4

Nesse tutorial: https://www.digitalocean.com/community/tutorials/how-to-secure-mysql-and-mariadb-databases-in-a-linux-vps

Após criar um novo usuário com os privilégios que eu preciso, eles recomendam que eu renomeie o usuário root para assegurar ainda mais o acesso, sendo que um hacker além de descobrir a senha, teria que descobrir o usuário.

Dúvidas:

Como criei um novo usuário e dei todos os privilégios a ele, ainda preciso do root? Não posso remover o root e usar apenas o novo usuário que criei?

Se eu remover o usuário root, preciso remover os 3 que estão cadastrados na tabela User (tabela de usuários abaixo)?

Porque são 3 cadastrados e não apenas 1?

+------------------+-----------+-------------------------------------------+
| user             | host      | password                                  |
+------------------+-----------+-------------------------------------------+
| root             | localhost | *DE06E242B88EFB1FE4B5083587C260BACB2A6158 |
| piucco           | localhost | *D8DECEC305209EEFEC43008E1D420E1AA06B19E0 |
| root             | 127.0.0.1 | *DE06E242B88EFB1FE4B5083587C260BACB2A6158 |
| root             | ::1       | *DE06E242B88EFB1FE4B5083587C260BACB2A6158 |
| debian-sys-maint | localhost | *ECE81E38F064E50419F3074004A8352B6A683390 |
+------------------+-----------+-------------------------------------------+
  • 3
    "Após criar um novo usuário com os privilégios que eu preciso" que você precisa só na sua aplicação específica, ou que você poderá precisar em qualquer tempo, em qualquer caso, em qualquer circunstância?... Se você criou um usuário com todas as permissões possíveis, você criou um clone do root (não mais seguro que usar o root na sua aplicação, que como você deve saber, é uma péssima ideia); caso contrário, como você fará caso um dia precise de mais permissões? Ter um usuário root é importante, mudar seu nome está ok mas removê-lo poderia te trancar de fora do seu próprio SGBD. – mgibsonbr 21/03/15 às 20:19
  • 3
    P.S. Essas senhas aí foram anonimizadas? Mesmo estando hasheadas (acho) e talvez não tendo aparecido o hash inteiro, agora a internet inteira as conhece, melhor trocá-las todas se esse for um ambiente importante. A propósito, os 3 roots é porque o que conta é a combinação user@host, e o MySql vê de forma diferente localhost, 127.0.0.1 e ::1 (por que eu não sei, não tenho experiência com isso). Mais detalhes aqui (em inglês). – mgibsonbr 21/03/15 às 20:26
  • Criei um outro usuário dando os privilégios necessários apenas para a minha atual aplicação (SELECT, UPDATE e DELETE). Nesse caso irei mesmo precisar do root apenas para quando precisar de novos usuários e alterar permissões. Não utilizando o root na minha aplicação, já me torna seguro ou ainda seria melhor renomea-lo e aplicar alguma restrição de uso(via PHP por exemplo)? – Gustavo Piucco 21/03/15 às 21:06
  • 4
    E quando te disseram enter "newpass", não era pra você por "newpass" literalmente, como está no seu DB :P – Bacco 22/03/15 às 0:48
  • 2
    Se o DB for esse mesmo, seu "root" só tem permissão da máquina local, como o @mgibsonbr comentou. Não chega a ser uma necessidade você mudar o nome do root. Mas mal não faz, desde que você não esqueça futuramente o nome que pôs. Fica a dica em caso de desespero: Iniciar o MySQL com --skip-grant-tables transforma todo acesso em root, assim dá pra consertar um DB "trancado" em que você não tem os dados de root. – Bacco 22/03/15 às 0:55
1

Recomendo replicar em todas maquinas (Host) os usuarios (Users), sendo as padrão:

CREATE USER 'usuario'@'%' IDENTIFIED BY 'mypass';
GRANT USAGE ON *.* TO 'usuario'@'%';
GRANT ALL PRIVILEGES ON *.* TO 'usuario'@'%';

CREATE USER 'usuario'@'localhost' IDENTIFIED BY 'mypass';
GRANT USAGE ON *.* TO 'usuario'@'localhost';
GRANT ALL PRIVILEGES ON *.* TO 'usuario'@'localhost';

CREATE USER 'usuario'@'127.0.0.1' IDENTIFIED BY 'mypass';
GRANT USAGE ON *.* TO 'usuario'@'%';
GRANT ALL PRIVILEGES ON *.* TO 'usuario'@'127.0.0.1';

CREATE USER 'usuario'@'::1' IDENTIFIED BY 'mypass';
GRANT USAGE ON *.* TO 'usuario'@'::1';
GRANT ALL PRIVILEGES ON *.* TO 'usuario'@'::1';

Verifique em sua aplicação se existe outro tipo de mascara para os hosts. Se realmente deseja remover o root basta executar o script abaixo, deixando ciente que o processo não poderá ser revertido via comando, recomendo fazer um backup da pasta antes de executar o procedimento.

DELETE FROM mysql.user WHERE  user = 'root';

Sendo replicado os usuários de forma devida com todos privilégios (ALL PRIVILEGES), a ausência do usuário chamado root não afeta em absolutamente nada, pois é o tipo de usuário que efetua a ação e não seu nome.

  • O numero de usuários replicados em cada host dependem se na procedure, function foram usados, o usuario pode criar uma função usando o host "%", outra usando "127.0.0.1", caso faça isso, se não existir o usuário no respectivo host dará erro na função/procedure. – Rogerio de Moraes 5/10/15 às 19:23
  • A resposta é legal como referência, mas pra fazer isso é mais fácil renomear o root pra usuário, e dar um FLUSH PRIVILEGES em vez de criar tudo de novo e deletar. E tem uma pequena falha: faltou o WITH GRANT OPTION, senão você nao consegue criar novos usuários, – Bacco 13/04/16 às 5:17

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.