10

Essa é uma dúvida que eu sempre tive (inclusive em versões anteriores do ASP.NET), mas vou perguntar aqui no contexto do ASP.NET 5. A dúvida é a seguinte: ao construir uma aplicação com ASP.NET 5 codificamos uma classe Startup que é responsável por configurar a pipeline com um método Configure. Qualquer coisa relativa a inicialização da aplicação web é feita ali.

É exatamente aí que está minha dúvida: o conceito de inicialização da aplicação web. Uma aplicação web não faz nada por si propria, ela espera requisições para fazer. A duvida é: feita uma requisição a aplicação é inicializada, recebe a requisição, envia a resposta e finaliza? Ou ela é inicializada caso não esteja, processa a requisição, responde e fica a espera de novas requisições?

Como funciona esse conceito de inicialização para uma aplicação web ASP.NET 5? Caso realmente ela seja inicializada caso não esteja e fique esperando requisições novas, como isso funciona realmente?

Fiz um teste pra ver se entendia melhor o que está acontecendo da seguinte forma: criei uma classe singleton Exemplo que tem uma propriedade DataInstanciado. Depois disso criei um controller ExemploController da seguinte forma:

public class ExemploController : Controller
{
    [HttpGet("/api/instancia")]
    public Exemplo GetInstancia()
    {
        return Exemplo.ObtemInstancia();
    }
}

Ao enviar uma requisição para "/api/instancia" recebi um objeto contendo um datetime que é a data da criação do objeto. Em requisições posteriores o objeto retornado foi exatamente o mesmo, com a mesma data. Passados então 30 minutos, ao requisitar novamente o objeto retornado foi outro, com a data de 30 minutos depois.

Dessa forma, o servidor parece que está mantendo a aplicação rodando. Parece que fica na memória os objetos. Mas não estou entendendo como isso funciona. Como funciona o ciclo de vida desse tipo de aplicação?

EDIÇÃO: Eu sei que existe um ciclo de vida de uma aplicação rodando no IIS, mas não é especificamente do IIS que eu estou perguntando. As aplicações ASP.NET 5 usam a especificação OWIN e, portanto, podem ser hospedadas não só no IIS, mas de outras formas também (como self host). O que eu queria saber é como funciona o ciclo de vida, independente de onde a aplicação é hospedada.

  • Acredito que isto seja o tempo de sessão do servidor e não o lifecycle do asp.net. – Jhonathan 26/02/15 às 22:11
  • Eu pensei mesmo que tivesse alguma relação com sessão, então pra testar botei no controller antes do return a linha this.Context.Session.Clear() e então passei a receber o erro "InvalidOperationException: Session has not been configured for this application or request." de forma que aparentemente o uso de sessões nem é configurado por padrão. – Leonardo 26/02/15 às 22:28
  • vê se isso ajuda msdn.microsoft.com/en-us/library/bb470252(v=vs.140).aspx – kabstergo 27/02/15 às 1:31
  • @kabstergo, ajuda um pouco, mas isso aí é em relação ao IIS especificamente. O ASP.NET 5 usa a especificação OWIN, daí o ciclo de vida não deve ser ligado diretamente ao servidor. Você sabe se tem algo parecido para o ASP.NET 5? – Leonardo 27/02/15 às 15:40
7

OWIN

OWIN define um padrão entre servidores .NET e aplicações WEB. O Objetivo do OWIN é desacoplar o servidor e a aplicação, e encorajar o desenvolvimento de módulos simples para uma aplicação Web em .NET.

http://owin.org/

O Owin não força a especificação de um ciclo de vida de uma aplicação Web, mas sim o desenvolvimento e utilização de Microserviços que podem ser injetados na aplicação.

Ciclo de Vida

O ciclo de vida de aplicações Web em ASP NET 5 é totalmente dependente da aplicação que carrega a mesma (basicamente um projeto ASP NET 5 é uma biblioteca que implementa uma especificação).

Pontos importantes:

  1. Ela permanece em memória
  2. Ela possui uma inicialização
  3. Pode ser finalizada à qualquer momento (IIS, Weblistener, codegen, etc).

Ciclo de vida do IIS

No caso do IIS (e também o IIS Express) você precisa apontar o diretório onde está sua aplicação Web e então iniciá-la. Este processo faz com que:

  1. O IIS escute a porta especificada no servidor (80, 8080, 443, etc..)
  2. Carregue seu projeto (DLL's) e suas configurações (web.config)
  3. Execute um código interno para inicializar sua aplicação

A cada requisição feita ao servidor o IIS atribui a resposta baseado na implementação do seu código (que sempre está carregado em memória). Este é o motivo pelo qual a data (vinda de uma classe singleton) ser sempre a mesma:

public class ExemploController : Controller
{
    [HttpGet("/api/instancia")]
    public Exemplo GetInstancia()
    {
        return Exemplo.ObtemInstancia();
    }
}

Você pode estudar mais à fundo sobre o ciclo de vida de uma aplicação IIS aqui (está em inglês).

Ciclo de vida ASP NET 5 (IIS, Web Listener, etc)

Nesses casos, para trabalhar sobre o mesmo conceito de ciclo de vida anteriores o conceito é basicamente o mesmo do IIS:

  1. Escutar uma porta específica.
  2. Inicializar sua aplicação através da descoberta da classe Startup
  3. Atribuir respostas baseadas nos middlewares registrados.

Talvez fique mais fácil entender por este diagrama:

Ciclo de vida ASP NET 5 Este diagrama é abstrato, não representa oficialmente o ciclo de vida desenvolvido pela Microsoft.

Ok, minha aplicação permanece em memória, mas e sobre o MVC?

O Mvc, em aplicações ASP NET 5, é um serviço (middleware) que atende requisições e atribui respostas baseadas no processamento de controladores (selecionadas à partir da URL). O middleware MVC, tal como todos os outros estará sempre em memória, registrado em uma lista.

Porém este serviço (persistente) cria uma Controller (transiente) para toda requisição Http.

então, códigos como este vão sempre mostrar novos valores:

public class ApiController
{
    [HttpGet("api/date/")]
    public DateTime GetDate()
    {
        return DateTime.Now;
    }
}

Passados então 30 minutos, ao requisitar novamente o objeto retornado foi outro, com a data de 30 minutos depois.

Há um motivo bem simples para isto acontecer:

https://technet.microsoft.com/pt-br/library/cc753179%28v=ws.10%29.aspx

O IIS possui uma "reciclagem de memória", se sua aplicação fica inativa por muito tempo ele simplesmente remove a aplicação da memória (ele vai iniciá-la novamente quando uma nova requisição surgir).

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.