15

Queria saber como ele funciona exatamente, onde é necessário usar dentro de algum escopo como if etc.

  • 2
    Você pode explicar melhor o que você não entende no return? – bfavaretto 13/02/14 às 16:21
  • Era sobre a questão de blocos como if, mas foi esclarecida. – filipelinhares 13/02/14 às 18:07
25

Como diz esta documentação, o return:

  • Define o valor retornado por uma função. Quando não há um valor especificado, undefined será retornado.
  • Interrompe a execução da função atual.

Retorno com valor

function retornaValor() {
    return 1;
}
console.log(retornaValor());

O código acima imprime 1 no console.

Retorno sem valor

function retornoVazio() {
    return;
}
console.log(retornoVazio());

O código acima imprime undefined no console.

Retorno fora de função (global)

Por outro lado, se você tentar usar o return fora de uma função, num código executado num navegador, receberá um erro. Por exemplo, no Chrome, obtive:

Uncaught SyntaxError: Illegal return statement

Retorno de bloco {}

Mesmo se usado dentro de um bloco de código, o return irá finalizar a função atual ou causar o erro como já descrito. Não existe o conceito de retorno de um bloco. Exemplo

function f(val) {
    if (val) {
        return 1;
    } else {
        return 2
    }
}

O código acima irá retornar 1 ou 2 para a função, independendo das chaves.

Quanto e como usar o return

Algumas pessoas acreditam que cada método/função deve ter um ponto de saída único. Considere o seguinte exemplo:

function f(a, cond) {
    if (cond) {
        return -2;
    } else {
        for (var i = 0; i < a.length; i++) {
            if (a[i] == 1) return i;
        }
    }
    return -1;
}

Esta função é pequena, mas logo podem surgir dezenas condições e returns, tornando o código difícil de entender.

Uma alternativa seria a seguinte:

function f(a, cond) {
    val retorno = cond ? -2 : -1;
    if (!cond) {
        for (var i = 0; i < a.length; i++) {
            if (a[i] == 1) {
                retorno = i;
                break;
            }
        }
    }
    return retorno;
}

Obviamente é uma questão de opinião pessoal. Particularmente, eu acredito que o problema está em criar uma lógica clara e não na quantidade de returns.

Veja os exemplos no jsfiddle

  • 1
    Acho que vale a pena citar que o javascript é capaz de interromper o postback, ou submit, da página quando o mesmo retorna false. – Edgar Muniz Berlinck 13/02/14 às 16:13
  • 1
    @EdgarMunizBerlinck A pergunta não é sobre eventos. – utluiz 13/02/14 às 16:23
  • De qualquer forma não custa nada você incluir esta informação na sua resposta, só pra deixa-la bem completa. – Edgar Muniz Berlinck 13/02/14 às 16:33
  • 2
    Então, tem quem ache que a função tem que ter apenas um ponto de saída. Tem quem ache que um comportamento padrão deve ser definido e os ifs com return são usados como condições de guarda (para exceções no fluxo do código (não confundir com Exceptions)). Eu concordo com o segundo tipo de programador. PS: else dá cancer, return é o caminho. – SparK 13/02/14 às 16:51
  • @EdgarMunizBerlinck Eu até cheguei a escrever sobre isso, na verdade sobre manipulação de eventos em geral, mas ficou destoante porque não acrescenta nada em relação ao return, apenas detalhes sobre uma funcionalidade específica e um valor de retorno específico. Eu teria que começar a explicar o contexto sobre a manipulação de eventos e bubbling. Mais uma coisa: postback não é exatamente um sinônimo de submit. – utluiz 13/02/14 às 16:52
7

Você pode utilizar o return para 2 tipos de situações.

1. Retornar um valor.
2. Parar o fluxo de execução da função atual.



1. A situação do uso é quando você precisa validar, calcular ou modular o código.

function Calculadora(valor1, valor2, operacao) {
   var resultado = 0;

   if (operacao == "+")
       resultado = Soma(valor1, valor2);
   // ...   

   return resultado;
}

function Soma(valor1, valor2) {
   return parseInt(valor1) + parseInt(valor2);
}


2. A situação do uso é quando você não precisa mais continuar executando a função atual, o resultado dela já está determinado.

function ExibeValor(valor) // código apenas didático, sim é feio.
{
   if (parseInt(valor) <= 10) {
      alert('O valor é menor/igual a 10.');
      return;
   }

   if (parseInt(valor) > 10 && parseInt(valor) <= 20) {
      alert('O valor é maior que 10 e menor/igual a 20.');
      return;
   }

   if (parseInt(valor) > 20 && parseInt(valor) <= 30) {
      alert('O valor é maior que 20 e menor/igual a 30.');
      return;
   }

   if (parseInt(valor) > 30 && parseInt(valor) <= 40) {
      alert('O valor é maior que 30 e menor/igual a 40.');
      return;
   }
}

Vamos supor que você chame a função passando o valor 5, você vai entrar no 1° if e pronto você não precisa executar todos outros if pra saber o retorno da função. Com isso você melhora o tempo de execução e fica menos custoso o processamento.

0

O return no javascript é semelhando ao return em Java e C#, que são as linguagens que eu tenho conhecimento, já no Delphi o return pelo pouco que conheço funciona de maneira diferente , sendo que ao passar por um return em javascript a function (ou o escopo atual) é abortado não prosseguindo no fluxo, e retornando o valor ao seu invocador, esse comportamento pode ser percebido também utilizando um debug no navegador como o FireBug, ou o nativo do Google Chrome

function TesteRetorno(param){
if(param > 50){
    return "Maior que 50";
}
if(param > 10){
    return "Maior que 10";
}
return "Menor que 10";
}
alert(TesteRetorno(2));

Exemplo

  • 2
    O delphi não tem return. É Result := ou nome_da_função := . – Edgar Muniz Berlinck 13/02/14 às 16:10
  • Sim, sim se chama Result, correto é que se ele é programador Dephi com certeza deve está pensando no escopo do Result do Delphi. – Fernando Leal 13/02/14 às 16:12
  • Tem o exit, mas sem retornar valor. Um equivalente ao return do Javascript no Delphi, seria: Result := <valor>; exit; – utluiz 13/02/14 às 16:12
  • Errado novamente, o exit pode retornar valor sim senhor a partir de versões como o 2010. exit(1) por exemplo retorna 1. – Edgar Muniz Berlinck 13/02/14 às 16:15
  • ok, ok, só citei Delphi em minha resposta pois já vi amigos que confundem o return do javascript pelo fato de serem familiarizados com o Result do Delphi, dando o return e achando que o código que vem após será executado, o que não acontece no caso do javascript. – Fernando Leal 13/02/14 às 16:18

protegida por rray 13/12/18 às 12:20

Thank you for your interest in this question. Because it has attracted low-quality or spam answers that had to be removed, posting an answer now requires 10 reputation on this site (the association bonus does not count).

Would you like to answer one of these unanswered questions instead?

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.