4

Suponha que eu queira criar uma aplicação que consiste em vários botões que chamam uma mesma função, no entanto, passando diferentes argumentos (números de 1 à N).

Se eu tivesse que criar 10 botões desses, eu escreveria 10 linhas de código. Se eu tivesse que criar 50 botões desses, eu escreveria 50 linhas de código. Notem que isso não parece muito prático.

Uma solução que um iniciante poderia pensar é usar o for...range para automatizar esse processo, dessa forma:

for i in range(100):
    button = Button(root, command = lambda: function(i))
    button.pack()

O problema é que isso não daria certo, porque o Python não "salva" o valor da variável dentro do lambda a cada iteração. As variáveis usadas dentro do lambda são tratadas como "globais" quanto à sua leitura. Isto é, a referência da variável dentro do lambda é a mesma da variável fora dela.

def func(x): print(x)

var = 10

# Inicialmente pensamos que sempre que chamarmos a função anônima, ele vai imprimir 10
f = lambda: func(var) 
f() # Opa! Imprimiu o valor 10 como esperado.

# E se mudarmos o valor da variável?
var = 20
f() # Puts... ele imprime o valor 20. Ou seja, o valor da variável não é salvo no lambda.

Sendo assim, existe alguma forma de automatizar esse processo em Python? Em outras palavras, é possível criar dinamicamente vários lambda que chamam uma mesma função, porém com diferentes argumentos?

4
  • Li várias vezes sua pergunta, mas honestamente não consegui entender; por que o for...range não funcionaria? O que é essa variável que você precisa "salvar"?
    – Rfroes87
    11/09 às 3:12
  • @Rfroes87 Execute o código por si mesmo. Você vai ver que no fim da execução, para qualquer botão que eu tente apertar, ele vai chamar a função passando o argumento 99. Isso porque o valor 99 é o último valor atribuído a variável no laço de repetição. 11/09 às 3:34
  • Editei a pergunta para isso ficar claro para você e para os demais. 11/09 às 3:43
  • 3
    A mim pareceu um problema XY. O parâmetro deveria ser propriedade do botão e não da lambda ou do que quer que fosse. No Java Swing dá pra instanciar um JButton e setar nele um atributo que pode ser usado para parametrizar o método action listener correspondente. No Python não sei como faria, na pior das hipóteses dá para subclassear a classe do botão.
    – Piovezan
    16/09 às 3:12
5

Baseado em uma resposta no site em inglês, basta você atribuir a função lambda ao valor dinâmico de i (durante o loop for...range) e o mesmo irá persistir quando for executado posteriormente — no caso, ele não irá esperar para executar a função com o valor global de i ao final, que seria 99.

Exemplificando com a função print, ficaria da seguinte forma:

from tkinter import Tk, Button

root = Tk()

for i in range(100):
    button = Button(root, command = lambda i=i: print(i))
    button.pack()
1
5

A melhor solução, assim como o @Rfroes87 falou na resposta dele, é criar um parâmetro com um valor default para o lambda, que será o valor da variável que você deseja utilizar dentro da função.

Dessa forma, a variável utilizada dentro do lambda será tratada como local, sem a possibilidade de manipulação da mesma em outro escopo.

for num in range(100):
    button = Button(root, command = lambda num = num: print(num))
    button.pack()

Uma outra solução, que lhe dá um pouco mais de flexibilidade para manipular a criação da função anônima, é criar uma outra função que recebe a função a ser chamada e os argumentos, e depois retorna o lambda. Veja o exemplo abaixo:

def cria_lambda(func, *args, **kw):
    # Aqui você pode inserir mais código antes de retornar o lambda.
    return lambda: func(*args, **kw)

E por fim, temos também uma função própria da linguagem Python, do módulo functools, chamada partial. Essa função faz a mesma coisa que a função acima, com algumas diferenças pequenas em sua implementação.

from functools import partial

def func(x): print(x)

f = partial(func, 10)
f() # Imprime o valor 10

No caso, a função partial não retorna uma função anônima, mas sim um novo objeto de partial, que possui ainda três atributos (func, args, keywords), como mostra a documentação.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.