git gc --prune=now git gc --aggressive --prune=now git push --all --force. – Fuad Saud 7/05/15 às 9:03
  • Note que se o repositório com este arquivo foi clonado em outro lugar esta cópia local não será deletada. O ideal seria, depois de atualizar o remote, clonar novamente o repositório. – Fuad Saud 7/05/15 às 9:04
4

Você pode fazer um cherry-pick e remover ou desfazer um patch.

Aqui tem uma boa explicação sobre o cherry-pick e aqui tem uma questão respondida que se assemelha muito ao seu problema.

Sugiro muita calma nesta hora para não remover nada além do necessário.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.