5

Recentemente, estudando sobre engenharia de software, me deparei com esse termo Shape Up e que este fora aprensentado como: "uma alternativa ao método ágil Scrum".

Sobre metodologia ágeis eu já entendi os principais métodos ágeis como o XP (talvez o mais importante para programadores), Scrum e Kanban (os mais generalistas). Sei que existe o Modelo Spotify (não estudei muito esse), mas não sei se ele se encaixa no contexto.

Esse Shape Up chamou minha atenção e fico pensando o que ele propõe para ser considerado como uma alternativa direta ao Scrum e por que não ao Kanban e por que seria interessante considerá-lo ao se trabalhar com times de desenvolvimento.

  • O que é Shape Up?
  • Ele é considerado um método ágil de fato?
  • O que Shape Up propõe que métodos ágeis como Scrum e Kanban já não resolvem?
0

1 Resposta 1

4

Vou responder com base em experiência própria, pois atualmente trabalho nesse modelo. E também usando o livro "Shape Up: Stop Running in Circles and Ship Work that Matters" como referência.

Shape Up

O Shape Up é a forma que o Basecamp, a empresa de onde surgiu o framework Ruby on Rails, desenvolve produtos digitais. Eles definem como uma caixa de ferramentas com técnicas para aplicar em seu próprio processo. Pra entender o Shape Up deve-se entender a empresa Basecamp e sua forma de pensar, opinativa e em contracorrente.

Esse processo de fazer produtos é baseado em três fases principais. Definição, aposta, e construção.

Definição ou shaping

Essa primeira fase não é de execução, e sim de definir o que será construído. Geralmente participam as pessoas com mais experiência e de diferentes áreas: desenvolvedores, designers, negócio. Aqui será definido o que será feito, mas não totalmente o como. Deve ser concreto suficiente, para que o time saiba o que fazer, mas não impositivo, para que não restrinja a equipe de descobrir os detalhes por si mesmos.

Aposta

É nessa fase que a funcionalidade ou projeto será apresentada aos gestores e outros tomadores de decisão. Junto com o time que fez as definições na fase anterior, eles tomarão decisões dos projetos que serão executados, ou que serão cortados.

Construção

É aqui que o time de desenvolvedores, designers e outros construirão de fato o projeto ou funcionalidade. O ciclo de seis semanas começa nessa fase, e no fim do ciclo, o projeto é finalizado ou descartado. Extensões desse ciclo não acontecem com frequência e é desencorajado.

Framework? Ágil? Scrum? Kanban?

O que posso afirmar é que Shape Up é bem diferente de Scrum e Kanban. Aqui não existe um backlog, os ciclos são de 6 semanas, não existe uma reunião de retrô, o refinamento acontece fora da maioria do time, assim como o discovery. Se definir como ágil é estar dentro das premissas do Manifesto Ágil, dá pra se dizer que é ágil sim.

O Shape Up também não é um framework, e sim uma série de recomendações de como você pode trabalhar dessa forma, e ajustar do jeito que bem entender. O livro explica bem as ferramentas que o Basecamp usa, e as compilou chamando de Shape Up. Você pode escolher as que fizerem sentido para seu contexto.

Por experiência própria, o que acho diferente desse método de trabalhar, é que as definições de novas funcionalidades vem na medida. Nem tão definido, nem tão vago. Isto é, desenvolvedores fazem parte do processo de criação do produto, e não atuam simplesmente como "fazedores de tarefa" em projetos totalmente definidos. Aqui é responsabilidade do desenvolvedor definir os detalhes da funcionalidade.

0

Você deve fazer log-in para responder a esta pergunta.

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag .