12

Estou desenvolvendo um sistema em PHP onde preciso em algum momento obter o tempo total de um arquivo de áudio. Esse tempo é salvo no banco de dados em segundos e também no formato de horas.

O problema é que, quando formato essas horas através dos segundos salvos no banco, isso funciona normalmente, porém apenas se o arquivo tiver o tempo menor que 24 horas.

Exemplo:

$date = new DateTime('@0'); // "zeramos" a data

$tempo_1 =  10 * 3600; // 10 horas

$tempo_2 = 18 * 3600; // 18 horas

$tempo_3 = 28 * 3600; // 28 horas


echo $date->setTime(0, 0, $tempo_1)->format('H:i:s'); // 10:00:00

echo $date->setTime(0, 0, $tempo_2)->format('H:i:s'); // 18:00:00

echo $date->setTime(0, 0, $tempo_3)->format('H:i:s'); // 04:00:00

No último exemplo, o resultado desejado era 28:00:00. Porém, como se trata de uma classe que trabalha com datas, é retornado 04:00:00, por conta de 24 equivaler a 1 dia.

Como eu poderia fazer para obter esse tempo formatado em horas, mesmo que esta ultrapasse 24 horas?

  • $tempo_1 é UNIX time? – Guilherme Nascimento 24/02/15 às 1:59
  • 1
    Posso não ter entendido ou posso estar falando besteira mas o que você quer não parece ser possível. O tipo DateTime espera um horário válido (sei lá, o PHP pode ter subvertido isto mas em linguagens decentes é assim q funciona), então 28:00:00 não é um horário possível neste tipo. – Maniero 24/02/15 às 2:01
  • 1
    Concordo com você @bigown. A classe é feita para trabalhar com Datas, e não com tempo em si. Há alguma maneira (ou uma gambiarra) que possa ser feita para resolver meu problema? estou usando uma função com um sprintf, mas me sinto desconfortável com ela (além do quê, ela está "roubando" 1 segundo do arquivo do áudio) – Wallace Maxters 24/02/15 às 2:04
  • @GuilhermeNascimento, fiz um pequeno ajuste na instância de DateTime. $tempo_1 na verdade seria a duração em segundos do áudio. No caso, quero que, se ele tiver 100800 (que são 28 horas), eu o converta para o formato 28:00:00. Porém, ele exibe 04:00:00, pois ele cria 1 dia ao invés das 24 horas existentes dentro das 28 horas; – Wallace Maxters 24/02/15 às 2:08
  • @GuilhermeNascimento, meu valor não é exatamente em unix time. Porém a classe trabalha com unix time (espero não ter falado bobagem) – Wallace Maxters 24/02/15 às 2:09
10

Não recomendo, mas dá para fazer uma gambiarra:

function dtLength($sec) {
    $t=new DateTime("@".$sec);
    $r=new DateTime("@0");
    $i=$t->diff($r);
    $h=intval($i->format("%a"))*24+intval($i->format("%H"));
    return $h.":".$i->format("%I:%S");
}

$date = new DateTime;
$tempo_1 =  10 * 3600; // 10 horas
$tempo_2 = 18 * 3600; // 18 horas
$tempo_3 = 28 * 3600; // 28 horas
echo $date->setTime(0, 0, $tempo_1)->format('H:i:s'); // 10:00:00
echo $date->setTime(0, 0, $tempo_2)->format('H:i:s'); // 18:00:00
echo $date->setTime(0, 0, $tempo_3)->format('H:i:s'); // 04:00:00
echo dtLength($tempo_1);
echo dtLength($tempo_2);
echo dtLength($tempo_3);

Veja funcionando no ideone. E no repl.it. Também coloquei no GitHub para referência futura.

Função retirada dessa resposta no SO.

Outra possibilidade é trabalhar com DateInterval. Este tipo mostra tempos, que é o que parece estar querendo usar, ao invés de horas. Provavelmente é mais apropriado para o que você quer.

  • 7
    Uai, não estou entendendo vocês dois! O problema é usar uma classe de datas pra representar algo que não é uma data. Por que o drama, por que "não recomendo" e por que "meu pai amado"?! Se não está lidando com datas, não use a classe de datas, ou se vire com uma gambiarra! É simples, nem tudo pode ser sempre bonitinho :) – bfavaretto 24/02/15 às 2:15
  • 1
    Acho que vou dar uma olhada no DateInterval, sabe, @bfavaretto?! – Wallace Maxters 24/02/15 às 2:17
  • 1
    @WallaceMaxters Boa ideia, bem capaz que funcione! – bfavaretto 24/02/15 às 2:19
  • 2
    @WallaceMaxters provavelmente esta classe já existe e ela se chama DateInterval. – Maniero 24/02/15 às 2:27
  • 3
    DateTime é uma coisa que quanto mais você tira do código PHP, mais limpo ele fica. – Bacco 8/03/16 às 20:10
11

As soluções apresentadas anteriormente são muito boas.

Porém, mesmo que pareça estupido, acabei descobrindo uma outra solução para esse problema utilizando a função SEC_TO_TIME do Mysql.

Veja:

SELECT SEC_TO_TIME( 28 * 3600 )
--28:00:00

Então, que fique registrado, caso alguém tenha um problema parecido com esse!

Parece que nesse ponto, o Mysql simplificou as coisas muito mais do que o próprio PHP.

Atualização

Desenvolvi uma biblioteca para podermos trabalhar com os tempos de maneira mais precisa. E utilizei algumas das soluções aqui aplicadas no código fonte.

Se interessarem:

https://github.com/wallacemaxters/timer

  • 2
    Nossa não me parece estupido a "descoberta", me parece que você simplificou a vida de muitas pessoas. Grande resposta! Só um detalhe eu adicionei a tag mysql, porque se não a resposta não teria muito sentido. – Guilherme Nascimento 24/02/15 às 2:48
  • Obrigado @GuilhermeNascimento. A ideia me surgiu a cabeça depois que já tinha sido feito a pergunta e também dada a resposta. Obrigado pela correção. – Wallace Maxters 24/02/15 às 2:49
  • Notei que no seu repositório você usou o floor, então acredito que você conseguiu encontrar o problema do -1 segundo. – Guilherme Nascimento 24/02/15 às 22:54
  • @GuilhermeNascimento, descobri o porquê. Os segundos são salvos como float!. Ou seja, 24.4 uma hora poderá dar pau! – Wallace Maxters 24/02/15 às 23:56
  • Então mas ao meu ver a soma teria que ser com o unixtime, só acho – Guilherme Nascimento 25/02/15 às 0:10
10

Nota: No caso o autor resolveu usando MySql, então está resposta pode para acaso dados que venham de uma outra "fonte" aonde não tenha um recurso semelhante ao SEC_TO_TIME.

Se o formato do tempo é em segundos você pode calcular usando o PHP sem a necessidade de classes "avançadas" para isto, como o exemplo desta resposta no SOen, um exemplo de uso:

<?php
function getFullHour($input) {
    $seconds = intval($input); //Converte para inteiro

    $negative = $seconds < 0; //Verifica se é um valor negativo

    if ($negative) {
        $seconds = -$seconds; //Converte o negativo para positivo para poder fazer os calculos
    }

    $hours = $seconds / 3600;
    $mins = ($seconds - ($hours * 3600)) / 60;
    $secs = $seconds % 60;

    $sign = $negative ? '-' : ''; //Adiciona o sinal de negativo se necessário

    return $sign . sprintf('%02d:%02d:%02d', $hours, $mins, $secs);
}

echo getFullHour(140801), PHP_EOL; //39:06:41
echo getFullHour(100800), PHP_EOL; //28:00:00

echo getFullHour(-140801), PHP_EOL; //-39:06:41
echo getFullHour(-100800), PHP_EOL; //-28:00:00
  • O que o str_pad faz exatamente nessa concatenação? E outra coisa: porque se usa floor, e não ceil? Tive problemas com o "arredondamento para baixo", pois o áudio ficava com 1 segundo a menos. – Wallace Maxters 24/02/15 às 11:50
  • 1
    Muito obrigado pela resposta, @GuilhermeNascimento. Eu entendi que você usava o str_pad para preencher os números com zero, mas não há necessidade de usá-los. A função sprintf faz isso. E eu acho uma boa idéia retornar false caso o valor do argumento não seja o esperado. Veja no Ideone a pequena refatoração que eu fiz. ideone.com/9bMIT4 – Wallace Maxters 24/02/15 às 11:59
  • Obrigado pela dica do sprintf (sempre me esqueço e vou pelo mais dificil), no questão de retornar false eu preferi usar NULL. O floor retornou -1 segundos? Poderia fornecer um exemplo? – Guilherme Nascimento 24/02/15 às 13:24
  • Na verdade, @GuilhermeNascimento, é o seguinte: Eu utilizo a biblioteca GETID3 para obter o tempo do áudio. Aí, eu salvo o tempo em segundos e o tempo formatado, que ele gera. Aí, quando tenho que somar esses tempos, tenho que usar os segundos para somar os tempos dos áudios e formatar. Aí se eu tenho dois áudios com 3:00:02 e 3:00:00, ao invés de retornar 6:00:2, ele retorna 6:00:1. Para mim não faz diferença, mas para meu cliente faz, e muita! – Wallace Maxters 24/02/15 às 13:51
2

Primeiro precisamos entender dois conceitos importantes. Considere as duas frases abaixo:

  • o filme será exibido às duas horas da manhã
  • o filme tem duas horas de duração

No primeiro caso, "duas horas" refere-se ao horário (um momento específico do dia). Tudo bem que ele precisa de "da manhã" para não ser ambíguo (poderia ser 2 da tarde), mas o fato é que está se referindo a um momento específico.

No segundo caso, "duas horas" refere-se à duração (uma quantidade de tempo). Não é dito que horas o filme começa, e nem se vai passar ou já passou. É somente a quantidade de tempo, sem qualquer relação com horários.

Esses dois conceitos não são a mesma coisa. Datas e horários referem-se a pontos na linha do tempo: uma data (dia, mês e ano) refere-se a um ponto específico de um calendário, e um horário (hora, minuto, segundo, frações de segundo) refere-se a um momento específico de um dia. Durações são apenas quantidades de tempo, que existem por si só, sem estarem atrelados a uma data e hora específicas.

O que confunde é o fato de que ambos (tanto horários quanto durações) usam exatamente as mesmas palavras (dias, horas, minutos, etc), e muitas vezes são escritos da mesma maneira (um relógio mostra "02:00:00" quando é duas da manhã, um cronômetro mostra "02:00:00" quando a contagem do tempo atinge duas horas).

Outro ponto que pode - erroneamente - nos fazer pensar que horários e durações são a mesma coisa é que, embora sejam conceitos diferentes, eles podem estar relacionados. Se eu calcular a diferença entre duas datas, o resultado é uma duração (sabendo a data/hora que começou e que terminou, consigo calcular quanto tempo durou), e se eu somar uma data/hora com uma duração, o resultado é outra data/hora (sabendo a data/hora que começou e quanto tempo durou, consigo calcular a data/hora que terminou).


Dito isso, um DateTime serve para trabalhar com datas e horas (pontos na linha do tempo), mas não com durações.

Para trabalhar com durações, você pode usar um DateInterval. Com ele você pode criar uma instância que corresponde a uma determinada quantidade de tempo, e formatá-la através do método format. Ex:

$tempo_1 = new DateInterval('PT10H'); // duração de 10 horas
$tempo_2 = new DateInterval('PT18H'); // duração de 18 horas
$tempo_3 = new DateInterval('PT28H'); // duração de 28 horas

$formato = '%H:%I:%S';
echo $tempo_1->format($formato); // 10:00:00
echo $tempo_2->format($formato); // 18:00:00
echo $tempo_3->format($formato); // 28:00:00

Repare que o formato usado é diferente do que é usado no método format de um DateTime. Para um DateInterval, além das letras precisarem ter o % antes, algumas são diferentes (por exemplo, para formatar o DateTime, usa-se o i minúsculo para os minutos e o s minúsculo para os segundos, mas para um DateInterval deve-se usar I e S maiúsculos para que eles tenham o zero à esquerda para valores menores que 10).

Outro detalhe é que o construtor de DateInterval recebe uma duração no formato ISO 8601. Basicamente, o P no início é obrigatório (vem do inglês "Period", outro nome para "quantidade de tempo"). O T serve para indicar que os campos a seguir referem-se a horas, minutos e segundos (pois antes do T podemos ter campos referentes a dias, meses e anos - por exemplo, P2Y3MT10H5M é uma duração de 2 anos, 3 meses, 10 horas e 5 minutos).


No caso de ter somente a quantidade total de segundos, não adiantaria fazer new DateInterval("PT{$segundos}S"), já que esta classe não transforma a quantidade total de segundos em horas, minutos e segundos (PT120S - 120 segundos - é formatado como 00:00:120, e não como 00:02:00). Nesse caso, você teria que calcular manualmente as horas, minutos e segundos (como sugerido na resposta do Guilherme Nascimento) e em seguida criar o DateInterval. Ex:

$seconds = 100800;
// calcular manualmente as horas, minutos e segundos (versão simplificada da resposta do Guilherme Nascimento)
$hours = floor($seconds / 3600);
$mins = floor(($seconds - ($hours * 3600)) / 60);
$secs = floor($seconds % 60);

$tempo_1 = new DateInterval("PT{$hours}H{$mins}M{$secs}S");
echo $tempo_1->format('%H:%I:%S'); // 28:00:00

Se bem que nesse caso, parece um exagero usar DateInterval, pois você já calculou cada campo separadamente e bastaria imprimi-los.

A documentação ainda sugere outras alternativas para transformar 100800 segundos em 28 horas, como esta (que usa uma lógica parecida com a resposta do Maniero, de usar um DateTime para obter outro DateInterval), ou essa (que faz os cálculos similares à resposta do Guilherme Nascimento). Infelizmente, DateInterval não faz esta conversão nativamente.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.