12

Em alguns códigos de exemplo de frameworks, libs, etc. verifiquei que as funções anônimas eram passadas com um nome para as mesmas.

minhaFuncao(function minhaFuncaoAnonima() {
    // ...
});

Qual o objetivo de nomear funções anônimas? É algum padrão que deve ser seguido?

16

Existem dois objetivos:

  1. Recursão: é uma maneira de possibilitar que expressões de função sejam recursivas. O nome definido para essas funções só está disponível dentro delas próprias, e pode ser usado para chamadas recursivas. Expressões de função anônimas não permitem recursão.

  2. Depuração: Nos debuggers de JS mais usados, essas funções são identificadas pelo nome na pilha de chamadas, em vez de constar como anonymous function. Isso ajuda a enxergar melhor que trecho de código está sendo executado.

O artigo citado pelo TobyMosque, Named function expressions demystified é a grande referência sobre o assunto. Porém, já está um tanto defasado, e acredito que os problemas de compatibilidade que ele aponta não se apliquem mais aos browsers modernos (no caso do IE, versões 10+, talvez 9). Vale a pena ler o artigo linkado para mais detalhes, ele é realmente excelente (assim como outros do mesmo autor, como o Understanding delete).

13

Isso chama-se Named Function Expression. Se a função fôr recursiva, isto é chamar-se a sí própria, isto é muito util e respeita as regras de escopo normais.

Por exemplo:

var number = 12;
var numberFactorial = (function factorial(number){
    return (number == 0) ? 1 : number * factorial(number - 1); // aqui a função chama-se a sí própria
})(number);
console.log(numberFactorial); // 479001600

Assim a função pode chamar-se a sí própria para encontrar o resultado. E repara que a função factorial não vai ficar no escopo global: http://jsfiddle.net/xgoo0w02/

Exemplo: http://jsfiddle.net/z9knLsmm/

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.