3

Estou com um pouco de dificuldade para implementar as chaves estrangeiras no meu exemplo. Alguém pode me ajudar a montar a classe DAO?

CidadeDAO.java

public class CidadeDAO {
    private final Connection connection;

    public CidadeDAO() {
        try {
            this.connection = new ConnectionFactory().getConnection();
        } catch (SQLException e) {
            throw new RuntimeException(e);
        }
    }

    public void adiciona(Cidade cidade){
        String sql= "insert into cidade (nome, cep, id_estado) values (?,?,?)";
        PreparedStatement stmt;
        try{
            stmt= connection.prepareStatement(sql);
            stmt.setString(1, cidade.getNome());
            stmt.setString(2, cidade.getCep());
            //  como faço o setString do estado?
            stmt.execute();
            stmt.close();  
        }catch(SQLException e){
            throw new RuntimeException(e);
        }
    }
}

EstadoDAO.java

public class EstadoDAO {
private final Connection connection;

    public EstadoDAO() {
        try {
            this.connection = new ConnectionFactory().getConnection();
        } catch (SQLException e) {
            throw new RuntimeException(e);
        }
    }

    public void adiciona(Estado estado){
        String sql= "insert into estado (nome, sigla, regiao) values (?,?,?)";
        PreparedStatement stmt;
        try{
            stmt= connection.prepareStatement(sql);
            stmt.setString(1, estado.getNome());
            stmt.setString(2, estado.getSigla());
            stmt.setString(3, estado.getRegiao());
            stmt.execute();
            stmt.close();  
        }catch(SQLException e){
            throw new RuntimeException(e);
        }
    }
}

Cidade.java

public class Cidade {
    private Long id;
    private String nome;
    private String cep;
    private Estado estado;

    public Long getId() {
        return id;
    }
    public void setId(Long id) {
        this.id = id;
    }
    public String getNome() {
        return nome;
    }
    public void setNome(String nome) {
        this.nome = nome;
    }
    public String getCep() {
        return cep;
    }
    public void setCep(String cep) {
        this.cep = cep;
    }
    public Estado getEstado() {
        return estado;
    }
    public void setEstado(Estado estado) {
        this.estado = estado;
    }       
}

Estado.java

public class Estado {
    private Long id;
    private String nome;
    private String sigla;
    private String regiao;

    public Long getId() {
        return id;
    }
    public void setId(Long id) {
        this.id = id;
    }
    public String getNome() {
        return nome;
    }
    public void setNome(String nome) {
        this.nome = nome;
    }
    public String getSigla() {
        return sigla;
    }
    public void setSigla(String sigla) {
        this.sigla = sigla;
    }
    public String getRegiao() {
        return regiao;
    }
    public void setRegiao(String regiao) {
        this.regiao = regiao;
    }
}
  • 1
    Qual a exceção/erro que ocorre mesmo? – Cold 25/03/15 às 12:43
  • Ainda não implementei a classe de teste da cidade. Primeiro preciso saber como setar as chaves estrangeirar para poder dar o insert. Poderia me dar um exemplo? – simplexception 25/03/15 às 12:48
  • No método adiciona() na classe CidadeDAO, a cidade passada como argumento já deve ter o estado setado nela, daí é só pegar o id do estado fazendo cidade.getEstado().getId(). Isso caso esteja armazenando o id no BD, se for o nome daí seria cidade.getEstado().getNome(), mas eu recomendo que seja o id, pois ele deve estar setado como único no BD, então não é para ocorrer inconsistências. – Math 25/03/15 às 15:45
  • E na classe main, o que eu devo colocar? Seria algo do tipo "cidade.setEstado(id_existente);"? – simplexception 25/03/15 às 16:42
  • 1
    Estou tentando aprender mesmo. Ver como a coisa funciona, sabe? Vou deixar os frameworks para mais adiante. – simplexception 26/03/15 às 13:01
2

O DAO de Cidade pode, naturalmente, obter o id do Estado lendo a propriedade cidade.getEstado().getId().

Você pode setar no estado o id que foi gerado para ele na hora em que ele foi inserido pelo seu respectivo DAO.

Para obter o id gerado por uma inserção (lógico que estamos falando de uma coluna auto-incremento) você deve informar um parâmetro adicional na hora de criar o prepared statement, assim:

PreparedStatement stmt = connection.prepareStatement(sql, Statement.RETURN_GENERATED_KEYS);
stmt.executeUpdate();

Repare que utilizei executeUpdate, que é o método que expressa uma alteração no banco de dados.

Depois de executar o comando, leia o result set produzido pelo comando acima, assim:

ResultSet rs = stmt.getGeneratedKeys();
rs.next();
int idGerado = rs.getInt(1);

Uma boa prática é verificar se de fato foi obtido um result set e se de fato há linhas neste result set. Se você for adicionar estas validações você também precisa decidir o que fazer em caso negativo (o que pode ocorrer por exemplo se o campo id não for auto-incremento). Pode ser que seja válido lançar uma exceção que facilite a identificação do problema em tempo de execução.

Agora você pode setar no estado o id que foi gerado para ele durante sua inserção. O código completo para adicionar estados fica mais ou menos assim:

public void adiciona(Estado estado){
    String sql= "insert into estado (nome, sigla, regiao) values (?,?,?)";
    PreparedStatement stmt;
    try{
        stmt = connection.prepareStatement(sql, Statement.RETURN_GENERATED_KEYS);
        stmt.setString(1, estado.getNome());
        stmt.setString(2, estado.getSigla());
        stmt.setString(3, estado.getRegiao());
        stmt.executeUpdate();

        // abaixo você obtém o id gerado para a coluna auto-incremento do MySql
        // e seta este id no objeto Estado que está sendo adicionado.
        ResultSet rs = stmt.getGeneratedKeys();
        rs.next();
        int idGerado = rs.getInt(1);
        estado.setId(idGerado);

        stmt.close();  
    }catch(SQLException e){
        throw new RuntimeException(e);
    }
}

O método "main" que cria estes dois objetos fica mais ou menos assim:

Estado estado = new Estado();
// ... estado.setXXX(...) - seta todas as propriedades do estado, exceto seu id.
estadoDAO.adiciona(estado);

Cidade cidade = new Cidade();
cidade.setEstado(estado);
// ... cidade.setXXX(...) - seta as demais propriedades da cidade.
cidadeDAO.adiciona(cidade);

E o método CidadeDAO.adiciona recebe uma linha para setar o id do estado:

stmt.setInt(3, cidade.getEstado().getId());

E está pronto.

Algumas boas práticas:

  • Você pode validar as propriedades obrigatórias das entidades antes de inserir de modo a ter erros mais descritivos do que exceções de banco de dados ou NullPointerException.

  • Procure manter as classes das entidades e seus respectivos DAOs no mesmo package, um package exclusivo, e então defina como protected os métodos set que não são do interesse do consumidor, como por exemplo o setId, que será setado automaticamente pelo DAO.

  • Caffé, muito obrigado por sua explicação! Agora está funcionando perfeitamente. – simplexception 26/03/15 às 17:06

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.