5

Tenho que criar uma função em JavaScript que pega todas os id's de uma tabela e faz um sorteio com id's da mesma tabela de modo que um mesmo id não caia com ele mesmo, e que haja a possibilidade que esse id possa estar na outra "casa".

exps:

1|2 - 2|1... válido.
1|1 - 2|2... inválido.

Desse modo:

var teste = [];

for (var i = 1; i <= 305; i++) {
	for (var x = 1; x <= 305; x++) {
        if(x != i){
            teste.push(i+'|'+x);
        }
    }
}
console.log(teste)

Gostaria de saber se existe alguma maneira de saber quanto tempo que essa função demora pra executar, visto que ela gera mais de 90 mil registros.

  • 1
    Você quer medir o tempo de execução ou estimar antes de rodar? – bfavaretto 26/03/15 às 14:04
  • medir o tempo de execução de acordo com a máquina do cliente, mas ter uma estimativa tbm viria bem a calhar rs – MarceloBoni 26/03/15 às 14:06
  • Uma pergunta +- off-topic, uma função que gera +- 90mil registros e que leva 27ms pode ser considerada lenta? – MarceloBoni 26/03/15 às 14:16
  • Eu não consideraria lenta, especialmente em se tratando de JavaScript. – bfavaretto 26/03/15 às 14:17
7

Para medir o tempo de execução, com resolução de milissegundos, basta comparar o timestamp antes de depois da execução:

function fn() {
    var teste = [];
    
    for (var i = 1; i <= 305; i++) {
    	for (var x = 1; x <= 305; x++) {
            if(x != i){
                teste.push(i+'|'+x);
            }
        }
    }
}
var antes = Date.now();
fn();
var duracao = Date.now() - antes;
document.body.innerHTML = "levou " + duracao + "ms";

Caso seu browser não dê suporte ao Date.now() (por exemplo, IE8 ou anterior), basta usar new Date().getTime().

Quanto a estimar o tempo que levaria, antes de executar, aí eu já não sei a resposta. O que dá para estimar é o nível de complexidade, mas o tempo de execução vai depender de vários fatores, não sei se é possível.

  • 1
    nível de complexidade o(n^2) rs, for encadeado – MarceloBoni 26/03/15 às 14:20
7

Para medir o tempo de execução você pode usar performance.now(), exemplo:

var teste = [];
var inicio = performance.now();
for (var i = 1; i <= 305; i++) {
	for (var x = 1; x <= 305; x++) {
        if(x != i){
           teste.push(i+'|'+x);
        }
    }
}
   
var fim = performance.now();
console.log(teste)
alert('Tempo de excução: ' + (fim - inicio));

Outra opção é console.time(), exemplo:

var teste = [];
console.time('tempo');
for (var i = 1; i <= 305; i++) {
	for (var x = 1; x <= 305; x++) {
        if(x != i){
            teste.push(i+'|'+x);
        }
    }
}
console.timeEnd('tempo');
console.log(teste)

  • 1
    Esse objeto performance, é muito interessante, não o conhecia. +1 pelo novo conhecimento. – Fernando Leal 26/03/15 às 14:15
  • 2
    Complemento: console.time não é padrão do W3C, e o objeto performance pode não estar disponível dependendo de browser + versão. Então fica a dica da minha resposta, new Date().getTime() é a solução mais compatível. – bfavaretto 26/03/15 às 15:29

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.