3

Tenho uma classe mãe DadosClientes e duas classes filhas DadosClientesPF, e DadosClientesPJ.

A instancia DadosCliente tem o campo: Nome, Telefone

A instancia DadosClientePF tem o campo: CPF

A instancia DadosClientePJ tem o campo: CNPJ

O objeto cliente tem uma instancia DadosClientes, porem ele só acessa os campos do DadosCliente, como faço para acessar os campos CPF e CNPJ?

  • 1
    Poderia fornecer o código para que possamos te ajudar de maneira mais precisa? Suponho que você esta utilizando herança para compor Cliente, DadosClientes, DadosClientesPF e DadosClientesPJ certo? – Erick Gallani 7/04/15 às 13:53
  • 1
    Criando uma instância de DadosClientesPF ou DadosClientesPJ. Você não pode acessar o que não existe. Se o problema não for só isto, explique melhor e coloque algum exemplo. – Maniero 7/04/15 às 13:54
  • 1
    @KleberBarros, como o bigown apontou, não acho uma boa ideia ficar fazendo box e unbox de DadosClientePF e DadosClientePJ. Em todo caso te aconselho uma leitura complementar quanto aos modelos de herança no EF: Table-per-Type (TPT), Table-per-Hierarchy(TPH) e Table-per-Concrete(TPC). weblogs.asp.net/manavi/… – Tobias Mesquita 7/04/15 às 15:40
  • 1
    @TobyMosque Box e unbox é uma terminologia usada para value-types. Provavelmente você estava se referindo a type-casts entre classes base e derivadas. – Miguel Angelo 7/04/15 às 15:52
  • Falha minha, obrigado pela correção. – Tobias Mesquita 7/04/15 às 16:00

3 Respostas 3

4

Se você quer pegar uma propriedade, você tem que instanciar uma classe que tenha esta propriedade. Então se quer o CPF, precisa instanciar a DadosCLientesPF. Se instanciar a DadosClientes não tem como pegar o CPF simplesmente porque ele não existe neste classe.

Se você está usando um método que recebe DadosClientes e precisa acessar algo que não está disponível nele, está fazendo algo errado também. Neste caso o correto seria ter métodos separados para lidar com DadosClientesPF, com DadosCLientesPJ e talvez até manter o que lida só com o DadosClientes se for útil, o que eu duvido.

Especialmente no gosto da solução dada na outra resposta. Eu não sou purista mas aquilo não é programação orientada a objeto. Os métodos não devem ter que saber lidar com objetos derivados do tipo tipo esperado. Quando isto é necessário, métodos especializados devem ser criados, caso contrário, se depois for criado ClientesDadosEstrangeiro teria que mexer na implementação deste método. Dependendo do cenário pode não ser problemático mas em outros pode ser. Não não sei se precisa usar herança neste caso, mas se vai usar, faça pelos motivos certos, e use ela do jeito certo.

Se você separou em duas classes, trate-os como coisas diferentes. Se a intenção é tratar como se fosse a mesma coisa, não separe.

Mas se o seu problema for de polimorfismo (não que seja o caso), ou seja, você está instanciando a classe derivada mas quando passa ela para algum método que espera a classe base, aí seu problema é que a propriedade precisa ser virtual. Isto garante o polimorfismo e vai chamar a propriedade corretamente, já que ela interpretará o objeto com seu tipo originalmente instanciado e não pelo tipo concretamente declarado no parâmetro do método. Evidentemente isto só vale se a propriedade existe na classe base.

Talvez você precise reavaliar toda sua modelagem.

4

Após carregar o objeto cliente do BD, você poderá verificar o tipo da propriedade.

Exemplo usando o operador as:

using (var context = new Context())
{
    var cli = context.Clientes.Where(c => c.Id == idCli).Single();
    var pf = cli.DadosClientes as DadosClientePF;
    if (pf != null)
    {
        // pessoa física
        var cpf = pf.CPF;
    }

    var pj = cli.DadosClientes as DadosClientePJ;
    if (pj != null)
    {
        // pessoa jurídica
        var cnpj = pj.CNPJ;
    }
}

Para criar um novo cliente, basta criar uma das classes DadosClientePF ou DadosClientePJ e atribuir à propriedade cli.DadosClientes:

using (var context = new Context())
{
    var cli = new Cliente();
    if (cnpj != null)
    {
        cli.DadosClientes = new DadosClientePJ
            {
                CNPJ = cnpj
            };
    }

    if (cpf != null)
    {
        cli.DadosClientes = new DadosClientePF
            {
                CPF = cpf
            };
    }

    if (cli.DadosClientes != null)
        cli.DadosClientes.Nome = nome;

    context.Clientes.Add(cli);
    context .SaveChanges();
}
1

Supondo que você tenha:

class DadosCliente
{
  public string Nome { get; set; }
  public string Telefone { get; set; }
}

class DadosClientePF : DadosCliente
{
  public string CPF { get; set; }
}

class DadosClientePJ : DadosCliente
{
  public string CNPJ { get; set; }
}

E instancia um objeto PF:

DadosClientePF obj = new DadosClientePF{
  Nome = 'Nome',
  CPF = '000.000.000-00'
};

E então executa um método que recebe um parâmetro do tipo DadosCliente:

void Testar(DadosCliente dados)

Para acessar as propriedades das classes filho neste método você precisa checar o tipo da instância e fazer um cast:

if (dados is DadosClientePJ)
{
    DadosClientePJ dadosPj = (DadosClientePJ)dados;
    Console.Write(dadosPj.CNPJ);
}
else if (dados is DadosClientePF)
{
    DadosClientePF dadosPf = (DadosClientePF)dados;
    Console.Write(dadosPf.CPF);
}

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.