0

Eu estou acostumado a trabalhar com JavaScript, e já é comum baixar um projeto do GitHub e executar o comando yarn para baixar todos os módulos que aquele projeto usa para que eu possa executar o projeto.

Porém, resolvi mexer com Flask e não estou entendendo como a instalação dos módulos funciona. O Flask também trabalha com módulos instalados como o flask e o flask-restplus, e quando eu envio meu código em Flask para o GitHub, nenhum dos módulos baixados são enviados. Até aí tudo bem, mas quando eu baixo o repositório em outro local, eu não sei como reinstalar os módulos utilizados naquele projeto.

Tem alguma maneira de reinstalar esses módulos ou eu teria que reinstalar um por um e criar uma nova venv local?

1
  • Por favor, esclareça seu problema ou forneça detalhes adicionais a fim de destacar exatamente o que você precisa. Da forma como está escrito atualmente é difícil dizer com exatidão o que você está perguntando.
    – Comunidade Bot
    3/09/21 às 12:27
0

Você deve instalar as dependências utilizando o pip (python index packages).

Em geral (isto é uma convenção) as dependências estão listadas em um arquivo, com o nome:

requirements.txt

Que também por convenção se localiza na raiz do projeto.

Desta forma ao baixar um projeto para instalar as dependências basta executar o comando:

pip install requirements.txt

Essas convenções não fazem parte de nenhuma pep específica, mas estão documentadas no guia do mochileiro python

Executando o comando acima, as dependências serão instaladas, fazendo com que você possa iniciar a aplicação.

Boas práticas relacionadas à criação de um novo ambiente

Ao clonar o projeto o ideal é usar o virtualenv para criar um novo ambiente limpo (sem dependências externas) e a partir deste ambiente proceder para a instalação das dependências.

Criar o virtualenv

Para criar o ambiente virtual eu utilizo o programa virtualenv. Executando o seguinte comando:

virtualenv venv -p $(which python3)

Este comando vai criar um diretório de nome venv (pode escolher o nome) na pasta em que foi executado, neste caso o diretório em que estou (cwd) que utilizando os binários do python3.

Obs: a partir da versão do python3.3 foi incluído um mecanismo para criação de ambientes virtuais incorporado ao próprio Python3. Se este for o caso não precisa ter o virtualenv instalado e para criar o ambiente virtual, basta executar o comando:

python3 -m venv </caminho/para/novo/ambiente/virtual>

Mais informações podem ser encontradas na PEP 405

Ativando o virtualenv

Para ativar o ambiente virtual, utilizando o terminal (bash, sh), devemos executar o comando:

source venv/bin/activate #para linux
#para Windows é necessário executar scripts/activate.bat

Após ativar o ambiente virtual podemos proceder para a instalação das dependências. Em ambientes baseados em Linux um indicativo de que o ambiente virtual está ativo é que na linha de execução do shell aparece o nome do ambiente entre parêntesis.

Como no exemplo:

(venv) user@ubuntu:~$ #<-- virtualenv ativo
user@ubuntu:~$ #<-- virtualenv não está ativo, isso é o shell padrão.

Instalando as depedências

Após ativar o virtualenv agora basta instalar as dependências, com o comando:

pip install -r requirements.txt

Resumo

  1. clonar o projeto:

    git clone <endereço do projeto em algum repositório>

  2. Entrar na pasta do projeto clonado

  3. Criar o ambiente virtual:

    virtualenv venv -p $(which python3)

  4. ativar o ambiente virtual:

    source venv bin/activate

  5. instalar as dependências:

    pip install -r requirements.txt

1
  • 1
    Muito muito muito obrigado, eu me matei pra achar isso na internet, mas sem uma referência foi dificil, valeuzão!! 3/09/21 às 14:56

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.