4

Estou com a seguinte situação: tenho um arquivo txt de posições definidas (tipo CSV, CNAB, etc) para processar e extrair valores. Para fins de entendimento, segue o código que fiz e está funcionando perfeitamente:

public class Extract {

    final int[] CPF = new int[]{0, 10};
    final int[] NOME = new int[]{15, 45};

    public static void main(String args[]) {

      FileInputStream fis = new FileInputStream("C:\\cnab.txt");        
      String line;

      while ((line = fis.readLine()) != null) {
          System.out.println(getValue(line, CPF));
          System.out.println(getValue(line, NOME)); 
      }
    }

    private String getValue(String line, int[] slice) {
        return line.substring(slice[0], slice[1]);
    }
 }

Até aí ok, mas eu gostaria de algo mais legível, elegante, tal como:

System.out.println(line.getValue(CPF));

Mas todos sabemos que String é final. Alguém tem alguma sugestão?

  • 2
    Troque a linguagem para C# e seja feliz :) Fora isto, não é possível, mas também muda muito pouco. Ainda bem que String é final, caso contrário as pessoas fariam atrocidades como fazem com a maioria das classes que não são. – Maniero 17/03/15 às 15:24
  • 1
    Mesmo que você venha a usar C#, usar Extension Methods aqui seria uma grande gambiarra. Imagine uma String, um dos objetos mais coesos da linguagem, com um método string.getValue(int[])! A definição de uma classe nova é melhor solução. – Caffé 17/03/15 às 18:15
8

Por que você não deve fazer isso

Alterar uma classe fundamental da linguagem (seja ela qual for) para implementar um simples requisito como este é um grande erro.

A linguagem Java, propositalmente, impede por questões de segurança que os tipos básicos como String e Integer sejam modificados ou estendidos com herança. Tais classes são declaradas com o modificador final.

Um dos grandes perigos disso é em relação à organização. Programadores começariam a fazer diversas modificações na linguagem, incluiriam bibliotecas que fariam outras modificações e o código acabaria uma grande bagunça.

Outro problema é em questão de desempenho. Sistemas grandes acabariam com muita sobrecarga de métodos adicionais e subclasses onde simplesmente não é necessário.

Já imaginou se cada programador tentasse modificar a classe String para atender às suas necessidades imediatas?

Faça OO direito

Herança ou alteração de classes existentes não é a melhor solução do ponto de vista de design orientado a objetos para situações como esta.

Neste caso, você pode simplesmente encapsular a linha em um novo objeto contendo o método que você precisa.

Exemplo:

public class LinhaArquivo {
    private String linha;
    public LinhaArquivo(String linha) { 
        this.linha = linha;
    }
    public String getValue(int[] slice) {
        return linha.substring(slice[0], slice[1]);
    }
}

Então você poderia alterar o seu código da seguinte forma:

public class Extract {

    final int[] CPF = new int[]{0, 10};
    final int[] NOME = new int[]{15, 45};

    public static void main(String args[]) {

      FileInputStream fis = new FileInputStream("C:\\cnab.txt");        
      String line;

      while ((line = br.readLine()) != null) {
          LinhaArquivo linha = new LinhaArquivo(line);
          System.out.println(linha.getValue(CPF));
          System.out.println(linha.getValue(NOME)); 
      }
    }

}
  • 1
    utluiz, talvez eu não tenha me expressado direito, sei porque String é final, quais as implicações e que, obviamente, não é permitido. Eu apenas queria uma solução elegante de maneira que o próprio objeto (a linha do arquivo txt) possuísse um método que extraísse de si mesmo um determinado valor a partir de um argumento passado como parâmetro. – dellasavia 17/03/15 às 17:05
  • 4
    Mágico. Muito bom. @dellasavia, nesta resposta você tem exatamente o que descreveu: "o próprio objeto (a linha do arquivo txt) possui um método que extrai de si mesmo um determinado valor a partir de um argumento passado como parâmetro". Uma string é uma string, uma linha é uma linha. Não faz sentido "especializar" (herdar ou estender) uma string em linha. O utluiz definiu um objeto linha que usa uma string - isso é belo. – Caffé 17/03/15 às 17:52
6

Se as posições são estáticas, crie um enum

public enum ArchiveEnum {

NOME(0, 5),
CPF(6, 20);
private Integer minAge;
private Integer maxAge;

private ArchiveEnum(Integer minAge, Integer maxAge) {
    this.minAge = minAge;
    this.maxAge = maxAge;
}

public Integer getMinAge() {
    return minAge;
}

public void setMinAge(Integer minAge) {
    this.minAge = minAge;
}

public Integer getMaxAge() {
    return maxAge;
}

public void setMaxAge(Integer maxAge) {
    this.maxAge = maxAge;
}
}

E no seu método, passe o tipo do ENUM

public String getCampo(ArchiveEnum enumValue) {
    String archive = "TIAGO,111.111.111-11"; // Suposição de linha do arquivo
    return archive.subString(enumValue.getMinAge(), enumValue.getMaxAge()).toString();
}
  • Bevilaqua, creio ser esta a solução mais elegante, vou considerar sua resposta correta, mas eu criaria um método dentro do ENUM chamado public String extractFrom(String line) que extrairia o conteúdo do String baseado nas coordenadas definidas no construtor de cada ENUM e, na minha classe principal, bastaria chamar System.out.println(ArchiveEnum.NOME.extractFrom(line));. – dellasavia 17/03/15 às 17:27

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.